Boris Johnson retira todas as restrições contra a Covid-19 na Inglaterra

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou nesta segunda-feira (21) que todas as restrições contra a Covid-19 serão derrubadas a partir da quinta-feira 24 de fevereiro. Decisão só é válida para a Inglaterra, os demais países do Reino Unido seguem com medidas preventivas.

“A partir desta quinta-feira (…), eliminaremos a obrigação legal de se autoisolar após um teste positivo”, disse Johnson nesta segunda aos deputados no Parlamento.

Segundo ele, o país tem “níveis de imunidade suficientes para acreditar na vacina e em tratamentos”.

A medida já era estudada pelo premiê britânico há um tempo. Mesmo com o anúncio do teste positivo da Rainha Elizabeth II neste domingo, Johnson não voltou atrás.

A decisão envolve o fim do auto-isolamento obrigatório para pessoas com Covid-19 e da distribuição de testes gratuitos para a população.

Especialistas discordam

A medida anunciada por Boris Johnson atraiu incertezas por parte de especialistas e também de oponentes políticos.

O plano “vivendo com a Covid” de Johnson deixará o país mais vulnerável a novas variantes virais, disseram especialistas. Entretanto, o governo diz que forneceu mais testes do que a maioria dos outros países e agora deve reduzir o custo.

“É como estar vendendo uma partida por 2 a 1 faltando 10 minutos para o fim do jogo você tira seu melhor zagueiro”, disse Wes Streeting, secretário de saúde do Partido Trabalhista, quando perguntado sobre o a retirada das restrições

Para Streeting, Johnson estaria se movimentando politicamente e não pensando na saúde pública.

 

Crédito: G1

Caminhão da Saúde reforça vacinação contra a Covid-19 no Centro

A Prefeitura de Maricá iniciou nesta segunda-feira (24/01) a vacinação contra a Covid-19 na Unidade Móvel de Saúde, que ficará estacionada na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro, até o dia 05/02, imunizando a população acima de 12 anos. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e nos sábados (29/01 e 05/02), das 9h às 17h.

O novo polo de imunização é uma forma de reforçar a campanha de vacinação em Maricá, estimulando aqueles que transitam diariamente pelo Centro da cidade a receberem suas doses da vacina. Após esse período de atuação na praça, a unidade, adaptada com equipamentos e equipes de saúde, irá atender a população que reside em áreas mais distantes, isoladas e que apresentem vulnerabilidades sociais.

Vacinação garante a saúde da população

A coordenadora da Vigilância em Saúde de Maricá, Micheli Ferreira, reforçou o papel fundamental da vacinação no combate aos efeitos da Covid-19.

“Convido a população para vir até o Caminhão da Saúde na Praça Orlando de Barros Pimentel. É fundamental que a população acima de 12 anos compareça, para que a imunização avance e possamos continuar combatendo a pandemia, garantindo a nossa saúde. Venham se vacinar!”, afirmou.

Unidade Móvel mobiliza os maricaenses

As pessoas que passavam pela região central do município se mostraram conscientes sobre a importância da vacinação, movimentando a Unidade Móvel no primeiro dia em funcionamento. A assistente administrativa Valéria Pires, de 57 anos, mora no Centro e garantiu que a vacina é essencial para conviver com outras pessoas.

“Achei excelente ter mais um lugar disponível para a vacinação, incentivando a população a ir até os polos se vacinar. As pessoas querem sair, se divertirem, mas para isso é preciso se vacinar e espero que a cidade toda esteja imunizada o mais rápido possível”, afirmou.

“Eu achei muito bom poder tomar a dose de reforço nesse local. Trabalho na rua, em contato com outras pessoas, e é preciso evitar a contaminação pela doença. Minha família já está toda vacinada e as pessoas devem se vacinar o mais rápido possível para diminuir o contágio pela Covid-19”, disse Antônia Erenir Ferreira, de 35 anos, moradora de Ubatiba.

Vacinação de crianças

A vacinação pediátrica continua em Maricá. Nesta segunda-feira (24/01) e na terça-feira (25/01) será a vez dos meninos de 11 anos. A partir da quarta-feira (26/01), o calendário avança juntamente para meninos e meninas, começando por 10 anos e seguindo de dois em dois dias a ordem decrescente das idades. A imunização ocorre em dez polos exclusivos.

O responsável legal deverá levar a caderneta de vacinação, além de um documento de identidade ou certidão de nascimento da criança. As crianças com comorbidades ou deficiência permanente também precisam do laudo médico. A expectativa é concluir a aplicação da primeira dose nas crianças no dia 10 de fevereiro, mas a continuidade do calendário depende da chegada das doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

Polos de vacinação infantil

Segunda a sexta-feira, das 9h às 16h

USF Ponta Grossa – Rua Irineu Ferreira Pinto, s/n.

USF ESF Central – Rua Clímaco Pereira, 241, Centro.

USF Bairro da Amizade – Rua Eliete Rocha Santos, Lote 28, Quadra 90 (antiga Rua 53)

USF Barra – Rua Ênani Manoel Soares, s/n, Barra de Maricá.

USF Inoã II – Rodovia Amaral Peixoto, km 14, s/n, (ao lado do DPO).

USF Barroco – Rua Getúlio Vargas (antiga Rua 2), lote 13, quadra 4, casa 2, Itaipuaçu.

USF São José I – Rua Issac Lannes da Silva (antiga Rua 18), s/n , São José do Imbassaí

USF Bambuí – Av. do Contorno, s/n.

USF Santa Rita – Rua Antônio Marques Mathias, s/n, Quadra 433 (antiga Rua 36).

USF Ubatiba – Avenida Niterói, s/n.

Polos de vacinação de adolescentes e adultos

Unidade Móvel da Saúde – Praça Orlando de Barros Pimentel, Centro. (De segunda 24/01 até sábado (05/02), das 9h às 19h. Nos sábados 29/01 e 05/02, das 9h às 17h).

De segunda a sexta-feira, das 9h às 16h

USF São José 2- Estrada da Cachoeira, s/n, São José do Imbassaí.

USF Chácara de Inoã- Rodovia Amaral Peixoto, km 16. (ao lado do Polo Mania), Inoã.

USF Jardim Atlântico- Rua 36, lote 01, quadra 206. Loteamento Jardim Atlântico, Itaipuaçu.

USF Marinelândia- Rua Nove, Quadra 15, Cordeirinho.

USF Ponta Negra- Alcebiades Teodoro Pereira, s/n.

Prefeito de cidade de Amazonas luta contra adversário político em octógono

O prefeito de Borba, no Amazonas, Simão Peixoto (PP) resolveu enfrentar o desafeto político e ex-vereador Erineu Alves Da Silva em uma luta de MMA. A disputa entre os dois aconteceu em uma quadra de esportes na cidade, na madrugada desse domingo. As informações são do portal BNC.

Erineu, conhecido como Mirico, já criticou a gestão de Simão diversas vezes, o que protagonizou alguns conflitos entre os dois. Os políticos, então, decidiram usar o MMA como meio para acabar com as desavenças políticas.

A disputa teve três rounds e, logo no início, Mirico acertou o prefeito com uma sequência de chutes. Apesar de ter sido golpeado diversas vezes, Peixoto continuou na disputa e foi declarado o vencedor.

Diversas pessoas foram ao local acompanhar a luta. Após vencer, Peixoto declarou que aceitou o convite para participar da disputa para incentivar o esporte no município.

Em setembro, Mirico chamou o prefeito para “a porrada” após publicar vídeo criticando o prefeito pela má conservação do balneário da cidade. Peixoto, então, desafiou o opositor para uma sessão no estilo UFC.

 

Crédito: Extra

Anvisa informa que seus diretores recebem ameaças para negar uso da vacina contra a Covid em crianças

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou que os cinco membros que compõem a sua diretoria foram ameaçados por e-mail. As intimidações exigiam que o pedido de uso da vacina contra a Covid-19 em crianças, feito pela Pfizer, não seja aprovado.

As ameaças contra a diretoria da agência ocorreram na mesma semana em que a farmacêutica Pfizer anunciou que entrará com pedido de uso emergencial de seu imunizante para pessoas de 5 a 11 anos de idade.

O anúncio foi feito um dia após o comitê consultivo independente da agência reguladora norte-americana (FDA, sigla em inglês) recomendar o uso da vacina produzida pela farmacêutica nesta faixa etária.

No caso dos Estados Unidos, a liberação do comitê independente não é definitiva e nem obrigatória, mas a agência reguladora normalmente a segue à risca as indicações do grupo.

No Brasil, a Anvisa é quem decidirá se aprova ou não o usa da vacina em crianças a partir de cinco anos de idade. De acordo com a Pfizer, ainda não há data definida de quando o pedido será feito, apenas que acontecerá ao longo do mês de novembro.

Após as ameaças, a Anvisa informou que já notificou às autoridades policiais e o Ministério Público, nos âmbitos Federal, Estadual e Distrital, entre outras, para adoção das medidas cabíveis.

Vacina da Pfizer contra covid tem alta eficácia em estudo com crianças

A vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19 apresentou 90,7% de eficácia contra o novo coronavírus em um ensaio clínico com crianças de 5 a 11 anos, informou a farmacêutica norte-americana na última sexta-feira (22).

No estudo, 16 crianças que receberam placebo (substância inócua) tiveram covid-19, em comparação com três que foram vacinadas, disse a Pfizer em documentos enviados à Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA).

Como mais do que o dobro de crianças – no ensaio com 2.268 participantes – receberam a vacina em relação ao placebo, isso equivale a mais de 90% de eficácia.

Os assessores externos da FDA se reunirão na terça-feira (26) para votar recomendação de aprovação da agência da vacina para essa faixa etária.

 

Fonte: Agência Brasil