Programa de coleta de óleo de cozinha usado é lançado em São Gonçalo, Itaboraí e Tanguá

às
A esquete divertiu os alunos em Tanguá
Foto: Divulgação

Programa de coleta de óleo de cozinha usado. Óleo de cozinha jogado na pia, ralo ou vaso sanitário nunca mais! Esse é o pedido, em tom de alerta, que a Águas do Rio faz com o programa “De Olho no Óleo”. Colocada em prática na capital e Baixada Fluminense, a iniciativa foi lançada no Leste Fluminense no Mês do Meio Ambiente, junho, para conscientizar sobre os riscos dessa prática e a importância do descarte adequado em residências e comércios. Para isso, a concessionária está distribuindo coletores em colégios de São Gonçalo, Itaboraí e Tanguá, e lojas da companhia também receberão o material. O intuito é estimular a comunidade estudantil e a população numa ação sustentável que pretende mobilizar mais de três mil estudantes.

Além disso, leia também outras notícias sobre as cidades da região.

“Ao descartar o óleo indevidamente, ele se junta a outros resíduos e vira um bloco sólido capaz de entupir as redes coletoras. Com esse bloqueio, o esgoto não flui da forma devida, podendo retornar para o próprio imóvel ou extravasar em vias públicas causando mal cheiro. Além do transtorno ambiental, o esgoto não tratado causa doenças e atrai insetos, ratos e outros animais”, explicou Malcom Bispo, gerente de Operações da Águas do Rio.

A campanha vai até novembro e estimula a população a juntar dois litros de óleo de cozinha usado e trocar por um frasco de detergente nos pontos de coleta. Todo material arrecadado será transportado para uma cooperativa, devidamente licenciada, que faz a destinação correta, transformando-o em biocombustível ou sabão.

“Todos podem fazer a sua parte. E, para isso, é preciso armazenar o óleo de cozinha usado em uma garrafa PET e depois depositá-la em um dos coletores nas escolas ou em lojas de atendimento da empresa (veja endereços abaixo)”, afirma Susana Lima, analista de Responsabilidade Social da companhia.

Programa de coleta de óleo de cozinha usado. A iniciativa é da concessionárias Águas do Rio e leva conscientização para as escolas.
Programa de coleta de óleo de cozinha usado – Foto: Divulgação

Palestras em escolas públicas

Além da distribuição de coletores, funcionários da empresa vão dar palestras em escolas da rede pública para promover um comportamento ambientalmente correto.

A apresentação do “De Olho no Óleo” para os primeiros alunos aconteceu em junho na Escola Municipal Professora Dearina Silva Machado, em Tanguá, onde alunos do 5º ao 9º ano assistiram à esquete “De Olho na Oleosa”, que aborda o tema de forma lúdica. Depois foi a vez de Itaboraí, onde estudantes da Escola Municipal Antônio Alves Vianna conheceram a iniciativa.

O programa já foi implantado pela concessionária no Rio, Belford Roxo, Duque de Caxias, Mesquita, Nova Iguaçu e Queimados.

Coleta em lojas das Águas do Rio no Leste Fluminense:

De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

São Gonçalo

Av. Pres. Kennedy, 311 (2º piso) – Centro.

Alcântara

Estrada Raul Veiga, 351, Loja 21.

Itaboraí

Rua São João, 42 – Centro.

Tanguá

Rua Vereador Manoel Macedo, 300, Loja 4 – Centro.

Maricá

Rua Barão de Inoã, 287 – Centro.

Saquarema

Rua 96, n° 585 – Jaconé.

Assim que ler a matéria, deixe seu comentário e nos siga nas redes sociais.

Veja também

Light afirma que teve que fazer uma parada emergencial por causa de um defeito na rede subterrânea.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias