Deputada propõe convocação de suplentes de deputados presos

às

A primeira sessão da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) começou com apenas 64 dos 70 deputados.  Pelo Regimento Interno da Alerj os seis deputados afastados do cargo têm um prazo de 60 dias para tomar posse. A deputada Renata Souza propõe que, casos os deputados eleitos não possam assumir o cargo por decisão judicial, os suplentes devem ser imediatamente convocados. Um projeto que se difere ao do presidente da Casa, André Ceciliano (PT), que permite que os presos sejam empossados e, posteriormente, se licenciem para que só então os suplentes possam assumir.

“Os nossos projetos de resoluções são diferentes. O dele versa sobre a posse e o nosso sobre a chamada da suplência. O do Ceciliano prevê o pedido de licença para cumprir ordem judicial e isso vai na contramão do que propomos, o nosso diz que entre a decretação da prisão e o afastamento do mandato, o deputado não pode pedir licença e nem ter remuneração”, explica a deputada Renata Souza. O projeto da deputada Renata Souza foi protocolado nesta terça-feira (05) e aguarda publicação.

Veja também

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Saúde, abriu nesta segunda-feira (04/03) o segundo polo de atendimentos à dengue
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias