Whindersson Nunes faz foto oficial da luta contra Popó

O humorista Whindersson Nunes encarnou de vez o estilo lutador de boxe para o duelo contra o tetracampeão mundial Acelino Popó Freitas. O comediante piauiense enfrenta o ex-pugilista no dia 30 de janeiro, em Santa Catarina, em uma luta de exibição aguardada desde o ano passado, quando os dois anunciaram a realização do confronto. O comediante posou para a foto oficial do evento e compartilhou nas redes sociais.

– Fotinhas para você se decepcionarem pessoalmente dizendo “valha, pensei que tu era mais forte” – brincou o comediante .

Whindersson e Popó confirmaram para o dia 30 de janeiro a luta de exibição que será realizada em Balneário Camboriú. O piauiense treina desde o ano passado e compartilhou com fãs a intensa preparação para o duelo. Ele deu uma pausa na carreira após quase 10 anos de história nos palcos.

Os seguidores do humorista reagiram com bom humor aos registros do ensaio para as fotos do evento contra Popó. Na sexta-feira, o ex-atleta assinou o contrato da luta. O ex-pugilista também fez fotos que serão usadas na divulgação do combate.

– Boa sorte, Moana – disse o comediante Bob Nunes.

– A cara do Aquaman 😍. Lindo, tesão, bonito e gostosão – publicou o influenciador Thiago Barros.

– Que homem.

– Contagem regressiva pra luta do século

– Pensei que fosse cuscuz na bermuda

– Tu tá só a grade

– Cadê o buchin de cerveja?

Popó é tetracampeão mundial de boxe e atualmente atua em carreira política. O primeiro contato de Whindersson com a modalidade foi em 2018 nas gravações de um filme. Segundo ele, o esporte o ajudou a lutar contra a depressão.

Crédito: ge.globo.com

Alagamentos na Bahia mobilizam famosos; Felipe Neto anuncia doação de R$ 100 mil; Whindersson comenta sobre fontes confiáveis para enviar doação

O influenciador digital Felipe Neto anunciou, na madrugada desta sexta-feira (10), uma doação de R$ 100 mil para ajudar as cidades baianas atingidas pela chuva. A informação foi divulgada através de uma publicação nas redes sociais.

“O sul da Bahia está em situação catastrófica nesse momento. Precisamos ajudar! Quem puder ajudar, ajude Nova Alegria! Estou enviando 100 mil reais para ajudar as famílias desabrigadas. Ajude com o que puder!”, escreveu. Ele não detalhou de que modo o auxílio foi prestado.

A Bahia tem 30 cidades em situação de emergência por causa de fortes chuvas, segundo informações da Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), e outras duas enfrentam estado de calamidade, que tem efeitos mais graves.

Quem também comentou sobre o assunto nas redes sociais foi o humorista piauiense Whindersson Nunes. Em uma publicação feita no Twitter, o influenciador pergunta o que aconteceu no extremo sul da Bahia e como pode ajudar.

“Há alguma forma segura de ajudar? Milhares de chaves pix diferentes, alguém consegue alguém confiável e não governamental pra receber doação?”.

Governo do estado anuncia ajuda a muncípios do interior

O Governo da Bahia anunciou, na quinta-feira (9), a criação de uma força-tarefa para ajudar as cidades do extremo sul do estado, região mais impactada pelas chuvas que atingem várias partes da Bahia. As cidades vão receber apoio da Sudec para colher informações sobre as necessidades mais urgentes de cada localidade.

Chuva, alagamento e outros transtornos

Na quinta-feira, o município de Macarani, no sudoeste da Bahia, teve pontes e ruas destruídas pela chuva. Segundo a prefeita do município, Selma Souto, duas pessoas caíram na água no momento em que as pontes cederam. Elas foram resgatas por populares e passam bem.

Já na quarta-feira (8), cidades da região sul da Bahia amanheceram com estragos provocados pela chuva que atinge vários municípios, desde a noite de terça (7).

A situação mais grave é registrada em Jucuruçu, onde os rios Gado Bravo e Jucuruçu transbordaram e causaram sérios transtornos, deixando famílias desabrigadas. Alguns moradores foram resgatados de uma enchente com o auxílio de um colchão inflável.

Não há informações sobre feridos, no entanto, o poder público estima que mais de mil pessoas foram afetadas pela enchente e precisaram sair de suas casas, por causa dos riscos de desabamento. A prefeitura disponibilizou locais para receber os desabrigados: Escola Estadual, Creche Municipal, Secretaria de Educação e Auditório Municipal.

Já em Itamaraju, três pessoas da mesma família morreram soterradas e ao menos seis casas desabaram após um barranco deslizar. As vítimas estavam dentro de um dos imóveis.

Em Arraial D’Ajuda, distrito de Porto Seguro, o teto de uma sorveteria desabou na noite de terça. Segundo pessoas que estavam no local, dois turistas teriam saído da sorveteria minutos antes do teto cair. Ninguém ficou ferido.

Crédito: g1.globo.com