Gusttavo Lima se apresenta no primeiro dia de festa em comemoração ao aniversário de Magé; veja o vídeo

Depois de uma votação municipal para saber qual atração os munícipes de Magé queriam no aniversário de 457 anos de fundação da cidade, o vencedor da eleição, o sertanejo Gusttavo Lima se apresentou ontem, quarta-feira (8), no primeiro dia de eventos. A Arena Magé, área de shows da cidade, está montada na entrada de Piabetá.

As comemorações vão até o dia 11, com a apresentação do cantor Belo, hoje, quinta-feira (9), Marcelo Falcão no dia 10, e a pastora e cantora gospel Midian Lima no dia 11, fechando os dias de evento.

 

 

 

Gusttavo Lima desabafa após seu show virar alvo de investigação do MP

O cantor sertanejo Gusttavo Lima veio a público se defender após seu show no município de Conceição do Mato Dentro, Minas Gerais, virar alvo de uma investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro. O inquérito investiga um possível desvio de verbas públicas na contratação do artista.

“Eu nunca me beneficiei ‘sobre’ dinheiro público (…) Eu não compactuo com dinheiro público, sou um cara que tenho meus impostos em dia (…) Sobre shows de prefeitura, acho que todos os artistas fazem ou já fizeram show de prefeitura e isso, na minha forma de pensar, é sobre valorizar a nossa arte”, afirmou o sertanejo em transmissão ao vivo em suas redes sociais, nesta segunda-feira (30).

Em outro trecho da live que durou cerca de 21 minutos, Gusttavo disse que vem “levando tanta pancada, aguentando calado” e não entende o porquê de tanta “perseguição e inverdades”. Ainda de acordo com ele, todo o seu patrimônio é fruto de muito suor, trabalho e dedicação.

“Se eu custo 1, não é pela prefeitura que vai me pagar meio. Todos nós temos contas para pagar, seja para prefeitura ou para shows privados. Eu sou um cara que faço pouquíssimos shows de prefeitura e, quando a gente às vezes faz algum, a gente é massacrado como se fosse um bandido, como se fosse um ladrão que tivesse roubando dinheiro público. E não é assim, gente. Eu sou um trabalhador normal.”, alegou ele.

A Prefeitura de Conceição do Mato Dentro contratou um show de Gusttavo Lima por R$1,2 milhão. A apresentação aconteceria durante a 30ª Cavalgada do Jubileu do Senhor Bom Jesus Do Matozinhos, que terá lugar no município entre os dias 17 e 23 de junho, mas acabou sendo cancelada após a polêmica.

A participação da dupla Bruno e Marrone, que receberia um cachê de R$520 mil, no evento, também foi revogada. No total, o valor das licitações disponíveis no portal da prefeitura ultrapassam a cifra de R$2,3 milhões.

Em nota, a Prefeitura de Conceição do Mato Dentro afirmou que todos processos licitatórios para a contratação de Gusttavo Lima e os outros artistas “foram realizados dentro da legalidade”. A contratação do cantor também é alvo de investigação do Ministério Público de Roraima (MPRR).

 

Crédito: O São Gonçalo

Show de Gusttavo Lima em Brasília tem briga generalizada; veja o vídeo

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra uma briga generalizada durante o show do cantor Gusttavo Lima, que aconteceu no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, na noite de sábado (21).

As imagens começam com uma mulher sendo agredida várias vezes. Não há informações sobre a identidade dos envolvidos e sobre a gravidade dos ferimentos de quem estava envolvido na confusão.

Em nota, a produção do evento afirma que “repudia qualquer ato de violência” e que um grupo de seguranças agiu para impedir que as agressões continuassem.

No início do vídeo, duas mulheres agrediram outra mulher que estava no chão. Em seguida, outras se juntaram à confusão e deram socos, chutes e puxões de cabelo.

Testemunhas tentavam separar a briga e chegaram até a jogar bebida no grupo, mas a violência continuou. É possível ver também uma mesa sendo arremessada por um dos envolvidos na confusão.

O que diz a produção do evento

Confira a íntegra da nota:

“A produção do Buteco Bhoemia, que aconteceu em Brasília no último sábado (21), informa que repudia qualquer ato de violência.

A equipe afirma ainda que no evento havia um grande grupo de seguranças e brigadistas que foram preparados para atender as ocorrências, de acordo com cada necessidade.

Nos registros de brigas durante o show, a equipe interviu para evitar demais gravidades.”
Crédito: Portal g1

Empresário aproveita número de celular da música ‘Bloqueado’ de Gusttavo Lima para promover corrente solidária

De uma hora para outra, um dos celulares do empresário de Ribeirão Preto (SP) Carlos Henrique Faria começou a receber milhares de mensagens e ligações por dia. É que o número dele, que tem DDD de Goiás, é citado na música “Bloqueado”, novo hit do sertanejo Gusttavo Lima. O empresário aproveitou a explosão de contatos para promover uma boa ação.

Na música, Gusttavo Lima narra a história de um homem apaixonado que tenta contato com um amor antigo, mas se lembra que o número foi bloqueado pela amada. O telefone citado no refrão coincide com o de Carlos Henrique.

Faria, que também é artista plástico e atua em diversos projetos sociais e solidários, passou então a enviar aos fãs do cantor que entram em contato o endereço dele no Instagram. No perfil, há informações sobre uma corrente de doações para vítimas de enchentes, para o Hospital do Amor de Barretos (SP) e outras instituições.

“Atendi muitas [ligações] e eu peço para irem para o meu Instagram. Então, esse número agora é destinado a projetos sociais. […] Estou destinando esse resultado positivo para ações beneficentes. Eu já tenho um monte de doação. Comida, água, roupa, cama, fogão. Tem um que está doando carreta, com diesel e motorista para levar as doações”, afirmou.

O empresário contou que os contatos com o número dele não param. “Ele [celular] dormindo, carregando, não dá conta de carregar, porque gasta bateria. Ele vibra, tem ligações de WhatsApp. E isso gasta. O meu é DDD de Goiânia, mas talvez tenha outro lugar com outro DDD, mas o número é o mesmo”, disse ao g1.

Uso autorizado

Faria informou, também, que não tem a intenção de processar Gusttavo Lima e que até fez um documento no cartório autorizando o uso do número. Ele, porém, não sabe os motivos de os compositores terem citado justamente o contato dele na música e quer falar com o cantor.

“Eu espero falar com ele [Gusttavo Lima]. Até porque eu quero entregar um papel oficial, do cartório, autorizando a usar o número. Não que precise, mas para se defender de outra pessoa que está falando. Não tenho nada contra, só tenho a agradecer, porque ele proporcionou para gente um instrumento para turbinar projetos sociais que a gente já tinha”.

Ao g1, a assessoria de imprensa do cantor disse que a equipe dele já sabe da história do empresário de Ribeirão Preto e que Gusttavo Lima será informado das ações solidárias nos próximos dias.

“A história chegou recentemente ao conhecimento de alguns profissionais do escritório e deve ser repassada ao cantor tão breve possível. Importante ressaltarmos que ‘Bloqueado’ não é uma composição do Gusttavo Lima. Desta forma, apenas os compositores podem lhe dizer com propriedade de que forma escolheram o número citado na letra”, disse a nota.

Artista plástico e voluntário

Carlos Henrique Faria já esteve ligado à história de Gusttavo Lima quando o cantor foi escolhido embaixador da Festa do Peão de Barretos por dois anos consecutivos, em 2017 e 2018.

O artista plástico foi escolhido pela organização do rodeio para fazer duas esculturas que foram enviadas como presente ao artista.

“Eu já fiz duas esculturas para ele quando foi embaixador. Ele foi o primeiro embaixador a ter escultura oficial. Os Independentes pediram para eu fazer a escultura”, contou.
Crédito: Portal g1

Gusttavo Lima é processado por dona do número de telefone em música cantada por ele

A música “Bloqueado” tem causado problemas na vida de uma arquiteta desde agosto de 2021, quando a faixa foi lançada na voz de Gusttavo Lima. De acordo com Ancelmo Góis, do O Globo, a mulher está processando o cantor por usar o seu número de celular na letra da canção.

Com mais de 21 milhões de visualizações no YouTube, a música conta com um tal telefone bloqueado de um amor não correspondido. O detalhe é que a arquiteta passou a receber ligações e mensagens, sendo perturbada por essa história.

Na ação da 24ª Vara Cível de SP, ela diz ser casada há 12 anos e nunca ter conhecido o cantor Gusttavo Lima. Por conta disso, a mulher pede indenização de, no mínimo, R$ 105 mil.

Além do dinheiro, ela pede que a música deixe de ser veiculada e que a letra seja alterada com a retirada de seu número de telefone. A equipe do artista sertanejo ainda não se pronunciou sobre o assunto.

 

Crédito: br.noticias.yahoo.com