Cultura Rock Praia: Primeira noite tem público animado mesmo com chuva

O primeiro dia do Cultura Rock Praia teve muita animação dos fãs do bom e velho rock and roll, apesar da chuva que caiu na noite de quinta-feira (12/10) na arena montada
às
mk
Fotos de Marcos Fabrício

O primeiro dia do Cultura Rock Praia teve muita animação dos fãs do bom e velho rock and roll, apesar da chuva que caiu na noite de quinta-feira (12/10) na arena montada na Avenida João Saldanha, Barra de Maricá. O público assistiu a shows de artistas locais como a Banda Cult (que homenageou Rita Lee), Roller Coasters, Mamuttes e a Blues Boy Band (tributo a Celso Blues Boy), além do guitarrista Kadu Motta. O destaque foram as bandas Francisco El Hombre e Uns e Outros, que levantaram a plateia.

O evento é promovido pela Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Cultura, e vai até este domingo (15/10). Para o secretário Leandro Dasilva, o festival é importante para marcar o espaço do rock nos eventos oficiais do município e também propagar a ideia da sustentabilidade, através dos artistas que participam.

“Foi uma proposta do prefeito Fabiano Horta trazer a ideia de sustentabilidade para Maricá. Com a imensa projeção que o rock alcança, cremos que essa proposta pode se expandir. Além disso, temos ainda nossos artistas locais e podemos dar a chance a cada um de dividir o palco com nomes reconhecidos em todo o país. Queremos que este evento se torne anual”, adiantou Leandro.

O elenco do festival se revezou entre os palcos Futuro e Gaia, ambos com estrutura semelhante de ‘boca-de-cena’ e bastidores. Em razão da chuva, no entanto, o palco Futuro teve de ser desativado antes do show do Uns e Outros, que seria o penúltimo da noite. A banda carioca se apresentou no palco Gaia, depois do animado show de Francisco El Hombre. A banda formada há dez anos em Campinas (interior de São Paulo) levantou o público com um som de muita percussão e influências latinas, além de letras de caráter crítico como “Tá com Dólar, Tá com Deus” e o sucesso “Triste, Louca ou Má”.

Quando subiu ao palco, o Uns e Outros pediu ao público para chegar mais perto do palco e a área destinada à imprensa foi liberada. Em seguida, a banda desfilou sucessos de seus 40 anos de carreira como “Dias Vermelhos”, “Dois Gumes”, “Notícias do Leste” e a clássica “Carta aos Missionários”, além de covers de bandas contemporâneas como “Camila, Camila” (do Nenhum de Nós, que toca domingo no festival) e “Pros Que Estão em Casa” (do Hojerizah).

“Maricá e a Região dos Lagos fazem parte da nossa história, sempre tocamos por aqui. Para nós é uma honra abrir esse festival com tanta gente boa participando. Um espaço como este é fundamental para o rock, com esses dois palcos maravilhosos, temos certeza de que se tornará um evento anual de muito sucesso”, disse o vocalista Marcelo Hayena antes de subir ao palco, junto com Gueu Torres (baixo), Raul Dias (guitarra) e Bruno Baiano (bateria).

Novas gerações na plateia

O público que participou da primeira noite era composto por gente de todas as idades, algumas transmitindo o gosto pelo rock and roll para a nova geração. A empresária Sônia Amorim, de 55 anos, mora em Cordeirinho e levou as netas Ana Beatriz, de 15 anos, e Maria Fernanda, de 13, que moram na Taquara (Zona Oeste do Rio). “Trouxe para elas verem como é o ambiente do rock, e acho que faltava mesmo um festival assim na cidade. Está tudo muito bem organizado”, elogiou ela.

Quem também chamou a atenção em pleno Dia da Criança foi o pequeno Noah, de apenas 5 anos, que não parava de dançar sob o olhar dos pais. “Somos uma família de roqueiros e estamos passando isso para ele”, contou o pai do menino, o projetista solar Eduardo Batista, que não parava de elogiar o evento. “Está maravilhoso, a gente queria muito e está do lado de casa. Quero muito ver o Ira! e também a Pitty no domingo”, entregou o morador da Barra, de 55 anos.

Confira a programação do festival Cultura Rock Praia (em cada palco)

Sexta-feira (13/10)
16h45 – Hematoma (Gaia)
17h30 – Cólera (Futuro)
19h – Pacto Social (Futuro)
20h30 – Dead Fish (Gaia)
22h – Plebe Rude (Futuro)
23h30 – Ira! (Gaia)

Sábado (14/10)
17h – Vizinhos de Marte (Gaia)
18h – Black Mother (Futuro)
18h45 – Dive (Gaia)
19h30 – Onvecna (Futuro)
20h30 – Lalinha (Gaia)
22h – Djangos (Futuro)
23h30 – Pavilhão 9 (Gaia)

Domingo (15/10)
16h45 – Thunderock (Futuro)
17h30 – Dr. Silvana (Gaia)
19h – Biquini Cavadão (Futuro)
20h30 – Nenhum de Nós (Futuro)
22h30 – Pitty (Gaia)

Veja também

Encerradas definitivamente, sistema de transferências via DOC, um dos mais tradicionais meios de pagamentos bancários por décadas.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias