Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas do RJ estoura galpão em Itaguaí, com cloridrato de cocaína sendo embalado em mangas

A Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas estouro na tarde da última quinta-feira (30) um galpão em Itaguaí, com cloridrato de Cocaína sendo embalado em mangas. A carga seria exportada pra Europa.

Pelas imagens é possível ver o grande depósito e diversas caixas da fruta em cima da mesa. Os agentes ainda contabilizam a quantidade de drogas.

A droga ainda está sendo contabilizada, e por se tratar de cloridrato de cocaína, o valor de venda no destino (Europa) é de 30 mil euros cada quilo.

As investigações apontam que a droga pertence à organização criminosa do litoral de São Paulo. Os criminosos pertencem a uma das maiores quadrilhas especializadas em logística internacional de remessa de cocaína da américa do Sul para Europa.

Três criminosos foram presos nas imediações quando tentavam escapar da ação policial, com eles foi apreendido uma pistola.

O esquema funcionava com o transporte da droga, que saía de outros Estados em fardos de açúcar e, posteriormente, eram acondicionadas em mangas por meio de um recipiente de plástico, para serem exportadas para a Europa.

A quadrilha ainda se utilizava de contêiner refrigerado já que este tipo de operação dificulta a fiscalização das autoridades devido a logística de se retirar o material em local próprio.

 

Crédito: https://bandnewsfmrio.com.br/

PM de Rio Bonito prende acusado de tráfico na Praça Cruzeiro com mais de 80 sacolés de cocaína

Policiais da 3ª Cia da Polícia Militar de Rio Bonito prenderam um homem acusado de tráfico de drogas com 81 sacolés de cocaína e 15 pinos da mesma droga, no bairro da Praça Cruzeiro. A ocorrência aconteceu na noite de ontem, segunda-feira (27), após os agentes receberem denúncias de um homem traficando na Rua Antônio Benevides. Quando chegaram ao local, os policiais avistaram o acusado indicado na descrição e ao lado dele estaria a droga apreendida. No total, foram apreendidos,
42 sacolés cocaína de R$ 10;
15 pinos de cocaína de R$ 15;
31 sacolés de cocaína de R$ 20;
08 sacolés de cocaína de R$ 30.

O caso foi registrado na 119ª Delegacia de Polícia de Rio Bonito.

Caminhão que transportava frango e apreendido com armas e drogas pela Polícia Civil

Policiais civis da 14ª DP (Leblon) apreenderam, nesta segunda-feira (27/09), cerca de duas toneladas de maconha, sete fuzis e cinco pistolas, além de centenas de munições. A apreensão ocorreu na Avenida Brasil, próximo à Fiocruz, na Zona Norte do Rio.De acordo com a delegacia, o carregamento estava no fundo falso de um caminhão do estado de Santa Catarina, que transportava cerca de 20 toneladas de frango. As armas e drogas abasteceriam comunidades da Zona Sul ligadas à maior facção criminosa do Rio.

Ainda segundo a 14ª DP, a apreensão foi realizada devido a um monitoramento do Setor de Inteligência da distrital durante uma investigação sobre tráfico de entorpecentes no estado. Na operação foram utilizados cachorros da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), que conseguiram localizar a droga entre o frango.

 

Fonte: O São Gonçalo

Padre de 40 anos é preso acusado de desviar R$ 620 mil para festas com orgias e drogas

O padre italiano Francesco Spagnesi, de 40 anos, foi preso suspeito de desviar R$ 620 mil dos fundos da igreja para pagar por orgias em sua casa. De acordo com informações do The Times, o sacerdote está em prisão domiciliar acusado de furto.

Segundo as autoridades italianas, as orgias, supostamente promovidas por Francesco, eram regadas a drogas. Além do padre, diversas pessoas também estão sendo investigadas pela possível participação nos atos nos últimos dois anos.

Conforme o The Times, as festas geralmente envolviam o padre, seu colega de apartamento, que é traficante de drogas, e pelo menos mais uma pessoa, que eles encontravam em sites de encontros destinados a homossexuais. Outras festas semanais, no entanto, envolviam grupos grandes, com até 20 ou 30 pessoas.

As investigações começaram após o colega de apartamento do padre importar um litro de GHB (ácido gama-hidroxibutírico) da Holanda. A substância, chamada de ‘droga de estupro’, é usada para incapacitar vítimas de violência sexual.

Durante buscas no apartamento do padre, a polícia encontrou garrafas adaptadas para funcionar como cachimbos de crack. Além disso, um contador paroquial descobriu, nos últimos meses, que cerca de R$ 620 mil foram retirados da conta bancária da paróquia.

Depois do episódio com os R$ 620 mil, o bispo local bloqueou o acesso aos fundos, levando Francesco a supostamente começar a arrecadar dinheiro da cestinha de coleta da igreja e solicitar fundos aparentemente destinados a famílias de baixa renda. O The Times apontou que o sacerdote conseguiu arrecadar centenas de euros com essas doações.

De início, o padre teria dito que o dinheiro desaparecido dos fundos da igreja tinha ido para famílias necessitadas, mas depois ele admitiu sofrer de dependência química. Ao The Times, a defesa de Spagnesi informou que ele confessou o fornecimento de drogas nas festas e que vai admitir publicamente ter roubado fundos da igreja.

 

Fonte: ISTOÉ

Arlindinho fala pela primeira vez sobre vício do pai em cocaína; “Meu pai só fez mal para ele”

Arlindinho, filho de Arlindo Cruz, foi o convidado do quadro ‘Cara a Tapa’, do canal do youtube do jornalista Rica Perrone. Durante o bate-papo, o sambista abriu o coração e falou pela primeira vez sobre o vício do pai, que por muitos anos, antes de sofrer o AVC em 2017, cheirou cocaína. “Meu pai estava no melhor momento da vida. Ele estava me lançando, passando bastão. Ele queria que as pessoas me conhecessem como artista. Ele estava há alguns meses sem usar drogas.

Ele nunca tinha falado disso porque queria esperar minha irmã crescer. Mas logo que contou, aconteceu tudo isso (o AVC do pai). Eu sempre soube. Ele me contou quando eu tinha 11 anos. Eu peguei aversão a drogas. Trato bem todo mundo, até quem usa. Mas eu não uso. Minha vibe é completamente outra. Um cara tão vencedor, inteligente, amigo, educado. Meu pai só fez mal para ele. Ele fez bem para todo mundo. Nunca tratou ninguém com indiferença”, disse o cantor.

Arlindinho fez questão também de falar que o pai sempre foi querido pelos amigos, ajudava muita gente e que apesar do vício, sempre fez questão de fazer um bom pé de meia para a família: “Ele já tinha se tratado algumas vezes, mas nunca tinha conseguido tanto tempo sem usar droga alguma. Meu pai com todas as loucuras dele,  teve pensamento com a família. Comprou imóveis, conseguiu minimamente manter a família dele digna”.

 

Crédito: odia.ig.com.br