Agentes de Endemias fazem ações contra a dengue no Segundo Distrito em Rio Bonito

às
rb 4

A secretaria de Saúde, através do Programa Municipal de Controle da Dengue, promove nesta segunda e terça-feira (20 e 21 de março), das 10 às 14 horas, uma ação em conjunto com os agentes de endemias para combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti, responsável por doenças como dengue, zika e chikungunha. Essa ação acontece nas Ruas 02, 04, 05, 07, G e São Judas Tadeu, Boa Esperança, no Segundo Distrito.

Os agentes visitaram as residências, distribuíram panfletos com dicas de como eliminar os focos do vetor da doença dentro da própria casas, distribuíram sacos de lixo e telas de caixa d’água. Nessa ação, que conta com a participação da secretaria de Obras, também acontecem palestras nas Estratégias de Saúde da Família (ESFs) e ações educativas em unidades de ensino do bairro.

Hábitos Domésticos – O trabalho de conscientização visa alertar a população que o principal instrumento para combater o mosquito está nas mãos da própria sociedade, e que a partir da adoção de medidas simples como constantes vistorias para manter o seu ambiente doméstico e de trabalho limpos, é possível impedir a sua proliferação. O Aedes aegypti é doméstico, vive dentro de casa e perto do homem. Com hábitos diurnos, o mosquito se alimenta de sangue humano, sobretudo ao amanhecer e ao entardecer. Por isso, é importante o uso de telas em janelas e portas, mosquiteiros, roupas compridas, além de uso de repelente nas partes expostas do corpo, aumentado a área de proteção.

Sintomas e diagnóstico – A dengue apresenta febre alta e de início súbito e dores no corpo. O zika tem como principal característica as manchas vermelhas, que causam uma doença chamada febre da zika vírus, associada à febre baixa e dores pelo corpo. Já a chikungunya apresenta sintomas como febre alta e fortes dores nas articulações. O diagnóstico das doenças, na maior parte dos casos, é clínico, ou seja, é feito com base nos sinais e sintomas relatados e observados por profissionais de saúde que indicam o tratamento adequado para cada caso.

Como se proteger – A melhor forma de se proteger do mosquito é evitar que ele se desenvolva, ou seja, eliminar os focos de larvas. O uso de inseticidas, por exemplo, não é uma boa forma de eliminar o Aedes aegypti adulto, já que estas substâncias estão gerando mosquitos resistentes. Além disso, o uso de inseticidas causa sérios danos à natureza. As contraindicações são as mesmas no caso de uso em larvas.
A melhor maneira de combater o mosquito adulto é eliminar as águas paradas, ou seja, os criadouros do mosquito. Não havendo água parada, as fêmeas não têm um lugar adequado para que seus ovos se desenvolvam e assim, a população de mosquitos adultos vai sendo reduzida até não representar mais perigo. Porém, existe uma série de medidas que se não impedem a transmissão da dengue, chikungunya e zika, pelo menos a dificulta.

Espirais – O uso de espirais ou vaporizadores elétricos: devem ser colocados ao amanhecer e/ou no final da tarde, antes do pôr-do-sol, horários em que os mosquitos mais picam.
Mosquiteiros – Devem ser usados principalmente nas casas com crianças, cobrindo as camas e outras áreas de repouso, tanto durante o dia quanto à noite.

Repelentes – Podem ser aplicados no corpo, mas devem ser adotadas precauções quando utilizados em crianças pequenas e idosos, em virtude da maior sensibilidade da pele.
Telas – Usadas em portas e janelas, são eficazes contra a entrada de mosquitos nas casas.

Ar condicionado – O uso do ar condicionado inibe o mosquito, pois baixa a temperatura e a umidade do ar, mas não a mata. Ele tem mais dificuldade para detectar onde estará a possível vítima de sua picada. Estes aparelhos apenas espantam o mosquito que poderá voltar em outro momento quando eles estiverem desligados.

Texto: Denilson Santos

Veja também

Maricá subiu nove posições no ranking que mede a qualidade das informações fiscais e contábeis enviadas ao Tesouro
às
Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, inaugurou uma nova unidade da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), em Rio Bonito
às
A prefeitura de Rio Bonito inaugurou nessa terça-feira (18), os dois Laboratórios de Iniciação Científica “Intramuros”
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias