Polícia resgata mulher e criança mantidas em cativeiro em Duas Barras

Agentes da 152ª DP (Duas Barras) prenderam, neste domingo (15/10), um homem que manteve uma mulher, de 28 anos, e uma criança, de 1 ano, em cativeiro em uma casa no munic
às
3

Agentes da 152ª DP (Duas Barras) prenderam, neste domingo (15/10), um homem que manteve uma mulher, de 28 anos, e uma criança, de 1 ano, em cativeiro em uma casa no município de Duas Barras, Região Serrana do Rio de Janeiro. A ação contou com apoio da Polícia Militar.

Segundo os agentes, a mãe da mulher comunicou o desaparecimento da filha, residente no município de Além Paraíba, em Minas Gerais, no dia 15 de outubro deste ano. Ela também disse que a vítima conheceu um homem por meio de uma rede social e foi até a cidade de Duas Barras para encontrá-lo pessoalmente.

Após perder contato com a filha por horas, recebeu uma mensagem informando que ela estaria sendo mantida em cativeiro em uma casa com sua bebê pelo homem que conheceu na internet. A vítima relatou para a mãe que estava sendo agredida e ameaçada, mas conseguiu enviar a localização aproximada do local pelo GPS do celular.

Os policiais foram em diligência para o distrito de Monnerat, em Duas Barras, verificar a informação e encontraram uma casa toda fechada, que chamou a atenção. Os agentes baterem à porta, o suspeito atendeu e a vítima saiu da residência correndo e chorando, com a filha no colo.

A mulher confirmou que era mantida em cárcere privado há três dias e vinha sofrendo agressões físicas e psicológicas, além de ser ameaçada de morte. Ela também afirmou que foi obrigada a manter relações sexuais com o suspeito.

No imóvel, os policiais viram toalhas nas janelas para que ninguém visse o que estava acontecendo lá dentro. Na casa não havia fogão ou geladeira. A vítima informou que estava dormindo com sua filha em um colchão sujo no chão e que estava sem se alimentar regularmente desde que chegou no cativeiro.

O homem foi preso em flagrante pelos crimes de estupro e cárcere privado.

Veja também

Encerradas definitivamente, sistema de transferências via DOC, um dos mais tradicionais meios de pagamentos bancários por décadas.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias