Professor de academia é preso acusado de filmar e vender imagens das alunas

Segundo o delegado, o professor confessou o crime. Ele usava uma microcâmera na pochete. Uma das fotos tiradas é de uma menor de idade.
às
Screenshot_6
Professor de ginástica é preso por filmar e fotografar alunas sem autorização - Foto: Reprodução TV Globo

Um professor de ginástica de uma academia de São Gonçalo, foi preso após confessar, segundo a polícia, que filmava e fotografava as alunas sem elas saberem. De acordo com as investigações, as imagens eram vendidas em uma rede social. O professor foi preso nesta terça-feira (17).

As alunas da academia se encontraram na delegacia de Alcântara, em São Gonçalo, também nesta terça. Todas afirmam que foram vítimas do professor de ginástica Leonardo Azevedo da Costa, de 34 anos.

Uma delas recebeu uma mensagem alertando que o professor expunha fotos e vídeos das alunas num um grupo de uma rede social.

“Nunca desconfiamos, era ótimo professor, as aulas de dança dele eram muito boas e às vezes depois da aula ele chamava pra fazer alongamento, coisas normais de academia. Agora que fomos ver que nossas fotos de costas na parte de trás de quando a gente alogava estavam nesses grupos – a gente não tinha como saber que ele estava fotografando”, diz Michele Sarlo.

Várias das mulheres se reconheceram nas imagens. A filha de Marcelo Lima, menor de idade, era uma das alunas do grupo.

“Eu, minha esposa, minha filha malhamos na academia há um ano e ficamos sabendo desse crime bárbaro, contra várias meninas que estão ali praticando atividade física. Nem dentro das academias as mulheres estão livres de acontecer uma situação dessa. Fiquei muito constrangido quando [soube que] a foto da minha filha estava nesse site desse criminoso, sendo comercializada…”, lamentou Marcelo.

O delegado responsável pelas investigações, Luis Maurício Armond Campos, diz que Leonardo cobrava para que as pessoas tivessem acesso ao grupo.

Leonardo foi preso nesta terça em casa e, segundo a polícia confessou o crime. “Ele confessa que fazia isso com uma menor, o que é pornografia infantil, o que vai acarretar prisão em flagrante. Ele usava uma microcâmera na pochete”, explicou o delegado.

Crédito: Mônica Teixeira – Portal g1

Veja também

Com o avanço da epidemia dengue na cidade, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio (SMS) tem tomado uma série de medidas contra a proliferação
às
O registro da Onça-parda, raro do felino macho foi feito nos dias 6 e 7 de fevereiro, por meio de armadilhas fotográficas
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias