Grávida é baleada durante chá de bebê em Petropólis

Um policial militar é o principal suspeito de ter atirado numa gestante, de 19 anos, e seu bebê em Petrópolis, no último domingo (26). Segundo informações do G1, no dia do chá de bebê da jovem, ela estava comemorando com seus familiares e todos estavam na rua, próximos a um bar, quando o policial, que estava de folga, pegou uma arma e deferiu tiros ao passar pelo bairro Meio da Serra. Uma dos tiros quase atingiu o coração da jovem grávida. O caso foi encaminhado para a 105ª DP (Petrópolis).

Agentes da Polícia Civil seguem investigando o caso. Até o momento, sabe-se que ele é lotado no 26º BPM (Petrópolis) e que ele se apresentou no local após o crime. O homem já teria demonstrado ser agressivo no local outras vezes e, segundo o G1, principalmente ao ingerir bebidas alcoólicas.

A jovem de 19 anos foi socorrida no mesmo momento do ocorrido e passou por uma cirurgia. Ela segue em estado estável com seu bebê no Hospital Alcides Carneiro. Mais quatro pessoas se feriram no ato, mas todas seguem bem.

 

Fonte: osaogoncalo

Homem que atirou em vizinhos por causa de latidos de cachorro é preso em Petrópolis

Policiais civis da 105ª Delegacia de Polícia de Petrópolis, prenderam, na última terça-feira (6), um homem acusado de tentar matar  os vizinhos. Segundo os agentes, após uma discussão banal por causa dos latidos de um cachorro, o homem atirou contra os donos do animal. O caso aconteceu no dia 4 de abril deste ano, no bairro Roseiral, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio.

De acordo com depoimentos de testemunhas, após a discussão, o autor retirou uma pistola da cintura e atirou várias vezes contra dois vizinhos. Os policiais realizara diligências até localizarem o acusado no bairro Cascatinha, também em Petrópolis.

De acordo com a polícia, o homem saiu recentemente do sistema prisional e possui histórico criminal e passagens na polícia por roubo, furto, estelionato, resistência e ameaça.

Será publicado neste sábado (30) decreto que norteara a volta as aulas em Petrópolis

Um decreto municipal que será publicado neste sábado (30) no Diário Oficial vai nortear a volta às aulas em Petrópolis. Segundo o prefeito interino, Hingo Hammes, que se reuniu pela manhã com representantes da Secretaria Municipal de Educação, Sepe, Sinpro, Câmara de Vereadores e outras entidades representativas do setor educacional, o texto do documento será discutido em nova reunião a ser realizada nesta sexta-feira (29). O encontro terá a participação de nomes da área técnica da Saúde e de representantes de escolas particulares.

O decreto trará informações sobre previsão de retorno das aulas presenciais nas escolas públicas, privadas e também em universidades. “Esta discussão tem que ser feita de maneira responsável, visando proteger profissionais da educação e seus familiares, mas também os estudantes. Estamos escutando profissionais de diferentes áreas e buscando soluções. Temos grande preocupação com a saúde mental destas crianças e adolescentes e também com toda a questão social que envolve este tema”, afirmou o prefeito interino.

A reunião realizada nesta quinta-feira (28) contou com a participação do presidente da Câmara em exercício, Fred Procópio, do presidente da Comissão de Educação da Câmara, Yuri Moura, e da vereadora Gilda Beatriz, que também é membro da comissão, Rose da Silveira, que é representante do SEPE e conselheira do COMED e Frederico Luiz Marmo Fadini, presidente do Sinpro.

 

Fonte: odia.ig.com.br

Vereador de Petrópolis Paulo Igor Morre vítima da COVID-19

O vereador Paulo Igor da Silva Carelli (DC) morreu nesta quinta-feira (31) aos 39 anos de idade vítima da COVID-19. Ele estava internado desde o dia 7 de dezembro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Teresa (HST). A informação foi confirmada pela assessoria do hospital.

“O Hospital Santa Teresa, com pesar, comunica que o paciente Paulo Igor Carelli da Silva faleceu às 17h15 desta quinta-feira, 31 de dezembro de 2020. A família pede para informar que não haverá velório”, informou a assessoria do hospital.

Paulo, ex-presidente da Câmara Municipal de Petrópolis, deixa esposa e três filhos. Nas redes sociais, familiares e amigos lamentaram a morte do vereador.

No último dia 18, o parlamentar foi diplomado por procuração, após ser reeleito para o quarto mandato nas últimas eleições, com 2.150 votos.

 

Fonte: odia.com.br

Campos, Carapebus, Cabo Frio e Petrópolis podem ter novas eleições

Os prefeitos eleitos que estão com algum questionamento na Justiça Eleitoral, começaram nesta quinta-feira (3) a ter a candidatura analisada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Quatro casos foram julgados nesse primeiro dia. Os ministros decidiram que o município de Bom Jesus de Goiás deve ter uma nova eleição para prefeito. Adair, Henrique da Silva (DEM) prefeito eleito na cidade, não poderia ter concorrido em razão de condenação em órgão colegiado.

A decisão abre precedente para a realização de novas eleições em Campos, Carapebus, Cabo Frio e Petrópolis onde os prefeitos eleitos tiveram o registro indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) baseado em condenação em órgão colegiado. Neste caso, o próximo presidente da Câmara dessas cidades assumirá o município interinamente até que o TSE marque novas eleições.

 

Fonte: atribunarj.com