Itaboraí realiza capacitação em arboviroses com ênfase em Chikungunya

às

A Secretaria Municipal de Saúde de Itaboraí, por meio da subsecretaria de Vigilância em Saúde, realizou na última quinta-feira (24) no auditório da Secretaria a capacitação em arboviroses, com ênfase em Chikungunya, destinados aos médicos e enfermeiros da rede de Atenção Básica e Policlínicas. O evento, organizado pela Vigilância Epidemiológica teve como objetivo ampliar o olhar para a suspeita, diagnóstico e tratamento oportuno da doença, visando à redução de casos graves e óbitos.

A coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Carolina Lima, relatou que em 2016 ocorreu uma epidemia de Zika e em 2018, de Chikungunya. Por isso, os profissionais da rede que atendem a população devem estar preparados. “Todos os anos, com o apoio do Núcleo de Educação Permanente (NEPS), nós realizamos a capacitação em Arboviroses, para os profissionais de saúde do município. Ainda mais quando se trata de uma doença nova como a Chikungunya, que demonstrou mudanças nas suas características no momento em que chegou à população brasileira, quando comparada à ocorrência dela em outros países”, afirmou Carolina.

Considerando que no verão o número de casos suspeitos de arboviroses aumenta devido ao calor, maior frequência de chuvas e o consequente aumento da população dos mosquitos transmissores, há necessidade de reciclagem dos profissionais. O médico infectologista da Secretaria Estadual de Saúde, Dr. Gustavo Magalhães, esteve ministrando a palestra sobre arboviroses, abordando temas como a transmissão da doença, diagnóstico, sintomas, formas de tratamento, fluxo, entre outros. Além disso, esteve presente o Núcleo descentralizado de Vigilância em Saúde, da Metropolitana II da Secretaria Estadual de Saúde.

A enfermeira da Unidade Básica de Saúde em Itambi, Ana Paula Paz, participou da palestra e ressaltou a importância das capacitações. “É nestes momentos que podemos ser orientados e preparados para atender a população da melhor forma, em caso de suspeita desta doença”, relatou.

A Chikungunya é uma doença transmitida pelo Aedes Aegypti, o mesmo mosquito transmissor da dengue, febre amarela e zika vírus. Dentre os sintomas da doença estão febre, dor articular intensa, dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Quem apresentar os sintomas da doença deve procurar atendimento na Unidade de Saúde mais próxima de sua residência.

Veja também

Crime ocorreu enquanto a vítima viajava junto com o marido dela pelo continente asiático, segundo a embaixada do Brasil em Nova Déli.
às

Deixe aqui sua opinião

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Últimas Notícias