176 vítimas fatais de rompimento de barragem em Brumadinho já foram identificadas

às

O Instituto Médico Legal (IML) de Minas Gerais já identificou 176 corpos das vítimas do rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, que ocorreu no dia 25 de janeiro. 134 pessoas ainda estão desaparecidas, entre elas, 31 funcionários da Vale e 103 moradores.

Nesta semana, as buscas seguem pela área onde funcionava o almoxarifado da empresa. Até agora, um corpo foi encontrado no local.

Os bombeiros trabalham com sete frentes de buscas na área da barragem rompida, e enfrentam dificuldades para escavação devido a profundidade da lama. Militares e voluntários de outros estados ajudam nos trabalhos.

Veja também

Crime ocorreu enquanto a vítima viajava junto com o marido dela pelo continente asiático, segundo a embaixada do Brasil em Nova Déli.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias