Polícia Militar faz palestras de prevenção contra exploração sexual infantil em comunidades

“As crianças sempre emitem sinais”. Foi com essa afirmação que a major psicóloga Márcia Stanzione iniciou a série de palestras que a Secretaria de Estado de Polícia Militar vem realizando em comunidades com Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). As ações marcam a campanha Maio Laranja, que simboliza o mês de combate à violência e à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Na Providência e no Vidigal, moradores e alunos dos projetos coordenados pelas UPPs participaram do encontro com a oficial da PM e instrutores do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd). Eles ressaltaram a importância da denúncia de qualquer tipo de violência contra menores e alertas que pais e responsáveis devem ter quanto às mudanças no comportamento das vítimas desse tipo de crime.

– Perturbações do sono e da alimentação, dificuldades escolares e sexualidade exacerbada podem ser sinais de violência sexual. Os adultos precisam estar atentos e denunciar – explicou a psicóloga.

Para a major Bianca Neves, assessora de Projetos de Prevenção da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), estabelecer uma relação de confiança com policiais é fundamental. A Polícia Militar, no primeiro trimestre desse ano, foi acionada 1.379 vezes para ocorrências de violência contra menores.

– Estar aqui transmitindo informações aos responsáveis e às próprias crianças é muito importante para nós. A UPP, em especial a do Morro da Providência, está há 12 anos realizando projetos para a comunidade – acrescentou Bianca.

Mãe e moradora do Morro da Providência, na Zona Portuária do Rio, Carla Soares Grissini, 45 anos, conhece bem a realidade de crianças e adolescentes que vivem nas comunidades e a importância do diálogo e a prevenção desses crimes.

– Sabemos que nos dias de hoje temos que ficar atentos não só aos casos de violência sexual cometidos contra as crianças e jovens, mas também a violência psicológica. Precisamos disso para ajudar nossos filhos e todas as demais pessoas que estão à nossa volta. A violência sexual, na maioria das vezes, vem de dentro de casa. Temos que estar sempre em alerta – pontuou.

 

Capacitação de policiais militares em todo o estado

A cada hora, três crianças sofrem no país algum tipo de violência sexual. A revelação, triste e desafiadora, foi apresentada pela promotora de Justiça Karina Pupin para mais de 200 policiais militares (oficiais e praças) lotados em todas as unidades operacionais e de setores de planejamento.

Durante a conferência, ela apresentou dados estatísticos sobre o cometimento desses crimes e algumas características que dificultam muito o seu enfrentamento. Uma delas é que 73% dos crimes ocorrem dentro de residências e 40% dos suspeitos são pais ou padrastos das vítimas.

Para o secretário de Estado de Polícia Militar, coronel Rogério Figueredo de Lacerda, a palestra da promotora ofereceu uma contribuição enorme para o enfrentamento desse tipo de crime.

– Nosso objetivo com o evento virtual foi levar aos policiais militares o conhecimento para atuarem de forma técnica, profissional e, sobretudo, acolhedora nas ocorrências relacionadas a abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes – concluiu Figueredo.

 

Governo cria cartilha com informações e telefones para denúncia de crimes

O Governo do Estado lançou a cartilha “Não Podemos Fechar os Olhos” (veja no anexo abaixo) para auxiliar pais e responsáveis na identificação de crimes de violência e exploração sexual infantil. O conteúdo ensina a identificar e reconhecer possíveis sinais desse tipo de violência, além de números de emergência onde é possível encontrar ajuda especializada. A cartilha também está disponível nas redes sociais oficiais do Governo do Estado.

Vitamina K2 Ajuda na Saúde do Coração e dos Ossos. Veja!

Com o passar dos anos, pode haver uma fragilidade maior dos ossos, o que aumenta o risco de fraturas.

Sendo a vitamina K2 um nutriente que o corpo precisa para manter a saúde dos ossos, mas também protege o coração.

Como está pouco presente na nossa alimentação, seu suplemento é recomendado principalmente para idosos e mulheres, especialmente após a menopausa.

A seguir, veja por que é tão importante para a saúde do coração e dos ossos.

O que é a vitamina K2?

É uma vitamina lipossolúvel, isto é, solúvel em gordura, mas diferentemente da vitamina K1, é praticamente ausente na nossa alimentação.

Ela é o resultado da fermentação, sendo encontrada principalmente no sistema digestivo, mas também em alguns alimentos, como o queijo, óleo de peixe, e iogurtes.

A vitamina K2 desempenha muitas funções no organismo, tais como:

  1. Previne a osteoporose e artrose;
  2. Evita a calcificação das artérias e o desenvolvimento da arteriosclerose;
  3. Manter a saúde dos dentes;
  4. Ajuda a combater o diabetes.

Alguns estudos inclusive mostraram que o consumo regular de vitamina K2 pode ajudar a obter uma melhor densidade óssea.

Quais os benefícios para a saúde do coração e dos ossos

Confira a seguir como a vitamina K2 ajuda na saúde do coração e dos ossos:

Protege o sistema cardiovascularpreven

Saiba que a deficiência em vitamina K está associada a um risco maior de calcificação arterial, que é chave para acarretar o aparecimento de doenças cardiovasculares.

Ou seja, o acúmulo de cálcio nas artérias em volta do coração é um importante fator de risco para doenças cardíacas, pois causa uma fragilidade e rigidez das artérias, que acabam afetando a circulação sanguínea.

Sendo assim, seu suplemento permite reduzir o risco de desenvolver essas calcificações, além de retardar sua progressão, pois ajuda diminuir o acúmulo de cálcio nas artérias, o que por sua vez reduziria o risco de doenças cardíacas.

Prevenção da osteoporose

Representa um papel importante na preservação da densidade óssea em pessoas de mais de 60 anos e em mulheres na pós-menopausa.

Além de reduzir a perda óssea, há uma redução significativa no risco de quedas e fraturas.

Portanto, contribui para a manutenção saudável dos ossos ao ativar as proteínas envolvidas no processo de construção óssea, aquelas que regulam a utilização do cálcio no organismo.

Por outro lado, como podemos ver na descrição do site https://biohigh.com.br/p/vitamina-k2/,o suplemento também ajuda no aumento da produção de colágeno, que constitui a matriz óssea e que fortalece os ossos.

Melhora a saúde dos dentes

A vitamina K2 desempenha um papel importante não somente no metabolismo dos ossos, mas também na saúde dos dentes.

Isso ocorre uma vez que contribui na redução das inflamações e das doenças de gengiva, pois diminui a produção de fibroblastos fabricando novos tecidos.

É importante mencionar que a ação dos fibroblastos sobre a gengivite tem efeitos prejudiciais e pode provocar a calcificação do nervo periodontal.

Acompanhe a Bio High no twitter, as publicações feitas através do perfil deles, trazem o máximo de informações a respeito da Vitamina K2 e outros suplementos.

A vitamina K2 e câncer

Nos países ocidentais, o câncer é uma das causas mais comuns de morte, onde a vitamina K2 tem sido objeto de estudo em razão de seus supostos efeitos sobre a doença.

Dois ensaios clínicos sugerem que essa vitamina permite reduzir a recorrência do câncer de fígado e mesmo aumentar o tempo de vida dos pacientes.

Estudos ainda estão sendo feitos para demonstrar realmente se é eficaz.

Independentemente do suplemento, recomenda-se sempre consultar um médico antes de tomar, seja para avaliar se há alguma contraindicação quanto para indicar a dosagem adequada.