Alemanha registra 1ª morte provocada pela variante ômicron do coronavírus

às

O Instituto Robert Koch, ligado ao governo da Alemanha e responsável pela vigilância de doenças infecciosas no país, informou nesta quinta (23) que o país registrou a primeira morte causada pela variante ômicron do novo coronavírus.

Segundo o instituto, a vítima tinha entre 60 e 79 anos de idade.

Na Alemanha, foram registrados 3.189 casos de infecção pela ômicron até o momento. São contabilizados apenas os casos detectados por meio de sequenciamento genômico completo ou por diagnóstico feito por meio de teste PCR específico para a variante.

Variante ômicron

A variante B.1.1529 foi identificada pela primeira vez na África do Sul, pelo sistema de vigilância das autoridades sanitárias do país. No dia 26 de novembro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou como variante de preocupação e escolheu o nome “ômicron”. Com essa classificação, a nova variante foi colocada no mesmo grupo de versões do coronavírus que já causaram impacto na progressão da pandemia: alfa, beta, gama e delta.

A variante ômicron superou as demais e agora é a versão dominante do coronavírus nos Estados Unidos, respondendo por 73% dos novos casos de Covid na semana passada, disseram autoridades federais de saúde nesta segunda-feira (20).

Veja também

As companhias aéreas Azul e Gol anunciaram, nesta quinta-feira (23), acordo de cooperação comercial que vai conectar as suas malhas aéreas
às
Cerca de 200 ciclistas deverão participar do GP das Montanhas de ciclismo que acontece neste domingo, dia 26 de maio
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias