O Banco do Brasil informou o desligamento de 5.533 voluntários

às

O Banco do Brasil  informou nesta segunda-feira (8), ao mercado que foram validadas as demissões de 5.533 funcionários que aderiram aos programas de desligamento incentivado da empresa. Os impactos financeiros da saída voluntária desses profissionais serão informados nas apresentações de resultado do banco do quarto trimestre de 2020.

As adesões ficaram próximas do que havia sido estimado pelo banco, de acordo com a instituição. Os programas fazem parte do conjunto de medidas anunciadas pelo BB no dia 11 de janeiro para “aumentar a eficiência nas atividades da empresa, garantindo a sustentabilidade dos negócios”.

Do total de funcionários que aderiram ao PDE, 74% se desligaram para aposentadoria. Outros 5% podem se aposentar em até 3 anos. “Ressaltamos ainda que o Banco do Brasil incluiu nas verbas rescisórias o valor referente ao pagamento das contribuições patronais para Cassi e Previ pelo período de até 3 anos”, informou a instituição.

No fim do mês passado, funcionários do BB realizaram manifestações e fecharam agências em todo o país. No Estado do Rio, foram 18 unidades fechadas, além de outras funcionando em esquema de contingenciamento e sem atendimento nos caixas.

Na ocasião, a categoria disse ser contra a reestruturação anunciada pelo Conselho de Administração do Banco do Brasil, que prevê o fechamento de 361 unidades e dos planos de demissão voluntária.

 

 

Fonte: extra.globo.com

Veja também

As companhias aéreas Azul e Gol anunciaram, nesta quinta-feira (23), acordo de cooperação comercial que vai conectar as suas malhas aéreas
às
Cerca de 200 ciclistas deverão participar do GP das Montanhas de ciclismo que acontece neste domingo, dia 26 de maio
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias