Whindersson Nunes sobre dinheiro: ‘R$ 20 milhões só de publicidade no Instagram’

Whindersson Nunes abriu o jogo sobre seus ganhos com as redes sociais e admitiu que anualmente, chega a fazer R$ 20 milhões apenas com publicidades no Instagram. Em entrevista para o podcast “Primocast”, o humorista ainda revelou ter rejeitado recentemente uma proposta de cerca de R$ 10 milhões.

“Dinheiro guardado tenho pouco. Eu não tenho uma conta para me gabar e mostrar quanto eu tenho. Desde muito cedo, tenho uma filosofia perigosa de deixar ir [o dinheiro] para vir mais. De ontem para hoje já negamos uns R$ 10 milhões, coisa de aposta, uma empresa que parece que tem alguma coisa governamental. Daqui oito anos, alguém faz investigação e diz que estou envolvido. Existe alguma coisa que a galera quer me botar, para fazer sentido gastar dinheiro, e alguém vai ganhar mais que eu”, contou.

“Sei quanto vou ganhar se eu fizer só alguma coisa o ano inteiro. Só publicidade no Instagram, por exemplo, vou tirar uns R$ 20 milhões”, acrescentou.

O artista explicou que não é do tipo que costuma guardar dinheiro em banco, mas sim, daqueles que gastam com prazeres pessoais e fazem doações. “Se eu quisesse ser um cara com muito dinheiro, eu seria. Por conta também de doar muito, de gastar muito comigo… Não com coisas pessoais, mas com a vida artística. Gasto dinheiro para ir para um lugar novo, experiência nova e ter um ensinamento legal para passar em uma piada. Eu gasto muito. Vou para o país com mais conforto. Eu prezo o conforto na minha vida”, disse ao programa de finanças.

 

Crédito: O Dia

Instagram apresenta instabilidade nesta quinta

Usuários ao redor do mundo relataram dificuldades para acessar o Instagram nesta quinta-feira (26). De acordo com os relatos, o aplicativo está mostrando por engano uma tela de boas-vindas para quem já tem conta na rede social.

O erro faz com que o Instagram sugira os “primeiros” perfis para os usuários seguir, mesmo que eles já estejam seguindo outras contas. “Siga pessoas para começar a ver fotos e vídeos que elas compartilham”, diz a rede social.

O site Downdetector, que reúne relatos de instabilidade, registrou cerca de 580 notificações por volta das 13h40 (horário de Brasília). Nos Estados Unidos, houve mais de 6.700 no mesmo horário.

Erro com filtros

Alguns usuários da rede social já haviam reclamado na manhã desta quinta por conta de uma falha que impediu o uso de filtros nos stories. Esse erro estaria levando o aplicativo a mostrar a seguinte mensagem: “Não é possível usar este efeito no seu dispositivo”.

O Snapchat, outra rede social que permite usar filtros em fotos e vídeos, também ficou entre os temas mais comentados. Alguns dos usuários afirmaram que voltarão a usar o aplicativo por conta da falha no Instagram.

Procurado pelo g1, o Instagram informou que está investigando a situação.

Crédito: g1

Influenciadora de Rio Bonito tem conta no Instagram hackeada

Influenciadores e pessoas que usam suas contas do Instagram para fins comerciais devem tomar muito cuidado, o número de pessoas vítimas de hackers que roubam suas contas aumentou. Nesta semana, a influenciadora de Rio Bonito, Tielen Rangel foi uma dessas vítimas.

Ela conta que passou por momentos de tensão, pois apesar de ter feito a autenticação em dois fatores na conta da sua empresa, mesmo assim, os bandidos conseguiram invadir o perfil da empresa através do Pin do chip do seu celular – uma chave de segurança que possibilita a autenticação de usuários e protege suas informações com uma senha. Eles trocaram todos os dados da conta, inclusive aqueles para recuperação do perfil.

Ela só conseguiu recuperar o controle do perfil após quatro dias com a ajuda de um profissional.

“Hoje é recomendado ter a autenticação de dois fatores, mas feito por um aplicativo, e mesmo assim também não é 100% de garantia, mas facilita a vida na hora de tentar resgatar. Infelizmente algumas operadoras estão deixando escapar informações. É importante alterar o Pin, por que as operadoras de dão o Pin, mas é o mesmo pra todo mundo, eles não informam que você tem que entrar e alterar para botar o número que você quer”, explica Tielen.

 

 

Instagram faz mudanças na visualização do ‘feed’; veja como funciona

A partir desta quarta-feira, usuários do Instagram ao redor do mundo deverão se deparar com um nova atualização que mudará a forma de visualização do feed da rede social. De acordo com a plataforma, os internautas poderão alternar entre três versões diferentes na tela inicial: “Página Inicial”, “Favoritos” e “Seguindo” (veja abaixo como vão funcionar).

Segundo a companhia, o objetivo da atualização é que as pessoas tenham mais opções de controle sobre os conteúdos que desejam visualizar em seus feeds.

A atualização atende a um desejo antigo dos usuários do Instagram, que pediam o retorno da ordem cronológica nas publicações.

A novidade já estava prevista no calendário da companhia, mas não havia sido divulgado quando a atualização estaria disponível. Em janeiro, Adam Mosseri, CEO do Instagram, disse que o novo recurso chegaria a todos os usuários ao longo do primeiro semestre de 2022.

Como é hoje

Hoje, o feed do Instagram é organizado por meio de algoritmos que combinam publicações baseadas nos perfis seguidos pelo usuário com recomendações de conteúdos da plataforma.

Nesta condição, o usuário não acessava o feed de notícias com base na ordem que as postagens foram publicadas, mas sim de acordo com as recomendações personalizadas pelo algoritmo.

Veja como vai funcionar

  • Página Inicial: o formato atual do feed no Instagram. Esta opção continuará trazendo uma mistura de conteúdos de pessoas e contas que você segue classificados por algoritmos, outros conteúdos recomendados que você pode gostar e muito mais. A “Página Inicial” será a visualização padrão, portanto, sempre que você acessar seu feed, você continuará o vendo dessa forma.
  • Favoritos: mostrará as publicações das contas que você selecionar, em ordem cronológica. Ou seja, você poderá escolher as contas favoritas das quais você não quer perder nenhum conteúdo.
  • Seguindo: mostrará as postagens apenas das pessoas que você segue, também em ordem cronológica.

Mais opções para o usuário

Apesar de atender a um pedido antigo dos usuários para que a ordem cronológica das publicações retornasse ao feed de vídeos e imagens, o Instagram ressaltou que seus internautas utilizam a plataforma de maneiras diferentes, e as múltiplas opções de visualização podem ajudar as pessoas a decidirem o que funciona melhor para elas.

“Além disso, realizamos pesquisas que apontaram que a nossa comunidade está mais satisfeita com um feed classificado por algoritmo, por isso não estamos padronizando a experiência de todos em um feed cronológico”, disse a empresa.

O Instagram informou ainda que, em média, as pessoas veem mais de 90% dos posts de seus amigos em um feed classificado com algoritmos (ou seja, baseado em recomendações personalizadas, como funcionava até então).

“Esse número foi inferior à metade com um feed cronológico. E como as pessoas são mais engajadas em um feed rankeado, uma publicação é vista por 50% mais seguidores do que com o feed cronológico”, ressaltou a plataforma.

 

 

Crédito: Jornal Extra

 

Internauta que teve conta do Instagram hackeada deve receber indenização de R$ 3 mil do Facebook

O 3º Juizado Especial Cível de Brasília determinou que o Facebook Serviços Online do Brasil pague R$ 3 mil de indenização, por danos morais, para um usuário que teve a conta hackeada.

O advogado Fabiano Sommerlatte contou, no processo, que o perfil que usava nas redes sociais foi invadido enquanto usava o wi-fi do aeroporto do Rio de Janeiro. Ao perceber o acesso indevido à conta do Instagram, a vítima disse que tentou entrar em contato com a plataforma, por telefone e via e-mail, mas não conseguiu falar com a central de atendimento ao consumidor.

O advogado disse ainda que tentou remover o perfil várias vezes e não conseguiu. Outras duas contas também acabaram vinculadas em seu nome sem autorização.

Ao g1, o escritório do Facebook no Brasil, que também responde pelo Instagram, informou que vai recorrer da decisão.

Na sentença, a juíza Gisele Rocha Raposo destacou a falha na segurança e na prestação dos serviços.

“É inegável que ter seus dados pessoais com informações, fotos e vídeos tomado por terceiro, traz angústia e sofrimento que em muito supera o mero aborrecimento […]. Restou cabalmente demonstrado nos autos a falha na segurança dos serviços prestados pelo requerido ao permitir o ‘hackeamento’ da conta, além do vício no serviço consistente na demora do seu bloqueio”, afirmou a juíza.

Além disso, a magistrada alertou que a “demora injustificada no bloqueio ou restabelecimento ou do perfil”, revela “menosprezo aos direitos do consumidor (…) resultando em transtornos aptos a violar a dignidade e configurar dano moral passível de indenização pecuniária”.

“No tocante ao dano moral, os documentos juntados aos autos demonstram que, após várias tentativas de recuperação da sua conta no Instagram, o requerido manteve-se inerte.”

Como recuperar a conta

Em caso de suspeita de invasão ao perfil nas redes sociais, é possível denunciar o acesso indevido por meio do aplicativo. O Instagram também disponibiliza um formulário para que o usuário informe a situação à plataforma.

Já, para recuperar a conta invadida, o Instagram orienta buscar a Central de Ajuda do Instagram.

Passo a passo:

  1. Verifique se há uma mensagem do Instagram na sua conta de e-mail: Se você recebeu um e-mail de security@mail.instagram.com informando que seu endereço de e-mail foi alterado, poderá desfazer a ação usando a opção reverter essa alteração na mensagem.
  2. Se outras informações também foram alteradas (por exemplo, sua senha) e não foi possível reverter seu endereço de e-mail, solicite um link de login ou um código de segurança ao Instagram: na tela de login, toque em “obter ajuda”.
  3. Se você não conseguir recuperar sua senha com o link de login, é possível solicitar o suporte (toque em “Precisa de mais ajuda?”).
  4. Para recuperar a conta, será necessário um endereço de e-mail seguro, diferente do usado anteriormente, ao qual somente você tenha acesso. Depois de enviar a solicitação, o usuário receberá um e-mail do Instagram com as próximas etapas.

Segundo o Instagram, qualquer pessoa que tiver acesso ao e-mail e/ou telefone cadastrado em uma conta da plataforma poderá ter acesso a ela. Assim, é importante que os usuários se certifiquem de que a conta de e-mail esteja segura e de que a autenticação de dois fatores (por aplicativo, SMS ou WhatsApp) esteja ativa.

Crédito: g1.globo.com