Moradores se assustam com homem fuzilado no centro de Macaé

Um homem foi fuzilado na noite de terça-feira (09), por volta das 23h30, em Macaé, Região Norte Fluminense.

De acordo com a Polícia Militar, o homem levou tiros de fuzil no centro da cidade, pessoas que passavam no local no momento do crime se assustaram com o ocorrido.

Segundo populares, um carro preto com três homens encapuzados cercaram o homem e atiraram.

Ainda de acordo com a PM, o corpo foi levado para o IML de Macaé, diligências estão sendo feitas e câmeras de seguranças analisadas, para tentar localizar os suspeitos.

O crime foi registrado nas 123ª DP de Macaé

 

 

Fonte: rlagosnoticias.com.br

Homem é encontrado morto no bairro Retiro, em Itaboraí

Na tarde de ontem, sexta-feira (8), o corpo de um homem não identificado foi encontrado no bairro Retiro, em Itaboraí. O cadáver tinha sinais de tortura e estava com as mãos amarradas para trás.

Militares do Batalhão de Polícia de Itaboraí (35º BPM) foram acionados no local para verificar a existência do corpo na Rua N. Assim que os PMs chegaram no endereço relatado, encontram o homem morto em um terreno de área de mata abandonado.

Assim  que o homicídio foi constatado, agentes da DHNISG (Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí foram até o local para realizar perícia. A distrital ficará responsável pela investigação do caso.

Restos mortais são encontrados enterrados no quintal, em Itaboraí

Os restos mortais que podem ser de uma mulher e seus dois filhos foram encontrados, na tarde desta quarta-feira (6), enterrados no quintal da casa de um ex-policial militar, em Visconde, Itaboraí. Apesar de não haver registro de ocorrência em relação ao desaparecimento da família, o crime aconteceu em 2017.

O corpos das vítimas, a mãe de 59 anos, e os dois filhos de 38 e 35, foram encontrados pelo filho do ex policial militar, que se suicidou no último dia 23 de dezembro.

“Após a morte do pai, o filho foi até a casa limpar e encontrou uma carta. Nessa carta, o policial contava que os corpos estavam enterrados lá. Dizia também que tomou a decisão de enterrar os corpos, após encontrar o trio já executado. Ele alegou também que se matou por não conseguir conviver com essa história”, contou um policial que investiga o caso.

Segundo o ex-policial contou na carta, ele chegou em casa e encontrou o trio já sem vida e com sacos na cabeça. Por não saber o que a polícia pensaria do assunto, ele preferiu enterrar os corpos em seu quintal.

A história digna de filme de terror deixa a polícia com diversos questionamentos, dentre eles o porque da família ter desaparecido e nenhum parente ter procurado a polícia para registrar os sumiços.

Embora esteja morto, o ex policial é o principal suspeito da morte dos três.

Encontro 

Com a carta em mãos, o filho do ex- policial procurou a 71° DP (Itaboraí), que acionaram bombeiros e agentes da Divisão de Homicídios de Niterói,  Itaboraí e São Gonçalo.

“Após os bombeiros localizarem os ossos enterrados e cobertos com cimento, a equipe da DH foi ao local realizar perícia”, contou o delegado que investiga o caso.

Ele acrescentou que parentes das vítimas estão sendo procurados para prestarem depoimento e que os corpos vão passar por exame de DNA.

Os restos mortais foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Tribobó (IML), em São Gonçalo.

 

Fonte: osaogoncalo

Testemunha do caso Flordelis diz que mais 3 pessoas participaram de crime

Durante a audiência realizada na última sexta-feira (27), uma das testemunhas, Regiane Ramos, disse que outras três pessoas teriam participado da morte do pastor Anderson do Carmo. Entre elas, a filha biológica da parlamentar, Simone.

De acordo com o advogado de acusação Ângelo Máximo, a pessoa que passou as informações para Regiane também vai ser ouvida.

“A revelação mais importante que achei hoje foi a de que a Simone deu os tiros na parte genital do pastor. A Cristiane, que é esposa de Carlos, um dos filhos adotivos, não confirmou, mas a pessoa que passou a informação vai ser ouvida”, disse.

Ainda segundo o depoimento da ex-patroa do filho da deputada, Lucas dos Santos, outro filho e a neta teriam segurado o pastor para que ele não conseguisse escapar dos disparos.

Regiane também informou que uma das filhas da deputada feriu o braço com uma navalha, há cerca de duas semanas, após Flordelis falar que “ela é um lixo”.

Nas redes sociais, a deputada federal respondeu as acusações da ex-patroa de Lucas e disse que “uma irmã de igreja falou algo para ela e aquilo ficou fazendo muito mal e por isso ela acabou se cortando no braço”.

Flordelis acrescentou que por causa da audiência, a filha passou mal e disse estar “indignada por falsas acusações, mentiras. Tudo por causa de uma mentira dita pela dona Regiane”.

No trecho final do vídeo, Flordelis afirmou ser deputada e pediu ajuda ao parlamento.

 

Fonte: r7.com

Enel é notificada após realizar podas irregulares em Cabo Frio

A Coordenadoria de Meio Ambiente da Secretaria de Desenvolvimento de Cabo Frio notificou a Enel, concessionária de energia elétrica que atua no município, por descumprimento das normas de poda e corte de árvores, após flagrante realizado na Rua Manoel Francisco Valentin, no último fim de semana.

A empresa é a única que detém licença prévia para corte e poda, mas apenas em casos de necessidade, por causa da rede de energia elétrica e dentro dos padrões ambientais prestabelecidos, como, por exemplo, não retirar mais que 30% da copa das árvores.

“A notificação tem o objetivo de tornar claro tanto para a nossa Coordenadoria, quanto para a concessionária de energia, quais são os termos desta licença, tendo em vista que ela foi concedida no governo anterior, além de reforçar o cumprimento da legislação ambiental e expor que a concessionária deve fazer a retirada dos galhos e folhagens, o que não vem acontecendo”, afirmou o coordenador de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira.

Para a solicitação de corte ou poda, é necessário que o cidadão entre em contato com a Coordenadoria do Meio Ambiente, sediada na Avenida Vereador Manoel Antunes, 344, no bairro Braga, ao lado da pizzaria Toscana.  Após o contato, a Coordenadoria envia um biólogo para realizar a vistoria da árvore e confirmar as informações fornecidas pelos requerentes.

Após a vistoria, é elaborado o Relatório de Vistoria Técnica no qual são descritas as condições da árvore e, caso constatada a necessidade de corte ou poda, é emitida a autorização com a justificativa técnica do responsável pela vistoria. Caso autorizado o corte, é solicitada a compensação pela árvore a ser suprimida. A compensação implica no plantio de espécie(s) nativa(s) em local estabelecido pelos técnicos desta Coordenadoria, ou na doação de mudas nativas ao Horto Municipal de Cabo Frio, e posterior entrega da nota fiscal á COGEMA, e com aceite do responsável no horto municipal.

Fonte: Portal RC24H