Segunda baleia é encontrada morta na orla de Maricá em pouco mais de 24h

Com pouco mais de 24h de diferença, duas baleias foram encontradas mortas na orla de Maricá. A primeira foi achada na noite de terça-feira (22), na Praia de Itaipuaçu, por moradores que passavam pelo local. Já a segunda, foi encontrada na manhã de ontem, quinta-feira (24) na Praia de Ponta Negra, e faz parte da espécie jubarte.

Segundo os especialistas, a baleia encontrada nesta quinta-feira (24), era um filhote de aproximadamente 8m de comprimento, e foi retirada da areia da praia com o auxílio de uma retroescavadeira da autarquia de Serviços e Obras de Maricá.

Antes da remoção, uma equipe do Laboratório de Mamíferos Aquáticos e Bioindicadores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Maqua/UERJ) realizou uma necrópsia no corpo do animal para determinar a causa da morte. A possibilidade mais provável é que tenha havido inanição, após o filhote se afastar da mãe. O animal foi levado ao Centro de Tratamento de Resíduos do Anaia, em São Gonçalo.

 

 

 

Fonte: Jornal A Tribuna

 

Mulher é morta a facadas por seu companheiro em Itaboraí

Mais um caso de feminicídio aconteceu na região Leste Fluminense. Após as mortes de Vitórya Melissa Mota, em Niterói; e de Ana Caroline Pereira Felício, em São Gonçalo, na noite desse domingo, um homem matou a companheira no bairro Manilha, em Itaboraí. A ferramenta utilizada para o assassinato foi a mesma dos outros dois casos: uma faca.

Segundo informações da Polícia Civil, Luzinete de Lima Querino foi morta pelo companheiro, identificado como Juarez Lisboa Alvez. O crime se torna ainda mais hediondo porque tudo aconteceu na frente da filha da vítima. Esta última, ao presenciar a agressão, acionou a Polícia Militar, que enviou uma equipe ao local.

O crime aconteceu em uma casa, localizada na Rua Josefa Ferreira Barbosa. No local, os policiais encontraram a vítima, ferida e o autor do crime ainda no local. Aos agentes, Juarez teria admitido ter desferido os golpes de faca contra a companheira e teria alegado que o motivo seria uma suposta traição.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada, para tentar socorrer a vítima, mas, quando os socorridas chegaram ao local, Luzinete já estava morta. O corpo da vítima foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de São Gonçalo, no bairro Tribobó. O suspeito foi rendido, algemado e preso em flagrante por crime de feminicídio.

Ainda de acordo com a polícia, todo o crime foi testemunhado pela filha de Luzinete, que chegou a ficar com as roupas sujas de sangue. A polícia ainda destacou que o crime aconteceu em uma região residencial de Manilha, onde não há domínio de tráfico ou milícia.

O caso foi registrado e será investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG). A delegacia especializada enviou uma equipe de perícia ao local do crime. O acusado foi conduzido à carceragem da unidade.

 

Fonte: atribunarj.com.br

Cabo Frio: Mulher é morta e jogada pelada na praia das Dunas

Uma mulher foi encontrada morta na tarde de segunda-feira 15 de Março, na Praia das Dunas em Cabo Frio, região dos lagos.

A polícia identificou nesta tarde o corpo da vítima. De acordo com a PM, familiares estiveram no local após um live ao vivo feita por uma equipe de reportagem, mostrando o acontecimento e a mulher foi identificada como Naimar Ferreira, moradora do bairro Itajuru.

Ainda de acordo com a PM, Naimar estava desparecida deste sábado 13 de Março, o corpo dela foi localizado no inicio da tarde de segunda feira 15 de Março, por uma equipe da policia ambiental. A mesma estava enrolada em um tapete preto nua.

A perícia esteve no local e contatou sinais de violência no corpo de Naimar e supostamente ela foi estuprada até a morte por criminosos.

O corpo foi levado para o IML de Macaé, e o caso registrado na 126ª DP de Cabo Frio, onde segue em investigação.

 

 

Fonte: rlagosnoticias

Polícia Civil do Rio de Janeiro encontra corpo de jovem desaparecida

A Polícia Civil do Rio de Janeiro encontrou nesta quinta-feira (4) o corpo da jovem Jeniffer Capella do Amaral, de 18 anos, que estava desaparecida desde o dia 21 de janeiro. Em depoimento, o ex-namorado confessou ter assassinado Jeniffer.

O corpo da jovem vítima de feminicídio foi achado em um terreno ao lado da casa dele, em Magé, na Baixada Fluminense.

O suspeito está preso na Delegacia de Homicídios da Baixada (DHBF).

Jeniffer foi vista pela última vez, segundo a família, entrando em um carro de aplicativo, no bairro Fragoso, em Magé. Ela iria para casa de uma amiga, onde passaria a noite, mas não chegou ao destino.

Jeniffer foi vista pela última vez, segundo a família, entrando em um carro de aplicativo, em Magé, na Baixada Fluminense — Foto: Reprodução redes sociais

Fonte: g1.com

Jovem que estava desaparecida desde o dia 3 de janeiro na Penha é encontrada morta

A Polícia Civil encontrou, nesta terça-feira (12), o corpo de Bianca Lourenço, de 24 anos, que estava desaparecida desde o dia 3 de janeiro.

A jovem é ex-namorada de Dalton Vieira Santana, suspeito de chefiar o tráfico de drogas na comunidade da Kelson’s.

O corpo foi encontrado mutilado e boiando numa praia da Ilha do Fundão, na mesma região onde fica a Favela da Kelson’s. Segundo a polícia, o cadáver encontrado tem tatuagens iguais às de Bianca.

Na manhã desta quarta (13), a Polícia Militar confirmou que agentes do 17º Batalhão (Ilha do Governador) foram acionados para uma ocorrência na Ilha do Fundão e encontraram um corpo a partir de informações repassadas pelo Disque Denúncia.

Segundo testemunhas, Bianca teria sido morta por Dalton, que não aceitava o fim do relacionamento. Elas afirmam que a jovem foi morta na comunidade pelo ex-namorado ou a mando ele.

A Polícia Civil informou que a jovem foi retirada pelo ex-namorado à força de um churrasco com amigos. De acordo com as investigações, após retirar Bianca do local no domingo (3), Dalton seguiu para a favela. A partir daí, ninguém soube mais nada da jovem.

No quarto dia de angústia por não ter notícias da filha, o pai de Bianca Lourenço contou que foi até a favela onde Bianca desapareceu para falar com o ex-namorado da filha.

Postagem antes de sumir

No mesmo dia em que desapareceu, a jovem publicou fotos em redes sociais e escreveu:

“Não existe nada melhor do que acordar em paz, estar em paz, viver em paz… Não me preocupo com mais nada. Obrigada, meu Deus”.

O pai de Bianca contou que havia três meses já estava bastante preocupado com a segurança da filha. Ele conseguiu que Bianca deixasse a favela e terminasse o namoro. A jovem estava vivendo com ele há dois meses em outro bairro.

Também segundo ele, o ex-namorado nunca a deixou em paz e jamais aceitou o fim da relação.

“Tentei tirar ela de todo jeito da favela. Eu já estava ajeitando o quarto dela, as coisas dela”, disse.

Ele contou ainda que foi à favela para falar com o ex-namorado, mas não conseguiu descobrir onde ela estava.

          “Pedi a ele pra me ajudar se ele pudesse… Se tivesse acontecido, se ele pudesse devolver o corpo da minha                    filha, que poderia me entregar do jeito que tivesse, que ele poderia me tirar pelo menos a dor de pai, pelo                 menos de eu poder enterrar minha filha”, afirmou.

O pai da jovem prestou depoimento semana passada.

          “Para todos, ele falou que matou ela. Não falou para mim, mas falou para outros. Falou que tinha colocado               ela num carro, e que tinha mandado ela embora. Mentira. Que ela já tinha que estar aqui em casa há muito             tempo, se isso fosse verdade”, afirmou.

Fonte: g1.globo.com