Ator de Tropa de Elite morre após sofrer acidente de carro no Rio

às

Morreu hoje (23) o ator Caio Junqueira, de 42 anos, vítima de um acidente de carro na última semana no Aterro do Flamengo, no Rio. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. Caio estava internado no Hospital Municipal Miguel Couto há uma semana. Na última quarta-feira (16), o artista perdeu o controle do automóvel em que estava indo para o Centro, invadiu os limites da pista, bateu em uma árvore e acabou capotando o veículo.

O ator, que sofreu uma fratura exposta, passou por diversas cirurgias e chegou a apresentar melhora nos últimos dias. De acordo com sua mãe, Caio chegou a despertar durante sua internação e tentado se levantar da maca, tendo que ser sedado pelos médicos para manter o repouso. A última cirurgia realizada no ator foi em uma de suas mãos, fraturada devido ao acidente, e ele passaria por mais uma intervenção nesta quarta (23). Diversos artistas, colegas e familiares haviam feito campanhas nas redes sociais pedindo por doação de sangue para Caio.

Caio interpretou o policial Neto, o “06”, amigo de Matias, em Tropa de Elite (Foto: Reprodução)

Nascido no Rio de Janeiro, Caio Junqueira veio de uma família de artistas. Era filho do ator Fábio Junqueira e irmão do ator Jonas Torres. Começou sua carreira artística aos nove anos de idade, na série “Tamanho Família”, exibida em 1985 na TV Manchete. O ator participou de diversos trabalhos na TV Globo, como as novelas Barriga de Aluguel (1990) e O Clone (2001). Também atuou em novelas da Rede Record, como Escrava Isaura (2006) e Ribeirão do Tempo (2010).

Carro do ator após acidente na última quarta-feira (Foto: TV Globo)

Caio também participou de filmes, como Central do Brasil (1998), grande sucesso do cinema nacional que concorreu em premiações de renome como Oscar e Globo de Ouro, Tropa de Elite (2007), onde interpretou o policial militar Neto, o “06”.

 

 

Veja também

O governo federal apresentou nesta quarta-feira (24) o programa Voa Brasil, que deverá proporcionar passagens aéreas de até R$ 200
às
Segundo o Centro de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), seis municípios no estado do Rio
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias