Justiça do Rio volta a negar pedido de liberdade da Viúva da Mega-Sena

A Justiça do Rio de Janeiro voltou a negar o pedido de liberdade de Adriana Ferreira Almeida, que ficou conhecida como Viúva da Mega-Sena. Ela foi condenada a 20 anos de prisão por planejar o assassinato do milionário René Senna.

O advogado de Adriana entrou com um pedido de substituição da prisão preventiva por medidas cautelares, que foi negado. Adriana já havia conseguido esse benefício após seu segundo julgamento, mas descumpriu as medidas, ficando foragida após uma decisão posterior que determinava que ela voltasse para a prisão.

A Justiça do Rio já havia negado outro pedido de habeas corpus dos advogados de Adriana em setembro.

Fonte: G1