Banda do Ingá reúne cerca de 15 mil pessoas no Caminho Niemeyer

às
3

Comemorando 50 anos de tradição entre os foliões de Niterói, a Banda do Ingá reuniu cerca de 15 mil pessoas neste domingo (12), no Caminho Niemeyer. A animação do evento ficou por conta das bandas Bicho Solto, Os Intimistas, Axerê, e de um trio elétrico.

De acordo com o secretário de Esporte e Lazer de Niterói, Luiz Carlos Gallo, filho de um dos fundadores e um dos organizadores do bloco, o desfile da Banda do Ingá já virou sinônimo do Carnaval de Niterói.

“Tirando os dois anos da pandemia, ao longo desses 50 anos de existência a Banda do Ingá esteve presente em todos os carnavais da cidade. O bloco foi um dos primeiros a serem fundados em Niterói e é uma tradição. Temos muita história para contar depois de tantos carnavais. Começamos com cerca de 800 pessoas e hoje temos milhares. Já não é mais a Banda do Ingá somente, mas de Niterói inteira!”, destacou Gallo.

Segundo a presidente do Grupo Executivo do Caminho Niemeyer, Barbara Siqueira, a ideia é que o local receba cada vez mais eventos como este.

“Para nós, do Caminho Niemeyer, é um prazer estar recebendo a Banda do Ingá. Isso só prova como cada dia mais o Caminho vem se consolidando como potencial de entretenimento, cultura e lazer para nossa cidade. Este é um espaço para todos e onde todos podem contar com segurança e acessibilidade. Nosso objetivo é que tenhamos cada vez mais eventos por aqui”, afirmou Barbara Siqueira.

Ao contrário da última edição, em 2020, quando a banda saiu do bairro do Ingá e seguiu até o Caminho Niemeyer, neste ano o evento ficou totalmente concentrado no local.

O vendedor de automóveis Ivan Farias, de 51 anos, frequenta o bloco há 20 anos e aprovou a mudança.

“O Carnaval da Banda do Ingá aqui no Caminho Niemeyer ficou muito mais seguro. Todos foram revistados, o que minimiza a possibilidade de acontecer confusão e a gente pode curtir bem menos despreocupado. A organização deste ano está nota 10!”, comemorou Ivan.

Doações – Neste ano, a Banda do Ingá arrecadou cerca de oito toneladas de alimentos, que foram doados em troca dos abadás. Os alimentos serão entregues em oito instituições de caridade da cidade.

Sobre a Banda – Em 1973, após um pico de luz no bairro do Ingá, os donos da Padaria Teixeira – Seu Miro e Seu Antônio – ofereceram sorvete aos clientes e amigos, já que devido à falta de luz os produtos iriam estragar. Ainda no escuro, um grupo de amigos resolveu batucar nas caixas vazias dos sorvetes. Assim surgia a famosa Banda do Ingá, que hoje é tradicional no carnaval da cidade.

Veja também

Ministério Público do estado, Secretaria de Polícia Civil e Delegacia de Homicídios também foram oficiados
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias