Venezuela e Guiana: O que o Brasil tem a ver com essa guerra?

O clima anda tenso na América Latina. A Venezuela vem fazendo investidas para anexar mais de dois terços da Guiana, seu país vizinho.
às
guerra
(Fonte: Getty Images/Reprodução)

O clima anda tenso na América Latina. A Venezuela vem fazendo investidas para anexar mais de dois terços da Guiana, seu país vizinho, que por sua vez obviamente já declarou se opor à invasão de seu território. No último domingo (3), o presidente venezuelano Nicolás Maduro realizou um referendo no qual questionava a opinião pública a respeito do assunto.

Em suas redes sociais, como aponta a CNN Brasil, o líder da Venezuela comemorou o resultado, afirmando que o povo votou a favor da anexação de cerca de 70% do território da Guiana, região conhecida como Essequibo.

Venezuela versus Guiana: como o Brasil entra nessa história?

Antes de mais nada, é preciso dar um algum contexto sobre o que anda rolando ali no norte da América Latina. Para isso, é preciso voltar muito no tempo, séculos atrás. Como explica a Agência Brasil, em 1648 os espanhóis cederam todo o território a leste do Rio Orinoco para os holandeses. Estes, por sua vez, transferiram os direitos de parte do território para o Reino Unido, que manteve o controle da região até o ano de 1966, quando a Guiana se tornou independente.

Enquanto isso, a Venezuela afirma ter direito àquela área, conhecida no país como Guiana Essequiba, rica em minérios e pedras preciosas — além de petróleo, recentemente descoberto na costa guianesa. O país requisita a anexação do território desde antes da independência da Guiana sob a justificativa de que os holandeses jamais ocuparam a região a oeste do Orinoco. Portanto, segundo as autoridades venezuelanas, a área seria, na verdade, propriedade dos espanhóis.

Mas o que o Brasil tem a ver com tudo isso? A resposta é bem simples: nosso país faz fronteira tanto com a Venezuela quanto com a Guiana, portanto com parte do nosso território ficando bem no meio, entre as duas outras nações.

Brasil reforça fronteira com Venezuela e Guiana

É justamente por estar ali, coladinho com os dois países que parecem estar em vias de entrar em um confronto que o nosso governo reforçou as fronteiras. Isto se dá porque, caso a Venezuela resolva atacar a Guiana, uma de suas melhores opções seria passar pelo território brasileiro, mais especificamente o Estado de Roraima.

Como nosso país se mantém neutro na disputa, foram reforçadas as fronteiras tanto com a Venezuela quanto com a Guiana. A ideia seria impedir uma potencial invasão venezuelana cortando caminho pelo Brasil, caso o governo de Maduro queira evitar o envio de seus soldados à mata das florestas na divisa com a região do Essequibo. Por enquanto, porém, não parece haver risco de confusão na fronteira.

“Hoje, o objetivo principal do Maduro é a reeleição e, para lograr isso, ele precisa persistir no caminho da economia. Recentemente, os Estados Unidos levantaram sanções ao petróleo da Venezuela, e se espera uma recuperação econômica com isso”, disse o professor de geopolítica da Escola Superior de Guerra Ronaldo Carmona ao G1. Ou seja, Maduro precisa pensar com calma sobre o que fazer agora.

Segundo Carmona, um conflito poderia ser prejudicial para a campanha à reeleição em 2024, desgastando a imagem do político. Além disso, ainda de acordo com a reportagem do G1, os Estados Unidos estariam planejando instalar bases militares em Essequibo, já tendo até mesmo enviado militares para a Guiana recentemente. Ou seja, Maduro estaria brigando não apenas com a Guiana, mas também com os EUA, uma das maiores potências militares do mundo.

Lula tem reunião sobre conflito na fronteira

 O que o Brasil tem a ver com essa guerra? Nesta quarta-feira (6), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se encontra com Mauro Vieira, ministro de Relações Exteriores
(Fonte: Getty Images/Reprodução)

Nesta quarta-feira (6), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se encontra com Mauro Vieira, ministro de Relações Exteriores; e Celso Amorim. O tema da reunião seria a situação entre Guiana e Venezuela. A informação é da CNN Brasil.

O governo vem buscando tomar medidas de segurança para impedir que território nacional seja utilizado na briga entre os dois países vizinhos. Lula parece querer manter o tom de neutralidade e ao mesmo tempo garantir a segurança do povo brasileiro.

Principalmente a região que poderia ser potencialmente afetada em caso de guerra entre os países vizinhos.

Fonte: megacurioso.com

Veja também: Menino Gui e mãe são assaltados à mão armada na saída de São Januário e nos acompanhe nas Redes sociais.

Veja também

Alternar braços, durante a vacinação não é apenas uma escolha prática, mas uma estratégia que pode resultar em melhor resultado
às
AquaRio, abre mais cedo para receber pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e suas famílias circuito adaptado das 8h30 às 10h
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] também: Venezuela e Guiana: O que o Brasil tem a ver com essa guerra? e nos acompanhe nas Redes […]

Últimas Notícias