Vereador de Niterói, do PSOL, é afastado após ser acusado de homofobia

O vereador de Niterói, Paulo Eduardo Gomes (PSOL), acusado de homofobia contra a também vereadora do município, Verônica Lima (PT), foi afastado das atividades partidárias pelo diretório municipal do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). O afastamento será por 60 dias. Segundo o partido, no período, Paulo Gomes terá a obrigação de participar de um processo de formação sobre racismo, lgbtfobia e machismo. O caso aconteceu no dia 7 de julho, quando a parlamentar registrou a ocorrência por crime de homofobia na 76ª Delegacia de Polícia.

Enquanto vereador Paulo Eduardo Gomes estiver afastado, a professora Regina Bienestein assume a vaga na casa. Nesta segunda-feira (2), com o fim do recesso e a volta das atividades na Câmara de Niterói, Regina já passou a ocupar a cadeira. A Câmara de Niterói afirmou que o caso será encaminhado à Comissão de Ética da casa.

 

Entenda o caso

Na época do caso, o vereador questionou a orientação sexual de Verônica Lima durante uma sessão na Câmara de Niterói com a seguinte frase: “Quer ser homem? Então vou te tratar como homem”. Paulo Gomes reconheceu ter sido machista.

 

 

 

Homem é encontrado morto com golpes na cabeça, no Centro de Niterói

Quem passava pela Rua Santo Antônio, no Centro de Niterói hoje, segunda-feira (2), pela manhã, se assustou ao ver o corpo de um homem estendido no chão. O corpo foi encontrado com marcas de golpes na cabeça. Policiais da Divisão de Homicídios de Niterói,  Itaboraí e São Gonçalo foram ao local e realizaram uma perícia inicial.

O local onde o corpo foi encontrado fica atrás de um grande supermercado. As câmeras do estabelecimento podem ajudar a elucidar o crime. A vítima ainda não foi identificada, mas segundo informações dos policiais, aparenta ter cerca de 25 anos. A polícia trabalha, inicialmente, com a versão de que o homicídio tenha ocorrido durante uma briga.

O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) do Barreto.

 

Fonte: Jornal O São Gonçalo

Ossada achada em rio não é dos meninos desaparecidos em Belford Roxo, diz perícia

Depois da expectativa de que a ossada achada na semana passada em um rio, fosse de pelo menos um dos três meninos desaparecidos em dezembro, em Belford Roxo, hoje, segunda-feira (2), a perícia da Polícia Civil descartou a possibilidade. Segundo a análise, o material é, na verdade, de um animal. A ossada foi coletada na sexta-feira passada (30), durante uma operação de busca pelas crianças. A ação foi realizada pela Polícia Civil, com apoio do Corpo de Bombeiros.

A informação do laudo detalhado ainda deve ser divulgado pelas autoridades. A ossada passou pelo teste depois que um homem se apresentou à polícia no fim do mês passado acusando o próprio irmão de ter participado da ocultação dos corpos. A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense foi orientada a continuar as buscas.

 

Relembre o caso

Lucas Matheus, de 9 anos, Alexandre Silva, de 11, e Fernando Henrique, de 12, sumiram no dia 27 de dezembro. Eles foram vistos pela última vez em uma feira de um bairro de Belford Roxo. Uma das hipóteses apuradas pela Polícia Civil, levada à DH por uma testemunha, é a de que as crianças tenham sido mortas a mando de um traficante após furtarem passarinhos que pertenciam ao criminoso.

 

 

Fonte: Band News FM Rio

Vereador e youtuber Gabriel Monteiro sofre atentado na Zona Norte do Rio

O youtuber e vereador do Rio de Janeiro, Gabriel Monteiro (PSD), afirmou que sofreu um atentado na noite do último domingo, 1, em Quintino, na Zona Norte do Rio. O caso teria acontecido por volta das 18h, quando o carro usado pelo vereador ficou com marcas de tiro.

Segundo a assessoria de imprensa do parlamentar, Gabriel participava de uma ação social que realizava uma festa de aniversário para uma família carente de cinco filhos e uma mãe solteira. O ataque começou quando ele estava saindo do abrigo em que acontecia a ação social e voltando para o carro para pegar mais presentes para as crianças.

Policiais do Batalhão de Rocha Miranda (9º BPM), foram acionados. Houve troca de tiros, mas os bandidos conseguiram fugir. Apesar do susto, ninguém ficou ferido. O caso foi registrado na 29° Delegacia de Polícia de Madureira como tentativa de homicídio.

Fonte: Tupi FM

Vôlei de Praia: Alison e Álvaro vencem mexicanos e vão às quartas nas Olimpíadas de Tóquio

A dupla do vôlei de praia Alison e Álvaro Filho não tiveram trabalho para confirmar o favoritismo e avançar às quartas de final nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Os dois passaram fácil pelos mexicanos Gaxiola e Rubio por 2 sets a 0, com parciais de 21/14 e 21/13 no Shiokaze Park.

Os brasileiros tiveram uma atuação segura na defesa e no ataque e ainda contaram com 14 erros dos mexicanos para garantir a classificação sem sustos. Alison e Álvaro enfrentam agora a dupla letã Plavins e Tocs. Eles despacharam nas oitavas a outra dupla brasileira do torneio formada por Bruno Schmidt e Evandro.

 

 

Fonte: Band Sports