Carnaval na ViaLagos: mais de 280 mil veículos passaram pela via em oito dias de operação especia

às

O período do Carnaval foi de tráfego bastante intenso na ViaLagos. Mais de 280 mil veículos passaram pela rodovia entre o dia 19 de fevereiro (quarta-feira) e a quarta-feira de Cinzas (26/02).  Os dias de maior fluxo em direção à Costa do Sol foram a sexta-feira (21/02) e o sábado (22/02), com 43 mil e 48 mil veículos, respectivamente. Também foi grande a movimentação de volta para casa ontem, com a passagem de 47 mil veículos. Neste momento, o trânsito continua intenso em direção ao Rio de Janeiro e sem retenções. A expectativa para hoje é que 38 mil veículos passem pela ViaLagos até a meia-noite.

Durante os oito dias de Operação Especial de Carnaval, o SOS Usuário da CCR ViaLagos realizou 627 atendimentos mecânicos, a maioria por aquecimento no motor e pane elétrica. Do total de veículos atendidos, 290 tiveram os problemas resolvidos na própria pista e 337 foram rebocados. Já a equipe médica da concessionária atendeu a 15 acidentes no período, mas a notícia boa é que nenhuma morte foi registrada na rodovia este ano.

O movimento de retorno do feriadão se estenderá até a segunda-feira (02/03), quando termina o esquema especial de operações da CCR ViaLagos. Até lá, 170 mil veículos deverão passar pela rodovia, sendo o sábado (29/02) e o domingo (01/03) os dias de maior movimento na volta ao Rio, com a passagem de 30 mil e 28 mil veículos, respectivamente. As equipes de atendimento da concessionária seguem reforçadas e atentas ao movimento, baseadas em pontos estratégicos ao longo da via, com guinchos, viaturas de inspeção e ambulâncias UTI e de resgate, para garantir a qualidade e rapidez nos atendimentos e agilizar a liberação das pistas em caso de ocorrências.

A Polícia Militar Rodoviária também permanece com as fiscalizações na rodovia e o CPROEIS, Programa Estadual de Integração na Segurança, da Polícia Militar, atua na praça de pedágio fiscalizando a evasão de pedágio –  infração grave sujeita a multa que pode causar acidentes.

Veja também

Ministério Público do estado, Secretaria de Polícia Civil e Delegacia de Homicídios também foram oficiados
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias