Um ano da partida de Paulo Gustavo amigos e famosos prestam homenagens

A morte de Paulo Gustavo, vítima da Covid-19, completa um ano nesta quarta-feira (4). Amigos e famosos prestaram suas homenagens ao humorista.

Criador de Dona Hermínia e de outros personagens inesquecíveis no teatro, na TV e no cinema, ficou internado por quase dois meses no Hospital Copa Star, no Rio de Janeiro.

Ainda na última terça-feira (3), a comediante Tatá Wernerck se manifestou em seu perfil no Twitter. “Um ano sem Paulo Gustavo amanhã. Um ano sem o comediante mais brilhante que já vi. Sem o amigo mais engraçado. Mais generoso. Sem o sorriso mais contagiante.”

Na manhã desta quarta-feira, ela também usou o seu perfil no Instagram para a sua homenagem ao ator. No texto, ela conversa com Paulo. “Me pergunto como vc deve estar. Eu sonho com você quase todo dia . Vc já aparece com cara de ‘Fala, gente. Eu tava descansando’.”

Thales Bretas, viúvo de Paulo, também fez um post com os filhos nesta quarta.

“O que me moveu e move é o amor pelos meus filhos, pelo meu trabalho, pela minha família, pela vida que continua, e pelo privilégio de poder gozar, com saúde, de tudo que Deus me dá e que, sem o menor aviso prévio, também pode me tirar.”

Mônica Martelli, Susana Garcia, Samantha Schmutz e Carol Trentini também prestaram homenagens ao humorista.

Samantha Schmutz

“Há um ano atrás recebia uma das notícias mais tristes da minha vida…. Muita saudade”, escreveu a atriz no Instagram.

Crédito: Portal g1

Minas Gerais confirma a morte de três crianças por raiva humana

A Secretaria de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) divulgou informações sobre a morte de três crianças, vítimas de raiva humana, no período de um mês. A morte mais recente foi na última sexta-feira (29), de uma menina indígena de 12 anos. Ela estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital João Paulo II, em Belo Horizonte, desde o início de abril.

Outra vítima foi um menino da mesma idade que, segundo a SES-MG, foi mordido pelo mesmo morcego. Ao apresentar sintomas como vômitos, dores, febre e dificuldade para andar, foi encaminhado para a UPA de Teófilo Otoni, mas não resistiu.

Uma criança de 5 anos, que morava na mesma aldeia indígena das duas outras vítimas, também morreu de raiva humana. Apesar de não ter apresentado sintomas, o resultado da investigação feita pela SES-MG saiu dias depois, confirmando a causa. O caso segue sob investigação, já que a vítima não apresentava sinais de mordida.

Também na área rural de Bertópolis, um caso suspeito está sendo investigado desde o dia 21 de abril. Uma menina de 11 anos, com grau de parentesco com a segunda vítima, relatou sintomas como febre e dor de cabeça. A criança segue estável e em observação.

Devido ao aumento de casos, doses de vacinas antirrábicas foram enviadas ao local, através da Unidade Regional de Saúde de Teófilo Otoni. Até a quinta-feira passada (28), 982 moradores da comunidade rural de Bertópolis, de um total de 1.037, já tinham sido vacinados com a primeira dose da vacina contra a raiva humana.

“Outras 802 pessoas já tomaram a segunda dose, observando-se um intervalo de até sete dias. Na comunidade rural do município vizinho, Santa Helena de Minas, das 989 pessoas que residem no local, 593 foram vacinadas com a primeira dose”, informou a Secretaria de Saúde.

 

 

Crédito; Jornal O Dia

Jovem fica com metade do corpo paralisado depois de levar choque de peixe-elétrico em rua alagada no Amapá; veja o vídeo

Lucas Rocha Oliveira, de 18 anos, foi internado no Hospital Estadual de Laranjal do Jari, após dar entrada no local vítima de um ataque de poraquê, uma das espécies de peixe-elétrico da Amazônia.

Testemunhas acreditam que o animal surgiu na área urbana devido às fortes chuvas que atingem o município desde março e que causaram o aumento no nível do Rio Jari, o principal da região. Nos últimos dias, a água atingiu uma meta histórica, superando os 3 metros, e alagou a maioria dos bairros de Laranjal do Jari.

Arailza Martins, diretora do Hospital Estadual de Laranjal do Jari (Helaja), informou que Lucas será encaminhado nesta terça-feira (3) para atendimento neurológico na capital Macapá, distante 265 quilômetros.

Vídeo divulgado nas redes sociais mostra a família levando Lucas em uma canoa até a unidade de atendimento, onde deu entrada na sexta-feira (29). As imagens mostram o menino em estado de choque, com parte do corpo tremendo.

Ainda segundo a diretora do hospital, o quadro é estável, mas o jovem apresenta uma condição chamada de “hemiplegia”, uma paralisação que atinge um lado do corpo, impedindo a movimentação dos membros. No caso de Lucas, a região atingida foi o lado esquerdo.

“O quadro dele é estável e por isso ele vai viajar de ambulância. A única preocupação é o agravamento do quadro da hemiplegia, por isso a necessidade da consulta com um especialista em neurologia”, explicou.

Crédito; Portal g1

Maricá tem domingo de vacinação infantil contra a Covid-19

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Saúde, realiza no domingo (1°/05) o dia D de vacinação infantil contra a Covid-19 na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro, das 9h às 12h, oferecendo a primeira e a segunda dose dos imunizantes pediátricos. A iniciativa visa ampliar a adesão à vacina pela faixa etária de 5 a 11 anos e acontece em meio às comemorações do Dia do Trabalhador e da Trabalhadora, que contará com diversas atividades e serviços gratuitos no local.

“Aproveitamos que será um dia com várias atrações para adultos e crianças, com brinquedos, música ao vivo, show de mágica e mímica, para incentivar ainda mais vacinação contra a Covid-19. Além disso, é uma ótima oportunidade aos pais e responsáveis que não podem ir durante a semana até uma unidade de saúde”, destacou a subsecretária da Rede de Atenção Ambulatorial e Saúde Coletiva, Claudia Rogeria de Lima.

Cerca de 76% do público estimado já foi vacinado

Maricá já aplicou a primeira dose contra a Covid-19 em mais de 11.700 crianças, até o último balanço divulgado pela Secretaria de Saúde no dia 25/04. O número corresponde a cerca de 76% do público estimado para a faixa etária vacinável. Que receberam a segunda dose pediátrica da vacina já somam 5.344 crianças.

O município segue em repescagem permanente de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, aplicando a primeira e a segunda dose infantil, com intervalo de 28 dias para CoronaVac e oito semanas para Pfizer pediátrica, em quatro Unidades de Saúde da Família (USF): Central, Inoã II, Barroco e Bambuí. Para a vacinação, é exigido que o responsável legal leve a caderneta de vacinação, além de um documento de identidade ou certidão de nascimento da criança.

Polos de vacinação infantil:

De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h.

USF Central – Rua Clímaco Pereira, 241, Centro.
USF Inoã II – Rodovia Amaral Peixoto, km 14, s/n, (ao lado do DPO).
USF Barroco – Rua Getúlio Vargas (antiga Rua 2), lote 13, quadra 4, casa 2, Itaipuaçu.
USF Bambuí – Av. do Contorno, s/n.

30 de abril – Dia D de vacinação contra a gripe e o sarampo

Neste sábado, 30 de abril, Rio Bonito promove o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe e o Sarampo, que acontece de forma simultânea em várias unidades de saúde do município, das 8 às 16 horas. O público-alvo da vacinação contra a gripe são os idosos com 60 anos ou mais, profissionais da saúde e crianças de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos,11 meses e 29 dias).  Já a vacinação contra o sarampo é destinada aos profissionais da saúde e crianças de 6 meses a menores de 5 anos.

O Dia D é uma excelente oportunidade para aqueles que ainda não conseguiram ir a um posto de saúde. O intuito é atualizar as doses que ainda estejam atrasadas, além de proteger esse público contra a doença, considerando o risco diante da maior exposição nos serviços de saúde. A gripe não é uma doença grave, mas entre os grupos prioritários pode se agravar e a vacina têm o objetivo de evitar que isso aconteça. As doses aplicadas imunizam contra os três subtipos de gripe que mais circulam no inverno: A/H1N1, A/H3N2 e Influenza B. Durante a campanha contra o sarampo, será aplica uma dose da vacina tríplice viral (dose D), independentemente da situação vacinal delas contra o sarampo.

Quem deve ser vacinado no dia 30 de abril:

  • Vacina Gripe: idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde e crianças de seis meses a menores de cinco anos.
  • Vacina Sarampo: trabalhadores da saúde e crianças de seis meses a menores de cinco anos.

Confira os locais de vacinação:

  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família do Parque Andrea
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família de Boa Esperança
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família de Nova Cidade
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família do Boqueirão
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família do Rio Vermelho
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família do Rio do Ouro
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família da Mangueira
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família do Sambê
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família da Jacuba
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família da Bela Vista
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família da Serra
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família do Basílio
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família do Parque Indiano
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família da Praça Cruzeiro
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família do Cajueiro
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família do Ipê
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família do BNH
  • Unidade de Estratégia de Saúde da Família da Viçosa
  • Centro Pediátrico Almir Branco
  • Clínica da Família