Deputado Kim Kataguiri anuncia Danilo Gentili como candidato à Presidência em 2026

às
Screenshot_2

O deputado federal Kim Kataguiri (União-SP), um dos fundadores do MBL, anunciou que pretende tornar o movimento um partido político, e lançar o apresentador Danilo Gentili como candidato da futura sigla para a Presidência da República em 2026.

“A gente tem defendido e vamos construir para 2026 a candidatura do Danilo Gentili e ele vai disputar”, declarou o parlamentar.

Durante participação no podcast “Flow”, Kataguiri explicou que dará início ao processo para transformar o Movimento Brasil Livre em uma sigla partidária. Para isso, a ideia é colher assinaturas, que são obrigatórias, inclusive em shows de Gentili.

Ao ser confrontado pelo apresentador Igor 3K que, na hipótese de o apresentador disputar o Palácio do Planalto e sair vencedor nas urnas em 2026, o país se tornaria a Ucrânia, já que o mandatário do país europeu, Volodimir Zelenski, é humorista, Kim destacou que o ex-presidente dos Estados Unidos, Ronald Reagan, também saiu das telinhas para se tornar chefe da Casa Branca em 1981.

O MBL (Movimento Brasil Livre) liderado por Kim Kataguiri surgiu durante as manifestações pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Posteriormente, diversos nomes ligados ao MBL disputaram cargos públicos e se elegeram. Em 2018, o movimento endossou a candidatura de Jair Bolsonaro (PL) contra Fernando Haddad (PT) no segundo turno ao pregar o “voto útil” no político de extrema direita.

Já no começo do antigo governo, Kataguiri e outros integrantes do movimento abandonaram Bolsonaro.

 

Crédito: Jornal Estado de Minas

Veja também

As companhias aéreas Azul e Gol anunciaram, nesta quinta-feira (23), acordo de cooperação comercial que vai conectar as suas malhas aéreas
às
Cerca de 200 ciclistas deverão participar do GP das Montanhas de ciclismo que acontece neste domingo, dia 26 de maio
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias