Guarda Municipal de Rio Bonito passará a usar armas não letais

às

O prefeito José Luiz Alves Antunes entregou na tarde da última terça-feira (26) os novos equipamentos que serão utilizados pela Guarda Municipal de Rio Bonito. Cinco armas Spark e um lançador 40 mm que são armas não letais para serem utilizadas pela corporação, mas apenas pelos profissionais que foram qualificados para o uso. O emprego de tecnologias de armamentos não letais é recomendado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública, Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania e pela Organização das Nações Unidas.

“Estamos dando mais um passo importante no sentido de equipar e qualificar os serviços que são oferecidos pela Guarda Municipal da cidade. Temos buscado apoiar o estado nas ações de segurança pública, os índices são crescentes em toda a região”, declarou o prefeito.

Seis guardas efetivos da corporação fizeram o curso e treinamento para a utilização de armas não letais de dispositivo elétrico incapacitante (Spark), realizado em setembro do ano passado, na  Cidade da Ordem Pública, no Barreto, em Niterói. Outros cinco agentes também já realizaram o curso e estão capacitados para uso do equipamento.

O secretário de Segurança e Ordem Pública, Márcio Soares, explicou que a aquisição desses equipamentos representa um avanço para a corporação no trabalho diário nas ruas. “Esses equipamentos são utilizados apenas no último estágio de abordagem. Um dos principais benefícios das armas não letais é permitir que o profissional aja com mais segurança, resolvendo seus problemas de maneira eficaz e racional, minimizando o risco de ferimentos, tanto para si quanto para os outros. Por determinação do prefeito reestruturamos a Guarda Municipal dando a ela uma missão muito clara de combate aos pequenos delitos e prevenção à violência”, garante o secretário Márcio Soares.

Veja também

Crime ocorreu enquanto a vítima viajava junto com o marido dela pelo continente asiático, segundo a embaixada do Brasil em Nova Déli.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias