Saúde de Maricá alcança o primeiro lugar em ranking da Atenção Primária na Região Metropolitana II

às
maricá

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Saúde, atingiu a melhor posição entre os municípios da Região Metropolitana II na avaliação de desempenho do Programa Estadual de Financiamento da Atenção Primária à Saúde (Prefaps), tendo como referência o terceiro quadrimestre de 2022, período que inclui os meses de setembro, outubro, novembro e dezembro. A Região Metropolitana II inclui os municípios de Maricá, Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Tanguá, Rio Bonito e Silva Jardim.

A cidade foi a mais bem colocada na região em quatro indicadores referentes à atenção primária e ultrapassou a meta estabelecida em um total de seis pontos analisados pelo ranking, o que reforça a qualidade da Estratégia de Saúde da Família do município — porta de entrada principal para os serviços de toda a rede de saúde.

A liderança entre as cidades da Região Metropolitana II foi observada nos seguintes quesitos relacionados à atenção primária: atendimentos médicos e estimativa de população coberta pela Estratégia Saúde da Família; atendimentos de enfermeiros (as) e estimativa de população coberta pela Estratégia de Saúde da Família; atendimentos médicos e de enfermeiros (as) aos hipertensos e a estimativa de adultos hipertensos cobertos pela Estratégia Saúde da Família; atendimentos médicos e de enfermeiros (as) aos diabéticos e a estimativa de adultos diabéticos cobertos pela Estratégia Saúde da Família.

A secretária de Saúde, Solange Oliveira, comemorou o bom resultado e garantiu que o município está investindo para avançar cada vez mais, ampliando e requalificando a atenção primária, se dedicando para levar cuidados ainda mais efetivos à população.

“Alcançar índices tão positivos indica que estamos no caminho certo, já que esse é o principal resultado utilizado pelo estado para o financiamento da Atenção Primária. Somos o município da Região Metropolitana II melhor colocado em diversas categorias, o que é motivo de orgulho, mas estamos investindo continuamente para avançar e otimizar os serviços oferecidos aos moradores, algo marcado pela assinatura do contrato de gestão com a Fundação Estatal de Saúde. Maricá cresce exponencialmente, por isso é o momento de ampliar os serviços, melhorar todos os existentes e criar diferenciais, adotando um novo modelo de estratégia de saúde da família que fará a diferença”, ressaltou.

Shirley Linhares, superintendente da Atenção Primária à Saúde da Fundação Estatal de Saúde de Maricá (Femar), destacou o papel fundamental dos profissionais e gestores nesse processo, sempre buscando aprimorar os serviços.

“Essa conquista é o resultado de muito trabalho e dedicação dos profissionais das equipes de saúde da família, bem como de toda a gestão. A avaliação desses indicadores é importante para verificar os nossos acertos e entendermos o que precisa melhorar, tendo como objetivo a garantia de uma saúde equânime e de qualidade para a população”, completou.

Femar contribui para a requalificação da saúde de Maricá

A Femar está iniciando a gestão de diversos serviços de saúde da cidade, que fazem parte da Atenção Primária, Especializada, Saúde Mental, além do complexo regulador. A mudança compõe o processo de requalificação da saúde do município, que prevê, até 2024, a criação de novas Unidades de Saúde da Família (USF), ambulatórios, Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e residências terapêuticas. Também está planejada a reestruturação das USF já existentes, dos serviços de saúde bucal, do Serviço de Atendimento Especializado (SAE), além da ampliação das equipes multiprofissionais que atuam nesses locais, do serviço de atendimento domiciliar e a criação de novos equipamentos, otimizando a assistência oferecida à população.

A Femar também irá implementar um novo modelo de Atenção Primária em Maricá, com a transformação das equipes de Saúde da Família em equipes de Saúde da Família Ampliada. Com essa novidade, serão criados Centros de Apoio à Saúde da Família (CASF) em cada distrito, voltados ao atendimento de casos específicos e que necessitam de maior atenção, oferecendo assistência com mais eficiência e resolutividade, evitando que os moradores necessitem de encaminhamento para a Rede de Urgência e Emergência.

Veja também

Maricá subiu nove posições no ranking que mede a qualidade das informações fiscais e contábeis enviadas ao Tesouro
às
Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, inaugurou uma nova unidade da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), em Rio Bonito
às
A prefeitura de Rio Bonito inaugurou nessa terça-feira (18), os dois Laboratórios de Iniciação Científica “Intramuros”
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias