Jovem resgatada de buraco no ES, após 36h está internada

às
internada

O pai da jovem de 22 anos que ficou 37h presa em um buraco contou nesta terça-feira (30) que Maria Cristina Simões Ferreira e Penha ainda está internada em um hospital e não tem previsão de alta. Ela saiu para dar uma volta pelo bairro onde mora, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo, na noite de sexta-feira (26), quando escorregou e caiu em um buraco entre um muro de uma casa e um barranco. Ela só foi resgatada na manhã de domingo (28), quando um morador ouviu os gritos de socorro.

“Ela está hospitalizada ainda, mas só teve alguns ferimentos leves. Ela tá bem, está conversando. Mas minha filha ainda está muito traumatizada com tudo o que passou. Ficar naquele lugar por tanto tempo, toda imprensada. Ela está ansiosa para poder voltar para casa”, contou o pai.
A família da jovem percebeu que ela tinha sumido sem celular e dinheiro na noite de sexta-feira, e mobilizou a polícia e amigos com pedidos de socorro nas redes sociais.

A vítima estava há menos de 50 metros de casa, no bairro Dr. Gilberto Machado, quando escorregou, caiu e acabou ficando presa. Ela passou a noite de sexta, todo o dia de sábado e apenas no domingo de manhã foi localizada.

A partir daí, foi feita uma mobilização com Bombeiros para fazer o resgate. Foram mais de 2 horas de operação. Isso porque a jovem caiu em um buraco de difícil acesso.

Crédito: g1.globo.com

Veja também

Maricá subiu nove posições no ranking que mede a qualidade das informações fiscais e contábeis enviadas ao Tesouro
às
Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, inaugurou uma nova unidade da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), em Rio Bonito
às
A prefeitura de Rio Bonito inaugurou nessa terça-feira (18), os dois Laboratórios de Iniciação Científica “Intramuros”
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias