Chão se abre e funcionários de estamparia de Petrópolis são engolidos no dia da tragédia; veja vídeo

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que o solo desaba sob uma estamparia e funcionários são engolidos durante a tempestade que matou mais de 190 pessoas em Petrópolis, na Região Serrana, na semana passada.

Bombeiros confirmaram ao g1 que a estamparia fica no Morro da Oficina, uma das áreas mais afetadas pelas chuvas. O vídeo aconteceu no dia do temporal, em 15 de fevereiro, e segundo os bombeiros, os trabalhos de resgato no local já foram realizados.

Moradores do Morro da Oficina, no Alto da Serra, um dos locais mais atingidos pela chuva do último dia 15 de fevereiro em Petrópolis, afirmaram que quem estava na estamparia que foi destruída não conseguiu se salvar.

“Não sobreviveu ninguém. Nem quem estava na estamparia nem nas casas embaixo. Tinha duas casas”, relatou Carlos Eduardo Ramiro da Silva, 34 anos, desempregado.

Oficialmente, não há informações sobre os funcionários que aparecem no vídeo.

As chuvas em Petrópolis já deixaram mais de 190 mortos. As ruas da cidade voltaram a ficar alagadas na última terça-feira (22) por causa de uma forte chuva que atingiu a cidade nesta tarde.

Não houve registro de novos incidentes.

Crédito: Portal g1

Morro da Forca desaba em Ouro Preto e atinge pelo menos dois casarões; Veja o vídeo

O morro da Forca, localizado na praça da Estação, no centro de em Ouro Preto, na região Central do Estado em Minas Gerais, desabou na manhã desta quinta-feira (13) e atingiu pelo menos dois casarões. Um vídeo impressionante mostra o momento do desabamento.

Nas imagens, é possível ver quando o movimento de terra se desloca e atinge a fiação de postes. Pessoas que estavam no local, inclusive da Defesa Civil, deixam a rua às pressas.

Os imóveis que foram destruídos pela avalanche de terra eram tombados e, até o momento, não houve registro de vítimas, já que a Defesa Civil evacuou a área pouco antes do ocorrido.

De acordo com a Defesa Civil, o local já vinha sendo monitorado em função das fortes chuvas que têm atingido a cidade nos últimos dias.

Além da equipe da Defesa Civil, estão no local militares do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar.

Assista o vídeo: