Anitta diz que teve dificuldade no início da carreira por ser mulher e escolher estilo sensual em sua palestra na “Rio Innovation Week”

às
1

A cantora e empresária Anitta deu uma palestra nesta quarta-feira (4) no 2º dia da Rio Innovation Week. Ela afirmou, em auditório lotado, que pensou em desistir da carreira por não ter sido ouvida e tratada com respeito. A presença dela causou tumulto no pavilhão desde cedo. Muita gente que pagou ingresso só para vê-la reclamou que ficou de fora.

“A mulher sempre tem mais dificuldade. Principalmente, pela forma como eu escolhi trabalhar. Eu escolhi usar a sensualidade, dançar. A mulher tem dificuldade de entrar no mercado. Sempre tem aquela coisa de ‘Ah, é mulher, deixa ela falar’”, afirmou a cantora.

Para conquistar seu espaço e premiações, Anitta afirmou que precisou desenvolver uma personalidade agressiva.

“Acho que por isso eu desenvolvi uma personalidade mais agressiva. Tive que ser agressiva. Agora, estou um pouco mais tranquila. Hoje, já sou respeitada do meu jeito. As pessoas já respeitam o meu histórico, mas antes não. Antes, era como se eu tivesse só perdendo o tempo das pessoas. Se fazia necessário para me impor. Eu ficava exausta de ter que me impor. Eu pensava: ‘Quero desistir de tudo’”, completou Anitta.

‘Vou atacar por esses lados’

“Eu vou estar em uma série em breve, tenho filme para gravar ano que vem, eu escrevi um filme e uma série também. Vou atacar por esses lados. Estou tentando me divertir também. Não acho que vai vir nenhum sucesso megalomaníaco em algum ramo específico porque eu estou me dividindo em várias bolhas. Eu quero estar presente, do meu tamanho, em diversos espaços”, emendou.

 

Crédito: g1

Veja também

Crime ocorreu enquanto a vítima viajava junto com o marido dela pelo continente asiático, segundo a embaixada do Brasil em Nova Déli.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias