Polícia Civil prende mãe e líder religioso envolvidos em estupro de vulnerável

Policiais civis da Delegacia de Atendimento à Mulher de Nova Iguaçu prenderam uma mulher e um homem pelos crimes de estupro de vulnerável
às
pol
Foto: Divulgação/google

Policiais civis da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) de Nova Iguaçu prenderam uma mulher e um homem pelos crimes de estupro de vulnerável e armazenamento de imagem em dispositivo eletrônico. A mulher violentava o próprio filho de 4 anos e enviava as imagens para uma pessoa que imaginava ser uma mulher, com a qual se relacionava virtualmente. A irmã da criminosa presenciou um dos atos e avisou à avó do menino, que denunciou o caso à polícia.

Segundo as investigações estupro de vulnerável, a mulher alegou enviar as imagens para a namorada dela e para um homem que a ameaçava. Diferentemente do alegado, a investigação demonstrou uma relação de cumplicidade e romance entre a acusada e a suposta namorada.

Segundo os agentes, essa namorada, na verdade, seria um homem, presbítero de uma igreja evangélica. Ele foi identificado e preso no mesmo município. O homem se passava por uma mulher e pedia que ela filmasse e compartilhasse cenas de atos sexuais para que uma dívida com um agiota fosse abatida ou cancelada.

Veja também: Quadrilha especializada em desviar cargas de transportadoras é alvo de operação da Polícia Civil e nos acompanhe nas redes sociais.

Veja também

Seguindo a resolução da Lei Estadual 5.198, de 2008, o dia 23 de abril é considerado feriado em todo o estado
às
O Festival Art&Bier encerrou seu primeiro fim de semana neste domingo (21/4) com um público acima do esperado na tenda
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias