Produtores rurais de Itaboraí começam a receber análises de solo após mais de 40 anos

às
ita

Com o objetivo de aumentar a produção e garantir a qualidade dos produtos fornecidos para a Agricultura Familiar, a Prefeitura de Itaboraí, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura (SEMAGRI), realizou a entrega das duas primeiras análises de solo para produtores rurais, após mais de 40 anos sem pesquisas sobre a área na cidade.

Fruto de uma parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Leste Fluminense (Conleste), em conjunto com outras secretarias municipais de Agricultura de municípios vizinhos, as análises de solo visam aumentar a qualidade dos produtos da Agricultura Familiar e melhorar a renda dos produtores rurais de Itaboraí.

O secretário municipal de Agricultura, Abílio Pereira, afirmou que a entrega das análises de solo é um marco na história do município.

“Através do estudo, os nossos produtores conseguem ter acesso a informações privilegiadas sobre as suas plantações e conseguem extrair o máximo da sua matéria-prima. O objetivo é não medir esforços para levar qualidade e tecnologia para o setor agrícola de nossa cidade”, disse o secretário.

Um dos beneficiados com a análise de solo foi o produtor rural Valdelir da Silva, de 63 anos, que ressaltou a importância da iniciativa para o setor agrícola do município.

“Essa análise é muito importante para nós, produtores. Através dela, conseguimos ter acesso a informações que a olho nu não conseguimos. Podemos saber quais são os melhores insumos e o procedimento correto a ser realizado para evitar desperdício de matéria-prima e aumentar a nossa produção”, disse o produtor, que possui mais de 5 mil pés de alimentos, entre laranja, aipim e abóbora em sua propriedade no bairro Pachecos.

 

Veja também

Ministério Público do estado, Secretaria de Polícia Civil e Delegacia de Homicídios também foram oficiados
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias