Prefeitura de Rio das Ostras aumenta frota de ambulâncias

às
Os investimentos na área de Saúde não param em Rio das Ostras. A Prefeitura efetuou a compra de mais duas ambulâncias, ampliando a frota para 10 veículos, com o objetivo de melhorar ainda mais o atendimento à população e o transporte de passageiros. A aquisição foi feita com recursos do Fundo Municipal de Saúde.
Com o aumento da frota, a Administração Municipal vai deslocar uma ambulância para localidades mais distantes do Centro para ficar baseada em atendimento específico aos moradores de Rocha Leão, Cantagalo e Mar do Norte, já que o Pronto Socorro e o Hospital Municipal ficam na região central da cidade. Os dois veículos novos ficarão à disposição no Pronto-Socorro.
As ambulâncias possuem um sistema fixo de oxigênio e ar comprimido, além de ser acompanhado por um sistema portátil de oxigenação, com dois cilindros de oxigênio e um cilindro de ar comprimido. Todos os componentes desse sistema respeitam as normas de segurança e veicular vigentes.
Além disso, cada ambulância é equipada com maca de resgate e salvamento, duas pranchas, colchonete, cadeira de rodas dobrável para pacientes adultos; lanterna portátil, cones de segurança e conjunto de armários para a guarda de todo o material de emergência utilizado no veículo.
TRANSPORTE DE PACIENTES – Além das ambulâncias, a Prefeitura também adquiriu duas vans que serão destinadas exclusivamente para o transporte de pacientes que precisam fazer hemodiálise em outros municípios, como no Rio de Janeiro, por exemplo. O objetivo é garantir maior conforto e segurança aos usuários

Veja também

Rio Bonito sedia a emocionante Taça Brasil de Ciclismo, que acontece entre os dias 14 e 16 de junho de 2024
às
A Prefeitura de Maricá segue com inscrições abertas para o Programa Corujinhas, que recebe alunos de 1 a 10 anos
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias