Operação contra fraudes na compra de terrenos prende sete pessoas no Rio

A Polícia Civil tenta identificar outros integrantes de uma organização criminosa especializada em falsificação de documentos em cartórios para a venda fraudulenta de terrenos, no Rio de Janeiro.

Sete pessoas foram presas, nesta quinta-feira, na Operação Terreno Alheio.

Uma das vítimas, Edniei Rios perdeu 200 mil reais com o golpe.

O chefe da organização, Pedro Gatto Júnior, foi preso no Rio. A mãe dele, de 73 anos, também foi presa. Ela era responsável por convencer as vítimas a fechar negócio.

Entre os integrantes da quadrilha está uma escrevente de cartório de ofícios de notas de Cabo Frio, na Região dos Lagos.

Segundo o delegado Angelo Lages, a escrevente, que já foi tabeliã substituta, usava o cargo para emitir documentos falsos, localizar, além de dar total credibilidade à atuação dos criminosos.

Os terrenos vendidos com o golpe eram de alto valor comercial em Cabo Frio, perto da orla.

Os presos respondem por Organização Criminosa, Falsidade Documental e Estelionato.

Ao todo foram expedidos oito mandados de prisão e 14 de busca e apreensão.

 

Crédito: Band News

Arteris Fluminense reforça a operação especial para o fim de ano na BR-101 RJ/Norte

Durante Réveillon, mais de 400 mil veículos deverão trafegar pelos 322 quilômetros da BR-101 RJ/Norte sob administração da Arteris Fluminense, entre a divisa RJ/ES e Niterói, até o próximo dia 4 de janeiro de 2022.

A operação especial de atendimento ao usuário tem como objetivo garantir mais agilidade no atendimento, manter a ordenação do tráfego e segurança dos usuários, com um esquema diferenciado de operação e sinalização em trechos específicos na rodovia.

Previsão de tráfego

Durante o período é esperada a passagem de mais de 1 milhão veículos na rodovia, com maior concentração no segmento de 60 quilômetros entre as cidades de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Tanguá e Rio Bonito.

No Réveillon, o aumento no fluxo de veículos deve ocorrer a partir das 16h, quando a rodovia deverá receber 93 mil veículos. Previsão também de fluxo intenso hoje (30), com previsão de 94 mil veículos.

Confira a previsão de horários de maior movimento na rodovia:

Horários com Movimentação:

30/12 Quinta-feira Das 14h às 23h
31/12 Sexta-feira Das 6h às 14h
02/01 Domingo Das 12h às 23h

Previsão de Tráfego na BR-101/RJ:

30/12/2021 94 mil
31/12/2021 75 mil
01/01/2022 46 mil
02/01/2022 108 mil
03/01/2022 122 mil
04/01/2022 86 mil

Operação da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio mira Integrantes de células neonazistas

A Polícia Civil vai analisar a grande quantidade de material apreendido com suspeitos de integrar células nazistas em sete estados do Brasil. Um dos quatro presos durante operação conjunta com o Ministério Público do Rio nesta quinta-feira (16), tinha planos de realizar ações terroristas em festas de final de ano em São Paulo.

O delegado Adriano Franca, titular da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima, conta que uma bomba caseira foi apreendida.

Ao todo, 31 mandados de busca e apreensão foram cumpridos na casa de alvos suspeitos de disseminar ódio contra negros e judeus no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Dentre os materiais apreendidos estão facões, taco com arame farpado, armas, arco e flecha, e uniformes militares. Muitas anotações e livros que falam sobre a vida de Adolf Hitler foram encontrados. Em outras residências, a Polícia se deparou com diversos símbolos mais conhecidos do nazismo.

O promotor Bruno Gaspar disse que a investigação e a operação também possuem um aspecto “educativo”. Muitos alvos eram menores de idade que eram cooptados para passarem por treinamentos.

A investigação sobre a existência de células neonazistas no Rio começou após o atentado à uma creche em Santa Catarina e as apreensões de celulares de suspeitos de conexão com o crime. A Delegacia da Criança e Adolescente Vítima recebeu um alerta dos Estado Unidos por meio da Cyber Lab.

Em maio deste ano, agentes da Dcav prenderam um suspeito. A Polícia apreendeu com ele um computador, um telefone e quatro videogames.

Foi provado que ele mantinha contato com adultos e menores. O suspeito integrava grupos de aplicativos de mensagens cujos membros se autodeclaram nazistas, ultranacionalistas e nacional-socialistas.

 

Crédito: BandNews

Operação da PM em busca de criminosos que cometeram chacina em Itaboraí termina com dois mortos

Dois criminosos morreram após trocarem tiros com policiais na área da mata, conhecida como Ilha, no bairro Visconde, em Itaboraí, na manhã de segunda-feira (13). Com eles foram apreendidas armas, drogas e rádios transmissores. Um dos mortos tinha 23 anos e o outro 22. Os dois não possuíam anotações criminais.

Segundo informações da Polícia Militar, os policiais do 35ª BPM (Itaboraí) foram até o bairro Visconde para tentar localizar os homens responsáveis por atirarem em pessoas em uma padaria no bairro Retiro São Joaquim na noite do último domingo (12), deixando cinco pessoas mortas e duas feridas. Enquanto patrulhavam a região, os agentes foram informados por populares que haviam criminosos no local conhecido como ‘Ilha’, que fica dentro da mata. Os policiais, então, seguiram até o endereço e fizeram um cerco tático. Os criminosos iniciaram um confronto com os agentes, que revidaram. Após o cessar fogo, os criminosos foram encontrados, já mortos.

Com os bandidos foram localizados um fuzil (com um carregador desmuniciado), uma pistola Taurus de 9mm (com um carregador, cinco munições para a pistola), um revólver Taurus calibre 38 (com 04 munições deflagradas e 02 intactas), 02 rádios transmissores, 184 trouxinhas de maconha, 471 pinos de cocaína e 225 pedras de crack. O caso foi registrado na Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG).

 

Crédito: O São Gonçalo

Policial Militar é atropelado durante Operação Lei Seca em Niterói

Durante blitz da Operação Lei Seca, um policial militar, que estava de serviço no local, foi atropelado, na madrugada desta quarta-feira (13), em uma ação que acontecia na Avenida Marquês do Paraná, no Centro de Niterói. Vítima e acusado foram socorridos ao Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL), mas, enquanto era atendido, o autor fugiu.

Segundo informações da Polícia Militar, o autor do atropelamento dirigia um automóvel, modelo Renault Logan, e colidiu em uma viatura da Operação Lei Seca. O PM Kaio Jorge Amarante Tavares, de 33 anos, estava encostado no automóvel e foi arremessado a uma distância de três metros.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e socorreu o motorista do Logan e o policial ao HEAL. No entanto, enquanto os agentes aguardavam pela perícia, foram informados que o acusado havia saído do hospital, após passar pelo vigilante, afirmando que havia recebido alta médica. Contudo, o homem não apresentou nenhum papel que comprovasse isso, antes de sair.

Ainda segundo a PM, o motorista estava com ferimentos profundos na face. O caso foi encaminhado à 76ª DP (Niterói), que fez o registro de ocorrência como lesão corporal. O automóvel do acusado, assim como documentos e crachá, foram deixados com um amigo dele, identificado como Jean. O policial Kaio já recebeu alta médica, passa bem, e teve apenas escoriações.

A Delegacia de Niterói irá investigar o caso. Até o momento da publicação deste texto, o motorista do Logan não havia sido localizado. Assim que os policiais o fizerem, o homem deverá prestar depoimento para esclarecer as circunstâncias do acidente. Caso seja apurada a responsabilidade dele, poderá responder pelo crime de lesão corporal.

 

Fonte: Atribuna