Itaboraí inicia Semana Saúde na Escola

às
FOTO PARA SITE MODELO (24)

Com o intuito de promover ações de atenção e promoção à saúde dos alunos do município, as secretarias municipais de Saúde (SEMSA) e de Educação (SEMED), por meio do Programa Saúde na Escola (PSE) iniciou a ‘Semana Saúde na Escola’, na Escola Municipal Geremias de Mattos Fontes, em Sambaetiba, nesta segunda-feira (02/10). Ao todo, cinco unidades escolares serão contempladas até sexta-feira (06/10).

O secretário municipal de Saúde, Hédio Mataruna, falou da integração entre as secretarias e do excelente trabalho da equipe do PSE. E ainda fez questão de falar da importância do programa para os alunos presentes.

“Às vezes nós adultos deixamos para pensar na saúde, no corpo e na mente quando estamos mais velhos e muitas vezes não dá mais tempo, mas vocês têm o privilégio de aprender um pouco mais sobre saúde, para começar a cuidar dela agora. Prestem bastante atenção a tudo que será ensinado por essa equipe, pois tenho certeza que vocês vão aplicar em suas vidas e também repassar os ensinamentos para seus familiares. E assim, vão ficar mais fortes, saudáveis e ter uma vida muito mais longa”, disse o secretário.

Durante a ação foram abordados assuntos como alimentação saudável e prevenção de obesidade; promoção da atividade física; cultura da paz; importância da vacina e saúde ambiental com ênfase em arboviroses.

Segundo a coordenadora do PSE, Adriana Pires, Itaboraí conta com 94 escolas aderidas no programa, sendo 89 da rede municipal de ensino e cinco da rede estadual.

“A Semana Saúde na Escola é uma articulação entre a saúde e a educação buscando promover a saúde dos estudantes e dos profissionais. O PSE promove ações com diversos temas ao longo do ano, objetivando a promoção e prevenção da saúde. Contamos com a parceria dos profissionais das unidades de saúde e das escolas, todos juntos com a missão de educar”, reforçou Adriana.

O Programa Saúde na Escola (PSE) é uma política intersetorial da Saúde e da Educação que foi instituído em 2007 pelo Decreto Presidencial n° 6.286, de 5 de dezembro de 2007. As políticas de saúde e educação voltadas às crianças, adolescentes, jovens e adultos da educação pública brasileira se unem para promover saúde e educação integral. A intersetorialidade das redes públicas de saúde e de educação e das demais redes sociais para o desenvolvimento das ações do PSE implica mais do que ofertas de serviços num mesmo território, pois deve propiciar a sustentabilidade das ações a partir da conformação de redes de corresponsabilidade.

Veja também

Alternar braços, durante a vacinação não é apenas uma escolha prática, mas uma estratégia que pode resultar em melhor resultado
às
AquaRio, abre mais cedo para receber pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e suas famílias circuito adaptado das 8h30 às 10h
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias