Itaboraí recebe projeto sinalização turística

O município de Itaboraí recebeu na última terça-feira (17/12), na sede do Instituto Estadual de Engenharia e Arquitetura (IEEA), o projeto Sinalização Turística, produzido em parceria com a subsecretaria de Cultura e Turismo da Sectur – Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Turismo e o Instituto. O Acordo de Cooperação Técnica (ACT) foi firmado em outubro deste ano entre o IEEA e o município, e teve por objetivo, a elaboração, por parte do Instituto, do projeto de sinalização turística para a cidade de Itaboraí.

O secretário municipal de Educação, Cultura e Turismo, Osório de Souza comentou sobre a necessidade desta sinalização. “Esta sinalização indicativa dos pontos turísticos funcionará como convite e fará com que o turista se sinta atraído pelas informações, visto que as pessoas passam por Itaboraí e não tem a dimensão do seu valor histórico”, disse o secretário.

O IEEA, com um quadro de técnicos especializados na confecção de projetos de sinalização turística realizou visitas ao município identificando os pontos a serem sinalizados. O trabalho de identificação e reconhecimento faz parte do macro estudo de georreferenciamento e análise criteriosa dos atrativos turísticos.

No projeto foram identificados os principais polos turísticos contemplados, sendo eles, a Igreja Matriz São João Batista; Porto das Caixas; Caminho das Flores; Parque Paleontológico de São José; o Centro Histórico e outros, com possibilidade imediata de visitação.

Vale ressaltar que o projeto não teve custos aos cofres da Prefeitura, e que se fosse confeccionado por empresas privadas custaria em torno de R$ 100 mil. O projeto está orçado em R$ 1,5 milhão e a administração municipal tem a incumbência de buscar recursos para a implementação do mesmo, como por exemplo, por meio de emendas parlamentares e verbas carimbadas no Ministério do Turismo, destinadas aos municípios que apresentam projetos neste setor. Ao todo serão mais de 100 placas, sendo elas indicativas, pórticos, semipórticos e outros.

O subsecretário de Cultura e Turismo, Deivid Antunes destacou que este é um projeto que pode ser implementado aos poucos, e o intuito é fazer com que o morador reconheça e valorize a cidade que vive, além das pessoas que passam ou vem ao município. “Itaboraí vai muito além da Avenida 22 de Maio. Temos muitos atrativos positivos que podem gerar renda para a população local, além de dinamizar o setor de hotelaria, restaurantes e outros”, falou Deivid.

Participaram ainda do encontro, o presidente do IEEA, Alexandre Bickel; o subsecretário de Logística da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras (Seinfra), Bruno Mattos e o diretor técnico do IEAA, Gustavo Xavier.