Presidente de Portugal reconhece culpa pela escravidão no Brasil

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, admitiu que seu país tem responsabilidade pelos crimes da era colonial
às
portugal.jpeg
Foto: Reprodução

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, admitiu que seu país tem responsabilidade pelos crimes da era colonial, como tráfico de pessoas na África, massacres de indígenas e saques de bens. A declaração, de acordo com a Agência Reuters, foi feita em uma conversa com correspondentes estrangeiros na noite desta terça-feira.

É a primeira vez que um chefe de Estado português reconhece publicamente a culpa pela escravidão no Brasil. No ano passado, Rebelo de Sousa já havia dito que Portugal deveria se desculpar pela escravidão transatlântica e pelo colonialismo, mas não chegou a pedir desculpas oficialmente.

O presidente de Portugal também disse que sugeriu ao seu governo fazer reparações pela escravidão e afirmou que seu país “assume total responsabilidade pelos danos causados”. No entanto, ele não especificou de que forma a reparação será feita.

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, comentou as declarações do presidente de Portugal. Ela destacou que esse debate é fruto de séculos de cobrança da população negra.

Anielle também reforçou que a declaração precisa ser seguida de ações concretas e que a equipe do governo brasileiro já está em contato com o governo português para dialogar sobre quais passos serão tomados em relação a medidas de reparação.

Para o doutor em História, Petrônio Domingues, Portugal precisa ir muito além de uma declaração pública de reconhecimento da culpa pela escravidão. Especialista em História das populações negras e das experiências afro-diaspóricas, o professor da Universidade Federal de Sergipe acredita que as ações de reparação precisam ser efetivas e focadas no presente.

Portugal foi o país que mais traficou na era colonial. Quase seis milhões de pessoas foram escravizadas à época, ou seja, quase metade do total. Entre os séculos XVI e XX, Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde e Timor Leste foram submetidos ao domínio português.

Fonte: agenciabrasil.ebc.com

Veja também: Avenida Brasil tem 1º dia útil de novas regras para veículos na faixa seletiva; veja o que muda e nos acompanhe nas redes sociais.

Veja também

Velocidade, adrenalina e diversão em família. Foi realizada, neste fim de semana, a segunda edição do Encontro Off Road em Itaboraí
às
Rio Bonito sediou nos últimos dias 14, 15 e 16 a Taça Brasil de 2024, competição internacional de ciclismo que reuniu 130 atletas
às
Dois homens foram presos em flagrante na madrugada desta segunda-feira (17) por porte ilegal de armas, munições
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] mais – Presidente de Portugal reconhece culpa pela escravidão no Brasil siga nossas redes […]

Últimas Notícias