Jovem é morto em Búzios com tiros na cabeça

Um jovem de 18 anos foi morto no início da madrugada do último domingo (30), na Rua Justiniano de Souza, no bairro de Alto da Rasa, em Armação dos Búzios, na Região dos Lagos.

Segundo a Polícia Militar, populares relataram que duas pessoas armadas se aproximaram da vítima, e atiraram contra a cabeça do rapaz.

Ainda de acordo com a polícia, os suspeitos estavam a pé e fugiram do local logo em seguida.

Segundo os bombeiros, a vítima estava sem vida quando os militares chegaram ao local.

O corpo foi encaminhado para o IML de Cabo Frio. O caso registrado na 127ª DP de Armação dos Búzios.

Segundo a Polícia Civil, peritos estiveram no local e diligências estão em andamento para esclarecer a dinâmica e a autoria do crime.
Crédito: Portal g1

Maricá sedia Campeonato Brasileiro de Tiro com Arco

Maricá está sediando até o próximo sábado, 13/11, o 47º Campeonato Brasileiro de Tiro com Arco e o 3º Campeonato Brasileiro de Barebow, estilo mais básico de arco. O evento, que tem o apoio da Prefeitura de Maricá, conta com a participação de 196 atletas de todo Brasil e acontece na sede da Confederação Brasileira de Tiro com Arco, em Itapeba.

O presidente da Confederação Brasileira de Tiro com Arco (CBTarco), João Luiz Araújo, disse que os campeonatos marcam a recuperação do esporte neste momento de controle da pandemia. “Os campeonatos estão bem bonitos, e essa grandiosidade mostra retomada e nos anima muito. A expectativa está grande para ver os campeões, até porque Maricá é o celeiro dos atletas olímpicos, com 70% deles vivendo na cidade. E esse time só tende a crescer”.

Os primeiros colocados terão o privilégio de ir à seletiva para a montagem da seleção brasileira de tiro com arco, com todos os custos bancados pela Confederação Brasileira de Tiro com Arco, e conforme critérios pré-estabelecidos.

MARICÁ TEM ESTRELAS OLÍMPICAS NA ESPECIALIDADE

A atleta olímpica maricaense, Anne Marcele, que disputou recentemente as Olimpíadas em Tóquio, marcou presença no campeonato. “Este é um dos meus campeonatos preferidos, está fluindo muito bem e é ótimo reencontrar os amigos no brasileiro. Esse campo é fantástico, e treinar em um dos melhores campos do país é um privilégio”, afirmou.

O arqueiro maricaense Marcus Almeida também é outra estrela da cidade. Na Olimpíada de Tóquio, em julho deste ano, o atleta disputou as oitavas de final do tiro com arco. Nos dois confrontos iniciais, Marcus venceu seus adversários pelo placar de 7 a 1, o melhor resultado de um arqueiro brasileiro na história da modalidade em uma Olimpíada.

Bolsa atleta

Outra premiação para os melhores colocados na competição é o bolsa atleta. O benefício federal de R$ 925,00 mensais é concedido aos três primeiros colocados das categorias individual, equipe e equipe mista. Segundo a Confederação Brasileira de Tiro com Arco, a modalidade é a que mais concede bolsas para atletas, chegando a mais de 100 bolsas por ano.

Projeto Tiro com Arco

Maricá possui um celeiro de atletas. Fruto de um convênio entre a Prefeitura de Maricá e a Confederação Brasileira de Tiro com Arco, o projeto há 10 anos forma jovens, que podem chegar à seleção brasileira.

“O projeto é gratuito, os interessados podem se inscrever na Secretaria de Esportes e Lazer. O esporte é destinado ao público de 8 a 18 anos. O nosso trabalho aqui é captar os atletas e de maneira que eles vão evoluindo, remajenar para equipes de alto rendimento, sempre buscando o crescimento deles”, explicou a professora e instrutora do Projeto Tiro com Arco, Jéssica Machado.

Vereador é morto a tiros em bar, em Santo Estêvão, na Bahia

O vereador Sivaldo Alves Barreto (PSD), da cidade de Ipecaetá, a cerca de 165 km de Salvador, foi morto a tiros dentro de um bar, na noite de quinta-feira (7). O crime aconteceu na Rua Alcides Gesteira, na cidade vizinha de Santo Estêvão.

Conhecido como “Bagaceira”, Sivaldo tinha 36 anos. Até a manhã desta sexta-feira (8), ninguém havia sido preso. O caso está sob investigação da delegacia de Santo Estêvão, que apura o que motivou o crime.

Sivaldo foi eleito com 603 votos. Ainda não há detalhes sobre o sepultamento do vereador.

Crédito: https://g1.globo.com/

Professor de natação é morto a tiros em Rio das Ostras

A 128ª Delegacia de Polícia de Rio das Ostras investiga a morte do professor de natação, Bruno Mello, de 45 anos, na manhã da última quinta-feira (15). Ele foi atingido por um tiro quando passava pela Rua Nova Friburgo, na localidade de Boca da Barra, na cidade da Região dos Lagos. Bruno dava aula de natação no mar em Rio das Ostras.

A Polícia Militar chegou a ser acionada, mas Bruno já foi encontrado morto. De acordo com a PM, a autoria e a motivação do crime ainda são desconhecidas. O corpo foi levado para o IML de Macaé.

 

 

Fonte: G1

No Coelho em São Gonçalo, catador de recicláveis é encontrado morto.

Carlos Alberto de Souza, de 34 anos, catador de recicláveis, foi executado com um tiro na nuca na manhã desta sexta-feira (12), na Estrada do Coelho, no bairro de mesmo nome, em São Gonçalo.

Pai de quatro crianças, com o mais novo tendo apenas um ano e o mais velho dez, a vítima saiu de casa de bicicleta para vender o material recolhido no dia anterior. Ele prometeu voltar com pão e leite para o café da família.

“Ele saiu de casa para trabalhar e disse que retornaria às 10h com pão e leite para as crianças. Deu o horário e eu estava esperando ele chegar para tomarmos o café quando recebi a notícia. Éramos só nós dois e as crianças”, contou Elaine da Cunha, esposa da vítima, que também cata recicláveis e mora na região onde o caso aconteceu.

Na cena do crime, foram encontrados dois pinos de cocaína. A bicicleta de trabalho de Carlos estava a cerca de 50 metros de distância do corpo.

Apesar de conhecido na região, nenhuma testemunha foi encontrada para comentar o assassinato.

Carlos Alberto, que completaria 35 anos no dia 28 deste mês, teve o corpo periciado por agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG).

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Tribobó, em São Gonçalo. Agentes da DHNISG seguem investigando o caso e vão ouvir familiares para traçar a linha de investigação.

 

 

Fonte: osaogoncalo.com.br