OAB afirma que vai pedir reunião com Ministério da Justiça, BC e MPF sobre bloqueios de bens da GAS Consultoria

às

A Ordem dos Advogados do Brasil afirma que vai pedir uma reunião com o Ministério da Justiça, o Banco Central e o Ministério Público Federal sobre os bloqueios de bens da GAS Consultoria. A empresa é de Glaidson Acácio dos Santos, o “Faraó dos Bitcoins”, preso sob a acusação de comandar um esquema de pirâmide financeira. A GAS Consultoria interrompeu os pagamentos pendentes após o bloqueio da Justiça.

Clientes da empresa se reuniram, nesta quarta-feira, com o presidente do Conselho Federal da OAB, Felipe Santa Cruz, em Brasília. O encontro foi feito para a entrega de um manifesto que afirma que a empresa não é uma pirâmide. Um dos clientes que participou da reunião e que vem representando o grupo, o advogado Jeferson Brandão, afirma que não houve lesados.

A reunião aconteceu a pedido do presidente da OAB, órgão que pode confrontar o MPF sobre o assunto. Felipe Santa Cruz afirma que é preciso esclarecer o preconceito que envolve os investimentos em criptomoedas.

O presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, também defendeu a devolução do dinheiro aos clientes da GAS Consultoria.

Na Operação Kryptos, que resultou na prisão de Glaidson, os agentes apreenderam 21 carros de luxo, 13 milhões e 800 mil reais em espécie e 591 bitcoins, o equivalente a cerca de 150 milhões de reais na cotação atual.

Veja também

Ministério Público do estado, Secretaria de Polícia Civil e Delegacia de Homicídios também foram oficiados
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias