Israel ataca 300 alvos do Hamas e divulga vídeo da operação por terra em Gaza

Imagens mostram tiros, explosões e prédios destruídos na Faixa de Gaza. Militares afirmaram que soldados entraram em vários confrontos armados com membros do Hamas.
às
Screenshot_4
Foto: Forças de Defesa de Israel

As Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) anunciaram ter atacado 300 alvos ligados ao Hamas e divulgaram um novo vídeo que mostra a atuação das tropas por terra dentro da Faixa de Gaza. As imagens foram publicadas nesta terça-feira (31).

Vídeo: Rede Social

Os militares israelenses estão expandindo a operação terrestre dentro da Faixa de Gaza, nos últimos dias. O vídeo divulgado pela Defesa do país mostra tiros, explosões e edificações destruídas.

“Durante as operações terrestres das forças, os soldados tiveram vários confrontos com células terroristas que dispararam mísseis antitanque e tiros de metralhadoras contra eles”, disse a IDF.

Em comunicado, os militares afirmaram ainda que as tropas que executam a operação por terra mataram terroristas e direcionaram as forças aéreas para alvos do Hamas.

O conflito por terra já havia sido comunicado pelo Hamas, nesta terça-feira. O grupo terrorista disse que uma de suas brigadas armadas disparou mísseis antitanque contra as forças de Israel, além de ter atacado veículos militares e soldados com metralhadoras.

Segundo as Forças de Defesa de Israel, os 300 alvos do Hamas atacados nas últimas horas foram bombardeados por todas as forças de combate israelenses combinadas.

Os alvos bombardeados incluem mísseis antitanque, postos de lançamento de foguetes, complexos militares e túneis subterrâneos, informaram os militares.

Israel anunciou ainda ter executado Nasim Abu Ajina, que era um comandante da Brigada do Norte do Hamas. Ele teria sido responsável por coordenar ataques no sul de Israel, em 7 de outubro.

Operação por terra

Para especialistas, o avanço de Israel por terra em Gaza acontece de forma lenta. Um dos motivos seria a abertura de uma possibilidade para que o Hamas negocie a libertação de reféns.

Em uma entrevista divulgada na sexta-feira (27), um integrante do Hamas afirmou que os reféns capturados por facções ligadas ao grupo só serão libertados após um acordo de cessar-fogo.

Já na segunda-feira (30), o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou que a demanda por um cessar-fogo é um pedido para que Israel se renda. Ele disse ainda que “mesmo as guerras mais justas têm vítimas civis não intencionais”.

Crédito: g1

Veja também

Maricá subiu nove posições no ranking que mede a qualidade das informações fiscais e contábeis enviadas ao Tesouro
às
Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, inaugurou uma nova unidade da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), em Rio Bonito
às
A prefeitura de Rio Bonito inaugurou nessa terça-feira (18), os dois Laboratórios de Iniciação Científica “Intramuros”
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias