Auxílio do governo será depositado em contas fora da Caixa a partir do dia 30

A segunda parcela do auxílio de R$600, e R$1.200 para as mães solteiras, será depositada em contas fora da Caixa Econômica Federal à partir do dia 30 deste mês. A informação veio do presidente do banco, Pedro Guimarães. De acordo com ele, os benefíciários receberão a quantia de forma automática em suas respectivas contas correntes fora da Caixa entre os dias 30 a 13 de julho. O prazo segue o mesmo cronograma que a primeira parcela.

Guimarães explicou que desde desta quarta-feira (20) até o dia 26, o auxílio vem sendo depositado nas contas de polpanças digitais da Caixa de acordo com o mês de nascimento do beneficiário. Até o dia 29, o dinheiro será movimentado unicamente por meio do aplicativo Caixa Tem, que possibilita o pagamento de impostos, boletos e em estabelecimentos parceiros.

O presidente da Caixa também explicou que foi permitido através de uma decisão, que aqueles que receberem através da poupança online, poderão pagar contas e fazer compras na internet, antes de sacar o valor.

Até ás 14h desta quarta-feira (20) a Caixa realizou o pagamento de cerca de 51,4 milhões de brasileiros, pagando um total de 44,3 bilhões de reais que incluem a primeira e a segunda parcela. Considerando apenas a primeira parte foram 10,7 milhões de pessoas, com um valor de 7, 7 bilhões desembolsados pelo governo federal. O Guimarães reitera que a Caixa encerrará o mês pagando o auxilo para 59 milhões de brasileiros.