Prefeitura de Rio Bonito seguirá vacinando adolescentes sem comorbidades

às

Em comunicado oficial divulgado na tarde deste sábado (18), a Prefeitura de Rio Bonito anunciou que manterá a vacinação para adolescentes de 12 a 17 anos “com ou sem comorbidades”. A nota ainda afirma que os benefícios da aplicação das doses “superam substancialmente os riscos”. O comunicado é assinado pelo Dr. Marcelo Costa Velho Mendes de Azeved, integrante do Comitê Municipal da Covid-19

Os benefícios da vacinação de adolescentes superam substancialmente os riscos. A incidência de eventos adversos graves, como miocardite e/ou pericardite, é de 16/1.000.000 de pessoas que recebem duas doses da vacina. A própria Covid-19 pode causar danos cardíacos relevantes, tanto em adultos como em adolescentes, com uma frequência mais elevada”, afirmou a prefeitura em um trecho da nota.

A nota também salienta que a “vacina da Pfizer/BioNTech foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para ser aplicada em adolescentes de 12 a 17 anos por ter apresentado eficácia e segurança nesta faixa etária em estudos clínicos que seguem as normas internacionais de ‘boas práticas clínicas’”.

Leia na íntegra o comunicado abaixo:

NOTA OFICIAL
Assessoria técnica da Secretária Municipal de Saúde
A vacina da Pfizer/BioNTech foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para ser aplicada em adolescentes de 12 a 17 anos por ter apresentado eficácia e segurança nesta faixa etária em estudos clínicos que seguem as normas internacionais de “boas práticas clínicas”, conforme informação disponibilizada em seu site eletrônico (http://www.gov.br/…/anvisaautoriza-vacina-da-pfizer…).
Os benefícios da vacinação de adolescentes superam substancialmente os riscos. A incidência de eventos adversos graves, como miocardite e/ou pericardite, é de 16/1.000.000 de pessoas que recebem duas doses da vacina. A própria Covid-19 pode causar danos cardíacos relevantes, tanto em adultos como em adolescentes, com uma frequência mais elevada.
Vários países já iniciaram a vacinação de adolescentes. A investigação dos eventos adversos nesta população é motivo de atenção e acompanhamento. Porém, em nenhum local, houve a suspensão desta recomendação por essa razão.
A significativa redução de novos casos e de mortes por Covid-19 no Brasil nos últimos meses, deve-se principalmente ao avanço da vacinação da população. Suspender a vacinação de adolescentes nesse momento pode prejudicar o bom andamento do controle da pandemia no território nacional, estadual e municipal, bem como gerar insegurança quanto ao uso dos imunizantes.
Todas as vacinas oferecidas no Brasil são seguras, eficazes e têm autorização da Anvisa. A vacina utilizada em adolescentes no Brasil é altamente segura e utilizada em larga escala em diversos países do mundo.
Baseados em informações técnico-científicas relatadas, o município manterá a vacinação ao grupo de adolescentes, com e sem comorbidades.
Reiteramos que a Secretaria de Saúde revisará, sempre que necessário, suas recomendações, com base em dados de segurança e na evolução das evidências científicas.
Membro do Comitê Covid-19: Dr Marcelo Costa Velho Mendes de Azevedo | CRM 52 780669

 

Crédito: www.atribunarj.com.br

FOTO: Milene Ponce de Leon

Veja também

A futura horta comunitária é fruto do trabalho dos Jovens Agricultores Orgânicos e dos Paisagistas Mirins da Fundação Municipal Casimiro
às
Como parte da comemoração pelos 210 anos do município de Maricá, a Esquadrilha Céu fará acrobacias e desenhos com fumaça
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias