Pedágios mais caros a partir do dia 20; tarifa da Autopista Fluminense passará de R$ 6,10 para R$ 6,60; veja os novos preços

A Agência Nacional de Transportes Terrestres publicou no Diário Oficial da União da última terça-feira, 07, o reajuste da Tarifa Básica de Pedágio – TBP do contrato de concessão da rodovia BR-101/RJ, trecho de divisa entre RJ/ES – Ponte Presidente Costa e Silva (Ponte Rio-Niterói), explorado pela Autopista Fluminense S.A.

A medida consta da Deliberação nº 357/2021, que aprovou a 14ª Revisão Ordinária.

O reajuste corresponde à variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA,  que indicou percentual positivo de 10,38%.

Dessa forma, a Tarifa Básica de Pedágio reajustada após arredondamento, para a categoria de veículo 1, passa dos atuais R$ 6,10 para R$ 6,60 nas praças de pedágio P1, em Campos dos Goytacazes/RJ; P2, em Conceição de Macabu/RJ; P3, em Casimiro de Abreu/RJ; P4, em Rio Bonito/RJ; e P5, em São Gonçalo/RJ.

Os novos valores entram em vigor a partir da zero hora do dia 20 de junho de 2022.

As alterações de tarifa da Concessionária são calculadas a partir da combinação de alguns itens previstos em contrato, como reajuste e revisão. O reajuste objetiva a correção monetária dos valores da tarifa e leva em consideração a variação do IPCA. Acontece uma vez ao ano, sempre no aniversário do início da cobrança de pedágio.  E a revisão visa recompor o equilíbrio econômico-financeiro celebrado no contrato de concessão.

Ainda segundo a ANTT, o volume diário médio da rodovia é de 74 mil veículos, sendo 20% de veículos comerciais. A maior movimentação é registrada na Avenida do Contorno, em Niterói, com cerca de 100 mil veículos. Na região de Silva Jardim, Casimiro de Abreu e Macaé, o volume diário médio de tráfego é de 15 mil veículos. No trecho próximo à divisão com o Estado do Espírito Santo, o volume diário médio de trânsito é de seis mil veículos.

 

 

 

Fonte: Alexandre Pelegi – diariodotransporte.com.br e Jornal O São Gonçalo

 

Policiais militares são atacados por criminosos que se preparavam para arrastão na Rodovia Niterói-Manilha

Policiais militares e bandidos trocaram tiros na Rodovia Niterói Manilha, na altura do bairro Boa Vista, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, mais uma vez. Os policiais se depararam com três criminosos armados em uma Spin branca durante a noite da última quinta-feira (05). Os bandidos estavam se preparando para fazer arrastão na rodovia.

De acordo com a Polícia Militar, foi feito um cerco, mas os criminosos estavam na contramão e colidiram com a viatura. Tiros foram disparados. Mesmo com a batida, eles conseguiram fugir nas proximidades do piscinão de São Gonçalo.

Nenhum policial ficou ferido. Foram apreendidos no local uma réplica de fuzil AK 47 e quatro celulares.

 

Fonte: Rádio Tupi FM

Perseguição no Trecho Niterói-Manilha termina com prisão

Uma carga de cigarros foi recuperada, na madrugada desta sexta-feira (21), durante perseguição no trecho Niterói-Manilha da BR-101, altura de São Gonçalo. O motorista do veículo utilitário, que estava com a carga, foi preso em flagrante.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram recuperados quase mil maços de cigarros e 39 pacotes de fumo de rolo. Agentes da PRF realizavam um patrulhamento por volta das 4 horas de hoje na BR-101 quando deram ordem de parada a um veículo utilitário. O motorista ainda tentou empreender fuga, mas foi alcançado pela equipe policial.

Durante a fiscalização, foi verificado que constava contra o automóvel um registro de roubo. Há suspeita que a carga apreendida seja o produto de um assalto ocorrido em Unamar, no município de Cabo Frio, no dia 20 de maio. A ocorrência foi encaminhada à 73ª DP (Neves), central de flagrantes.

 

Fonte: atribunarj.com.br

Acidente entre três carros na Rodovia Niterói-Manilha

Pelo menos uma pessoa ficou gravemente ferida, na manhã de hoje, por conta de um acidente envolvendo três veículos, na Rodovia Niterói-Manilha, na pista sentido Itaboraí. Dois veículos de passeio e um utilitário, da concessionária Enel capotaram após colidirem nas imediações do Shopping São Gonçalo, no bairro Boa Vista, em São Gonçalo.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e socorristas da Arteris Fluminense foram acionados e prestaram os primeiros socorros as vítimas, sendo que uma delas, uma mulher não identificada, foi removida, em estado grave, para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, em São Gonçalo. Outras cinco vítimas sofreram escoriações. Após o acidente, a pista foi interditada e um grande congestionamento começou a se formar para quem seguia em direção à Região dos Lagos. Os motoristas tiveram de passar pelo acostamento, ao passar pelo local do acidente, já que duas pistas foram interditadas.

O acidente complicou ainda mais a situação para quem seguia em direção à Manilha, já que pela manhã o movimento de veículos em direção à BR-101, passando pela Ponte Rio-Niterói registrou grande aumento. No momento dois congestionamentos se formaram, antes e depois do acidente na rodovia, sentido Trevo de Manilha.

Fonte: atribunarj.com.br

Arteris remove faixa reversível da Avenida do Contorno, em Niterói

A Arteris Fluminense, concessionária que administra a BR-101 e o trecho da Niterói-Manilha, retirou nesta segunda-feira (3) a faixa reversível que operava na Avenida do Contorno, em Niterói, desde fevereiro. O tráfego na via foi normalizado, com três faixas nos dois sentidos. A reversível foi construída como alternativa no trânsito após um incêndio que comprometeu a estrutura do viaduto da Rua Monsenhor Reader, nas proximidades do Barreto. A via era voltada principalmente para veículos pesados.

A faixa reversível foi retirada após a finalização das obras de restauração do viaduto, que vinham sido adiadas desde março. Segundo informações, o incêndio que causou o dano na estrutura foi causado por uma briga entre moradores de rua, e acabou atingindo uma camada irregular do concreto, que se desprendeu da armação.

Entretanto, o redutor de velocidade na via ainda vai permanecer até julho devido às últimas obras realizadas na parte inferior do viaduto, na altura do km 320,9. A interdição de 80m de acostamento ao longo da estrutura também vai permanecer pelas próximas semanas.