Deputada Zeidan apresenta Projeto de Lei que proíbe homenagens a agressores de mulheres

A deputada estadual Zeidan (Partido dos Trabalhadores) protocolou o projeto de lei 4797/2021, que dispõe sobre a proibição de nomear logradouros, escolas, unidades de saúde, rodovias, estádios ou qualquer outro equipamento público estadual com nomes de pessoas condenadas por crimes de feminicídio ou violência doméstica e familiar contra as mulheres.

A deputada alerta para o aumento da violência contra as mulheres ao longo deste ano.

“O ano de 2021 pode ser o mais violento para as mulheres no Rio de Janeiro. Até o final de julho deste ano, de acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), já somamos 52 casos de feminicídio e 131 tentativas, o dobro de registros em relação ao mesmo período do ano passado, quando os dados do ISP apontaram que 65 mulheres foram mortas no contexto de relacionamentos violentos, o chamado feminicídio. Em 2019, 73 mulheres foram assassinadas por tais crimes”, alertou a deputada Zeidan.

O projeto de Lei visa inibir que agressores e assassinos sejam homenageados pelo poder público.

“Não podemos admitir que agressores ainda estejam livres e possam receber homenagens. Também queremos proibir homenagens a pessoas condenadas por crimes de feminicídio ou violência doméstica e familiar contra as mulheres por meio de instalação, construção ou implantação de monumentos, tais como estátuas, bustos, totens, obeliscos ou outras formas”, afirmou Zeidan que foi a relatora da CPI do feminicídio em 2019.

Polícia Militar apreende crack, maconha, cocaína e até rádio transmissor no bairro Rio Vermelho, em Rio Bonito

Após denúncias, agentes da 3ª Cia da Polícia Militar de Rio Bonito apreenderam, na tarde de ontem, quarta-feira (15), no bairro Rio Vermelho, em Rio Bonito, 40 pedras de crack; 10 pinos de pó de $10; 30 sacolés de pó de $25; 29 tabletes de maconha de $10; oito tabletes de maconha de $50; 79 cápsulas de pó de $25; sete bases de rádio transmissor e seis baterias de rádio transmissor. O material estaria em posse de bandidos de Tanguá, que estariam na região. No momento em que os policiais chegaram, os criminosos fugiram pela mata. O caso foi registrado na 119ª Delegacia de Polícia de Rio Bonito.

 

 

 

Polícia Militar impede roubo de 100 cabeças de gado em Itaboraí, no Rio de Janeiro

Policiais do 35º BPM (Itaboraí) conseguiram impedir na noite desta quarta-feira (16), o roubo de 100 cabeças de gado no bairro Porto das Caixas, em Itaboraí. Quatro motoristas eram mantidos reféns e foram libertados.

De acordo com a PM, a ação teve início após denúncia. Ao chegar no local, houve confronto e um adolescente foi apreendido com drogas.

O caso foi registrado na delegacia local.

* Em atualização

 

Crédito: www.osaogoncalo.com.br

Homem tenta roubar taxista, é linchado e acaba preso por agentes da Operação São Gonçalo Presente

Um homem de 30 anos foi preso por policiais da Operação São Gonçalo Presente após roubar um taxista na última quarta-feira (15). Segundo informações, ele foi detido na Rua Sthefania, no Centro de São Gonçalo. Ele ainda teria sido agredido por populares após cometer o crime.

Informações da Polícia Militar indicam que os agentes estavam em patrulhamento quando foram acionados por outras pessoas que passavam pelo local que um taxista havia sido roubado. O criminoso responsável, no entanto, estava sendo atendido no Pronto Socorro Central, no Zé Garoto, pois foi agredido por populares ao tentar fugir.

O acusado foi atendido pelos médicos e, logo depois, levado para a 73ª DP (Neves). Lá, ele foi reconhecido pela vítima do crime e foi autuado, em flagrante, por roubo. Ele foi preso.

 

Crédito: www.osaogoncalo.com.br

Adolescente espanhol é internado por 2 meses com grave vício no jogo Fortnite; caso é inédito

Um adolescente espanhol ficou internado durante dois meses em razão de um grave vício ao jogo Fortnite, caso tratado como o primeiro do mundo estudado pela literatura científica. O jovem foi hospitalizado após apresentar um distúrbio comportamental que o levou a se isolar em casa e recusar interações sociais.

Segundo a equipe médica do hospital provincial de Castellón, onde o menor deu entrada, ele exibia uma série de sintomas relacionados à dependência ao jogo de videogame, entre eles rejeição de ir aos serviços de saúde, inflexibilidade pessoal persistente e pouco interesse pelo meio à sua volta.

Os profissionais de saúde informaram ainda que o jovem desencadeou alterações no desempenho das atividades básicas diárias, teve o sono prejudicado e dificuldade de aceitar o tratamento prescrito.

Desde o início do ano letivo, a família do menor, antes com um desempenho acadêmico elevado, notou um aumento do absentismo, interrupção dos tempos de descanso e desinteresse pelos estudos, o que implicou uma mudança de turma.

O tratamento envolveu tanto o adolescente quanto a família, e os resultados mostraram uma diminuição significativa no uso de tecnologias na primeira fase após a hospitalização, que consistia em promover sua socialização de maneira supervisionada. Os médicos também observaram uma melhoria no desenvolvimento pessoal e social do paciente.

De acordo com o hospital, este é o primeiro caso de vício associado ao Fortnite estudado pela literatura científica. Especialistas que integram a pesquisa alertaram para a necessidade de prestar atenção ao comportamento de jovens que dedicam horas a videogames e afins, dada “a crescente precocidade do seu consumo”, especialmente devido à “falta de maturidade nas funções executivas e cognitivas durante a adolescência”.

A pesquisa conclui que se deve fiscalizar o uso que os menores fazem dessas tecnologias, “estabelecendo limites claros e bem definidos” e “promovendo a prática de outras fontes de satisfação”.

Crédito: extra.globo.com/