Confira as praias recomendadas para banho nesse fim de semana

O boletim de balneabilidade divulgado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), nesta sexta-feira (22/1), traz 18 praias recomendadas para o banho nas zonas sul e oeste do Rio neste fim de semana (23 e 24/1).

As praias liberadas são Barra de Guaratiba, Grumari, Prainha, Pontal de Sernambetiba, Recreio, Barra da Tijuca (menos no Quebra Mar, em frente à Rua Sargento João da Faria), Joatinga, Pepino, Vidigal, São Conrado (menos no canto esquerdo da praia, próximo ao costão rochoso), Leblon (com exceção dos trechos em frente às Ruas Rita Ludolf e Afrânio de Melo Franco), Ipanema, Arpoador, Diabo, Copacabana, Leme, Vermelha e Urca.

Estão impróprias para o banho as praias de Botafogo e do Flamengo.

Em Niterói, as praias favoráveis ao mergulho são Gragoatá, Boa Viagem, Flechas, Icaraí, São Francisco (menos em frente à Rua Caraíbas), Charitas (com exceção do lado direito do Clube Naval de Charitas), Piratininga, Sossego, Camboinhas, Itaipu e Itacoatiara.

A praia não recomendada para o banho é a de Jurujuba.

O Inea alerta que o banho de mar deve ser evitado nas 24 horas após a ocorrência de chuvas e próximo à saída de galeria de águas pluviais ou canais de drenagem. O boletim de balneabilidade pode ser consultado no site do Inea (www.inea.rj.gov.br).

Praia de Piratininga . Foto: Reprodução/Internet

 

Fonte: osaogoncalo.com.br

Prefeito de Niterói anuncia barreira em novas praias do fim de semana

O prefeito Axel Grael iniciou a tradicional live de quinta-feira falando sobre o trabalho que Niterói tem feito para conter os avanços da Covid-19 e falou sobre as medidas para conter a aglomeração nas praias durante o fim de semana.

“Essa semana começamos a vacinação contra a covid-19. Recebemos 11.620 doses, que é um número baixo para ao que a cidade precisa, mas isso permite iniciar a imunização. Dando prioridade aos profissionais que trabalham na linha de frente contra a doença e os idosos que vivem nas instituições”.

O secretário de saúde, Rodrigo Oliveira, falou sobre a classificação da cidade em relação ao nível de contaminação.

“Seguimos estável. Nosso indicador síntese esrtá em 7,25.Nós permanecemos no sinal amarelo nível II. A nossa taxa de ocupação, tanto nos leitos públicos como privados, segue abaixando”, disse.

Rodrigo relembrou que o processo de vacinação foi iniciado na cidade na terça-feira (19). E que, com a baixa quantidade de doses que os municípios estão recebendo,a prioridade inicial são os profissionais de saúde e os idosos que vivem em Instituições de Longa Permanencia (ILP).

“Não é necessário levar esses idosos a nenhum local. Nós montamos equipes que estão indo até as instituições vacinar esses idosos. Essas equipes também estão indo em cada unidade pública, privada, municipais, estaduais e federais, para realizar essa imunização”.

O secretário informou que na última quarta-feira (20), aproximadamente mil pessoas foram vacinadas e que a cidade vai instituir o Vacinômetro.

“Todos os dias pela manhã, nas redes sociais da prefeitura, será informado o número de vacinas aplicadas no dia anterior e o número total de vacinas aplicadas desde o início da campanha”.

Mais praias com barreiras em Niterói

Sobre as medidas de prevenção preparadas para o próximo fim de semana o Secretário de Ordem Pública, Paulo Henrique, falou sobre as barreiras das praias e que para as medidas funcionarem, é preciso a colaboração de todos.

“Nessa época do ano temos um fluxo grande de pessoas frequentando as nossas praias por causa do calor. Mas nosso foco principal de ações é conter a aglomeração. Reimplantamos as barreiras em Itaipu e em Camboinhas. E é claro que as barreiras causam retenção no trânsito. O trânsito que, aliás, é a prova de que as pessoas continuam indo às praias. Nós estudamos alternativas, mas nenhuma delas será eficiente se o cidadão não se conscientizar que ele deve evitar aglomerações”.

Paulo Henrique explicou que, excepcionalmente no domingo, por causa da prova do ENEM, as barreiras não funcionarão. Mas no sábado terão barreiras em Itacoatiara e em Itaipu,por serem praias menores e com tendência a maior aglomeração.

“Para a próxima semana nós vamos liberar um conjunto de medidas voltadas ao controle de acesso às praias, com operação de reboces e controle de estacionamento”.

Boletim – A cidade de Niterói tem, até a quinta-feira (21) 26.555 casos confirmados na cidade, 25.286 recuperados, 705 óbitos. Em isolmento social com sintomas leves da Covid-19são 308 pessoas e 256 hospitalizadas.

 

Fonte:atribunarj.com.br

Prefeitura de Maricá faz parceria com Marinha para fiscalizar praia e lagoas

A Prefeitura de Maricá, através da Secretaria de Proteção e Defesa Civil, e a Marinha do Brasil firmaram nesta quarta-feira, 09/12, uma parceria para futuras ações de fiscalização nas lagoas e nas praias do município.

Militares da equipe de inspeção naval da Capitania dos Portos visitaram a Defesa Civil para conhecer os equipamentos de prevenção, e coletar informações estatísticas de salvamento aquático. Os dados serão utilizados como parâmetro para futuras ações de fiscalização nas praias e lagoas durante o verão.

Para Celso Netto, secretário da pasta, a parceria torna-se importante por garantir as seguranças nas águas do município. “Mesmo no período de pandemia, com a proximidade do verão nossa cidade pode vir a receber uma grande quantidade de turistas e veranistas, alguns trazendo embarcações de pequeno porte e jet skis, cabe a autoridade marítima, com o apoio da Defesa Civil, regular e fiscalizar essas embarcações a fim de garantir a segurança da população”, comentou.

Ainda de acordo com a Secretaria de Proteção e Defesa Civil, as regras para navegação com jet ski precisam ser respeitadas e cumpridas, como a distância limite para se navegar (200 metros da orla da praia) e o desembarque nas praias, que é permitido, mas a aproximação deve ser perpendicular à orla, e a velocidade não pode ultrapassar 3 nós (5,5 km/h). Além disso, as embarcações só podem ser conduzidas por pessoas habilitadas, e a inobservância pode gerar detenção e apreensão da embarcação com aumento de pena, caso seja constatada utilização de álcool.

“O objetivo da Capitania dos Portos é coibir os casos de imprudência por pessoas não credenciadas, aumentar a fiscalização e estabelecer a parceria com a Defesa Civil para fiscalização nas praias e em todo complexo lagunar”, explicou o tenente Pereira, da Marinha do Brasil.

A Capitania dos Portos disponibiliza os números (21) 2104-5480 e (21) 972998300 (WhatsApp), para denúncias.

 

Fonte: odia.ig.com.br

Fiscalização é reforçada nas praias da Região Oceânica de Niterói

A Secretaria de Ordem Pública de Niterói (Seop) começou a intensificar na quarta-feira (02) a fiscalização nas praias da Região Oceânica. Equipes da Guarda Municipal circularão com viaturas e motocicletas e montarão barreiras de acordo com a necessidade. O objetivo é restringir a circulação nas praias, evitar aglomerações e o desrespeito às medidas sanitárias de prevenção ao coronavírus.

A medida foi anunciada pelo prefeito Rodrigo Neves após mais uma reunião com o gabinete municipal de crise, que avalia a situação da pandemia na cidade.

“Estamos trabalhando muito para minimizar os efeitos da pandemia em nosso município, mas como venho falando, Niterói não é uma ilha. Apesar de estarmos com controle da epidemia, graças a todas as medidas que temos adotado, sempre com base na ciência e nas melhores experiências internacionais, estamos inseridos dentro do contexto da Região Metropolitana” afirmou Rodrigo Neves.

“O descontrole da pandemia nas cidades vizinhas impõe atenção máxima em Niterói. Vamos seguir vencendo a batalha pela vida contra o coronavirus, salvando vidas, protegendo seus cidadãos e suas famílias e retomando sua economia” destacou o prefeito.

Na última terça-feira (1º) já havia sido publicada no Diário Oficial a prorrogação das medidas restritivas de isolamento social até o dia 31 de dezembro. O Decreto 13.817/2020 consolida também as regras que regem os serviços que já estão em funcionamento na cidade para deter o avanço do novo coronavírus. A publicação mantém a necessidade do distanciamento social e do uso de máscaras como equipamento de proteção obrigatório em áreas públicas ou particulares em que haja atendimento ao público.

As equipes da Guarda Municipal montarão barreiras verificando a documentação de moradores de acordo com a demanda. Nas praias de Itaipu, Camboinhas, Itacoatiara, Piratininga o acesso às praias continuará liberado para atividades físicas individuais no mar, areia e no calçadão, das 6h às 12h30 e das 16h às 22h. A Guarda Municipal fará a fiscalização com viaturas volantes e motocicletas.

Os agentes também seguirão com a fiscalização nas praias entre 12h30 e 16h, solicitando a saída de pessoas fora do horário estipulado para a prática de exercícios físicos. Veículos da Guarda Municipal reforçarão a ação. As equipes manterão o trabalho de conscientização quanto ao uso e importância de utilização de máscaras e de seguir os protocolos sanitários.

Sempre que a Guarda Municipal flagra pessoas fazendo o uso da praia para lazer, orienta e explica que a cidade está no estágio amarelo nível 1 do Plano de Transição Gradual para o Novo Normal e a permanência no local e o banho de mar ainda não estão liberados.

A Prefeitura reitera que a participação da população é fundamental para deter o avanço da pandemia na cidade. Desde o dia 21 de maio, quando se tornou obrigatório o uso de máscaras na cidade, já foram aplicadas mais de mil multas no valor de R$ 180.

 

Fonte: atribunarj.com

Óleo vindo do mar não afeta balneabilidade das praias de Cabo Frio

A mancha de óleo avistada por pescadores na última quarta-feira(3) no litoral de Cabo Frio, Arraial do Cabo e Búzios não afetou a balneabilidade das praias de Cabo Frio. Placas pretas apareceram em pequena quantidade nas Praias da Conchas e no Peró, mas estão sendo recolhidas por equipes de limpeza da Comsercaf.

A aparição da mancha mobilizou os órgãos ambientais como Inea, ICMBio, Ibama e o CAT da Marinha do Brasil, que estão nas cidades afetadas tentando apurar a origem do material encontrado.

“Felizmente as praias de Cabo Frio foram pouco afetadas pela mancha de óleo. A quantidade que veio parar em nossas areias está sendo rapidamente recolhida pelas equipes de limpeza, pois se concentram na área entre o Hotel Âncora, na Praia do Peró e a Praia das Conchas, e não afetaram a balneabilidade de nenhuma praia.  Nós já acionamos o Inea, que está enviando uma equipe especializada em derramamento de óleo para Cabo Frio para verificar o material encontrado. Provavelmente, esse material é resultado da limpeza dos porões de um rebocador ou de um navio plataforma, que inclusive foram avistados nas imediações do nosso litoral”, afirmou o coordenador de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira.

O Ministério Público Federal esteve vistoriando a área afetada pela mancha e deve se pronunciar em breve.