Cariocas resgatados de Israel ajoelham na pista do Galeão na chegada ao Rio

às
FOTO PARA SITE MODELO 3

Os primeiros 40 passageiros vindos em um jato da Força Aérea Brasileira de Israel chegaram ao Rio de Janeiro às 8h40 desta quarta-feira (11). Tão logo desembarcaram em um C-99 Condor na Base Aérea do Galeão, ajoelharam-se na pista ao lado de uma bandeira do Brasil.

O grupo de cariocas estava no voo que pousou em Brasília na madrugada desta quarta-feira (11).

Repatriada de 92 anos
Sara Balassiano Steinberg, 92 anos, estava há 3 meses em Israel, para onde foi a fim de conhecer a bisneta recém-nascida.

“É difícil. Eu estava com muita saudade daqui, mas o meu coração ficou lá”, disse. “A minha felicidade de estar aqui é a mesma dor de ter deixado todos lá.”

Sara contou que pela primeira vez teve de refugiar em um bunker.

“Foi assustador. Eram seis e pouco da manhã, eu estava dormindo. Meu neto veio no quarto para me acordar e disse: ‘Vovó, não se assuste. Esse barulho é uma sirene. Pode levantar que eu levo você para o bunker’”.

Virgínia Salomé estava ansiosa para o reencontro com a irmã, que foi para Israel para participar de uma peregrinação à Terra Santa com uma igreja evangélica.

“Eu estava em pânico. Cada dia é uma novidade. Agora estou aliviada, pois ela está sempre mandando notícias”, afirmou.

Segundo voo
Às 9h20, um segundo voo aterrissou. Os repatriados desembarcaram estenderam bandeiras do Brasil e de Israel.

A advogada e farmacêutica Fernanda Martins Damasceno estava em Jerusalém fazendo turismo pela Terra Santa. A guerra estourou no 3º dia de viagem. Definiu o voo de retorno como “o maior alívio que já sentiu”.

“Eu passei um dia no bunker, e a minha família perdeu o contato. Ficaram desesperados e procuraram a embaixada”, disse.

O bunker ficava no subsolo do hotel, onde o sinal de celular era fraco.

“Eu achava que eu tinha fé, mas eu descobri que tenho mais fé do que eu imaginava”, destacou.

Jerusalém-Brasília
O avião da Força Aérea Brasileira (FAB), que resgatou o primeiro grupo de brasileiros que estava em Israel, pousou em Brasília durante a madrugada desta quarta-feira (11). O voo, que partiu de Tel Aviv na terça-feira (10), durou cerca de 14 horas.

A aeronave KC-30 deixou Israel com 211 passageiros. Até domingo (15), outros cinco voos devem sair do país para o resgate de brasileiros que estão na região, segundo o Itamaraty.

A GloboNews apurou que o governo deu prioridade a famílias com crianças, idosos, pessoas com deficiência ou enfermos.

Os brasileiros que desejam deixar Israel precisam preencher um formulário de inscrição disponibilizado pela Embaixada do Brasil em Tel Aviv.

 

Crédito: g1.globo.com

Veja também

Encerradas definitivamente, sistema de transferências via DOC, um dos mais tradicionais meios de pagamentos bancários por décadas.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias