Preso casal que transportava mais de 5kg de cocaína no Aeroporto Internacional do Rio

Agentes da Polícia Federal (PF) prenderam em flagrante um casal que transportava 5,2kg de cocaína no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), Zona Norte do Rio. O caso aconteceu no fim da tarde do último sábado (23)

Segundo a PF, o homem de 29 anos e a jovem de 21 – ambos naturais do Rio de Janeiro – pretendiam embarcar em voo com destino à cidade portuguesa de Funchal, na Ilha da Madeira, de onde partiriam com a droga até o destino final em Barcelona, na Espanha.

Após fiscalização de rotina, os policiais federais lotados na Delegacia Especializada do Aeroporto Internacional no Galeão, identificaram a droga oculta no forro da bagagem despachada pelo casal.

Os presos foram encaminhado à Superintendência Regional da PF, na Praça Mauá, para o Auto de Prisão em Flagrante e responderão pelo crime de tráfico internacional de drogas, cuja pena pode chegar até 15 anos de reclusão.
Crédito: Portal g1

BPRv de Boa Esperança prende homem transportando 2,5kg de pasta base de cocaína

Mais uma apreensão do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), de Boa Esperança, em Rio Bonito, atrapalha o tráfico de drogas da Região dos Lagos. Na madrugada desta terça-feira (22), os agentes conseguiram apreender 2,5kg de pasta base de cocaína escondidos na mala de um veículo que passava pelo posto. O homem que dirigia o carro foi preso em flagrante. De acordo com a polícia, a carga está avaliada em cerca de R$ 40 mil.

Segundo informações dos policiais, um Ônix com placa de Minas Gerais estava trafegando pela RJ-124, quando foi parado pelos agentes. Após apresentar nervosismo ao ver os policiais, foi feita uma revista no veículo e encontrados dois tijolos de pasta base de cocaína embaixo do estepe.

O motorista do veículo teria dito a polícia que pego a droga na comunidade Nova Holanda, no Rio, e a levaria para Saquarema, e pelo ‘serviço’, receberia R$700,00. O caso foi registrado na 119ª Delegacia de Polícia de Rio Bonito, pra onde o acusado foi levado.

BPRv de Boa Esperança, em Rio Bonito, apreende 3kg de cocaína com passageiro de carro de aplicativo

Mais uma vez os agentes do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) de Boa Esperança, em Rio Bonito, fizeram uma apreensão de drogas. Na noite da última terça-feira (15), 3kg de cocaína acondicionadas em 625 pinos foram encontrada na mochila do passageiro de um transporte de aplicativo, que levaria a droga para Araruama.

Segundo os policiais, o acusado disse que receberia R$700,00 para levar a droga da Vila da Penha, no Rio, para Araruama. A droga estava avaliada em R$15 mil. O acusado foi preso em flagrante e encaminhado a 119ª Delegacia de Polícia de Rio Bonito.

Polícia Federal de São paulo apreende mais de 50 kg de cocaína escondidos em camisas sociais

A PF (Polícia Federal) prendeu na madrugada desta sexta-feira (11) dois passageiros de voos internacionais tentando embarcar no aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, para o continente africano com cocaína oculta em camisas sociais masculinas.

Policiais federais fiscalizavam as bagagens despachadas para um voo com destino a Doha, no Catar, e identificaram uma grande quantidade de material orgânico dentro de quatro malas semelhantes.

Os passageiros, ambos brasileiros de 24 anos, foram localizados já dentro da aeronave e conduzidos à delegacia da PF para que as malas fossem revistadas na presença de testemunhas.

Dentro das bagagens foram encontrados mais de 51 quilos de cocaína dentro de camisas sociais novas. Os suspeitos, que tinham como destino a cidade de Joanesburgo, na África do Sul, receberam voz de prisão. Os presos foram apresentados à Justiça Federal e responderão por tráfico internacional de drogas.

Crédito: Portal R7

Submarino é encontrado no Oceano Pacífico com 4 toneladas de cocaína

A Marinha da Colômbia apreendeu quatro toneladas de cocaína em um submarino de 15 metros de comprimento no sul do Oceano Pacífico.

Quatro pessoas foram presas a bordo do barco semissubmersível, que se dirigia para a costa da América Central.

A embarcação foi levada para o cais da guarda costeira de Tumaco, e testes confirmaram que a substância era cocaína.

Segundo a Marinha colombiana, a droga pertencia a um grupo dissidente das Farc e está avaliada em US$ 150 milhões (quase R$ 800 milhões).

“A apreensão afeta consideravelmente as finanças dos dissidentes das Farc”, afirmou Francisco Hernando Cubides Granados, vice-almirante da Marinha colombiana, na segunda-feira (7).

“Não estão mais recebendo US$ 150 milhões. Esse dinheiro é usado para financiar a compra de armas, a mineração ilegal e a criminalidade na área do Pacífico colombiano”, disse o vice-almirante.

Apesar de lutar há décadas contra o narcotráfico, a Colômbia continua sendo um dos maiores produtores e exportadores mundiais de cocaína.

Crédito: portal g1