Pintura de Van Gogh muda de nome após chef achar erro em museu

às
van

O Van Gogh Museum, em Amsterdã, nos Países Baixos, renomeou um quadro do pintor Vincent Van Gogh após a observação atenta de um chef de cozinha e fã de arte.

O quadro em questão é “Repolhos vermelhos e cebolas”, de 1887, mas que foi batizado postumamente apenas em 1928. A partir de agora, ele se chama Repolhos vermelhos e alhos, já que a instituição foi convencida de que o alimento retratado estava identificado de forma incorreta.

O responsável pela mudança é Ernst de Witte, que cozinha profissionalmente há quase 20 anos e virou pintor há quatro. Ele visitou várias vezes a galeria em que as obras do holandês estão expostas, mas só na última passagem pelo local que notou o possível erro gastronômico.

Quando de Witte viu que o que era descrito como cebola, na verdade, eram cabeças de alho, ele preparou uma apresentação completa para mostrar ao museu.

O chef usou tanto a profissão quanto o hobby para apontar a semelhança de formato da cabeça de alho e, inclusive, identificar na obra as linhas que indicavam os dentes. Estudando diferentes espécies de ambos os alimentos, Ernst fez uma comparação também com cebolas retratadas em outras pinturas de Van Gogh.

O museu concordou com o apontamento após consultar um biólogo para uma segunda opinião e oficializou a mudança em novembro de 2022, inclusive no catálogo que consta no site oficial.

Segundo o Artnet News, que recebeu uma nota da instituição, quadros têm o título alterado com certa frequência, quando há divergências sobre quais os elementos retratados.

Repolhos vermelhos e alho (1887) já foi emprestado a outro museu de Amsterdã, o Stedelijk Museum, e foi inicialmente exposto em uma galeria de Paul Cassirer, em Berlim. A obra não recebeu um nome oficial quando foi finalizada pelo pintor.

Homenagem na cozinha

O observador atento até se sentiu inspirado pelo caso para criar um prato no restaurante em que ele é chef de cozinha, o Restaurant Feu, na cidade de Utrecht.

A refeição é um repolho com caldo de alho assado e creme de alho defumado, além de um vinagrete que tem como erva-cidreira, estragão e absinto — bebida favorita do pintor holandês.

Crédito: megacurioso.com

 

Veja também

Ministério Público do estado, Secretaria de Polícia Civil e Delegacia de Homicídios também foram oficiados
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias