Polícia investiga se tiro que matou torcedor do Flamengo foi disparado de dentro de trem da Supervia

Reinaldo Baptista da Silva Júnior, de 35 anos, morreu após ser baleado durante um confronto entre torcedores. Segundo a PM, 76 pessoas foram levadas para o Juizado Especi
às
5
Polícia investiga se tiro que matou torcedor do Flamengo foi disparado de dentro de trem da Supervia

A Delegacia de Homicídios da Capital investiga se o tiro que matou o flamenguista Reinaldo Baptista da Silva Júnior, de 35 anos, foi disparado de dentro de um trem da Supervia durante uma briga de torcidas organizadas.

Reinaldo, conhecido como Dinho, era integrante da Raça Rubro-Negra, de acordo com a própria torcida nas redes sociais. A família nega essa informação.

Ele foi morto no domingo (22) na estação de trem de Cosmos, na Zona Oeste do Rio, horas antes da disputa entre o Vasco e o Flamengo no estádio do Maracanã.

Em postagens nas redes sociais, um outro flamenguista afirma que o disparo aconteceu após a abertura das portas do vagão.

“Tem que ser muito frouxo para esperar abrir a porta do trem pra dar tiro em nós”, escreveu ele.

Depois, ele lamenta a perda.

“Independente de bandeira hoje eu vim conversando com o Dinho no trem, quando descemos na estação tudo começou. Eu vi ele naquele estado, vi que não somos nada, a vida é um sopro”.

Um vídeo mostra passageiros abaixados no chão de um vagão e é possível ouvir diversos disparos. Assustadas, as pessoas tentam se proteger. Outro vídeo mostra o torcedor sendo socorrido

A Delegacia de Homicídios vai solicitar as imagens do circuito interno de segurança da Supervia. Outras diligências estão em andamento para identificar a autoria do crime.

Procurada, a Supervia disse que “apoia o trabalho das autoridades policiais e já está colaborando com a investigação.”

O jovem deixa esposa e um filho de 3 anos. A mulher lamentou nas redes sociais: “Eu perdi meu braço, meu parceiro, meu amigo. Eu não sei levar a vida sem você aqui, meu amor. Eu só queria acordar desse pesadelo e te ter aqui comigo”, escreveu.

O corpo dele foi encaminhado para o Instituto Médico Legal e não há informações sobre o sepultamento.

Além de Reinaldo, outras quatro pessoas ficaram feridas. Elas foram encaminhadas para o Hospital Rocha Faria, em Campo Grande. Uma delas, um homem que tinha sido esfaqueado, já teve alta médica.

A Raça Rubro-Negra, torcida que Reinaldo fazia parte, está proibida de frequentar estádios por cinco anos, de acordo com decisão da Justiça de março.

A organizada fez uma postagem lamentando e prestou solidariedade aos amigos e parentes.

Apreensões

Às 11h, um grupo de cerca de 200 torcedores de uma torcida organizada foi parado por uma equipe da Polícia Militar, no bairro de Paciência, com pedaços de madeira. O material foi apreendido e três suspeitos foram encaminhados para a delegacia.

Em Rocha Miranda, policiais militares do 9º BPM (Rocha Miranda) conduziram três pessoas e apreenderam 21 cabos de madeiras. Já no Alto da Boa Vista, policiais militares do 6º BPM (Tijuca), apreenderam três cabos de madeira e um soco inglês.

Em Bangu, diversos rojões, pedaços de madeira e outros itens foram apreendidos por policiais do 14º BPM (Bangu) na estação de trem. Não houve detidos.

Crédito: g1.globo.com

Veja também

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Saúde, abriu nesta segunda-feira (04/03) o segundo polo de atendimentos à dengue
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Últimas Notícias